ou

Este ano foi a primeira vez que dei aulas. Era uma coisa que eu queria desde nova – cheguei até a entrar em uma faculdade de licenciatura, mas acabei saindo por não conseguir conciliar com o trabalho (já era formada e trabalhava na área). Poder dar aulas em uma disciplina da pós-graduação tem sido muito gratificante, pois o foco é sempre na prática do mercado e é isso o que eu sempre espero de um curso, especialmente de gestão, como é o caso.

Como vocês sabem, tenho passado por uma imersão total no Evernote e estou utilizando a ferramenta para gerenciar absolutamente tudo na minha vida. Não poderia ter sido diferente com as aulas, então neste post eu vou explicar um pouco como venho fazendo e dando super certo, porque talvez possa ajudar outros professores que vivem por aí com seu monte de papéis.

Imagem: Theed Hub

Imagem: Theed Hub

Para começar, eu tenho uma tag de projeto com o nome da instituição e a turma. Assim: “! Instituição – Turma X”. Nessa tag, eu vou colocar absolutamente tudo relacionado a essa turma. Desde o início, quando estávamos no planejamento da disciplina, coloquei notas das minhas reuniões com as coordenadoras e informações diversas sobre as turmas, como por exemplo: em que pé está o TCC? que aulas já tiveram? Então, quando eu precisasse acessar algo relacionado a eles, bastava clicar nessa tag. Muito simples de administrar ao criar novas notas e mais fácil ainda de visualizar.

Também é extremamente útil para organizar trabalhos. Crio uma sub-tag dentro da tag principal da turma para cada trabalho. Em vez de pedir que me entreguem em formato de papel, peço que me enviem por e-mail. De lá, vai direto para o Evernote, onde eu tageio com a tag da turma e do trabalho em questão. No nome da nota, coloco o nome dos alunos, apenas para facilitar a visualização (mas, se eu tivesse um número enorme de turmas, ficaria inviável e deixaria o trabalho para a busca do Evernote mesmo).

Para professores que recolhem trabalhos e provas em papel, não há muito o que fazer além de ter uma pasta por turma. Pelo menos é como eu faria se fosse o meu caso.

Imagem: Evernote.com

Imagem: Evernote.com

Dá para usar o arquivo de referência rápida (termo do GTD) para as aulas também. Quando preparo uma aula, suponhamos, para o dia 4, basta deixar todas as notas relacionadas a ela marcadas com o dia 4. Isso é legal porque facilita na hora de visualizar o que vou precisar para aquela aula específica. Quem tem muitas turmas pode se beneficiar com isso, especialmente se dá mais de uma aula por semana.

Outra coisa que eu faço é clipping de notícias e artigos interessantes que eu quero usar nas próximas aulas. Como nosso curso precisa de atualização o tempo todo, gosto de trazer os exemplos mais recentes para utilizar em sala de aula. Utilizo uma expansão do Google Chrome chamada Clearly que serve exatamente para isso – ela manda o artigo direto para o Evernote. A nota entra no meu caderno default (Inbox), e quando processo eu uso a tag da turma em questão e a da aula (também uso sub-tags para aulas).

Tenho uma nota para cada aula e, nessa nota, eu faço um resumo de tudo. Primeiro ela é um brainstorm onde anoto o que o plano de ensino demanda e minhas ideias principais. À medida que vou montando a aula, vou adicionando mais informações ali. Coloco a agenda da aula, dizendo que fiz um exercício em sala, por exemplo, e faço um controle de quem entregou e quem ainda não entregou. Também subo o arquivo .ppt que usei em sala, além de linkar referências que utilizei para exemplificar (artigos, notícias, vídeos do YouTube). Vira um verdadeiro roteiro para a aula. Ah, e deixo a nota marcada com o dia da aula, claro.

Quando as aulas acabarem para esta turma, eliminarei as sub-tags e deixarei somente a tag principal da turma em projetos finalizados (uso para isso uma tag chamada “Status – Concluídas”).

Ainda lido com algumas coisas de papel, como o diário de sala. Como ele não fica comigo, mas sim na instituição (só pego na hora das aulas), não me atrapalha.

Também uso o Evernote para montar roteiros das aulas, salvar o plano de ensino e as apresentações de cada aula que eu dei.

Outras dicas que podem ser úteis para professores usarem o Evernote

– Criar um caderno para cada turma e compartilhar com os alunos, para eles terem acesso a todos os documentos que você precisar disponibilizar. Não faço assim porque sou chata com a minha estrutura de cadernos mas, além disso, a instituição onde estou dando aulas possui um canal oficial para esse tipo de coisa, então não há necessidade.

– Faça diários de classe com um resumo do que aconteceu na aula em questão. Você pode tomar notas como “fulano participou bastante do exercício tal” ou “não esquecer que fulana pediu para sair mais cedo”. Você também pode usar esse pequeno resumo/diário para escrever sobre seus sentimentos com relação à aula, se estava nervoso(a), se acha que conseguiu passar o conteúdo, comentários dos alunos etc.

– Considere escanear trabalhos e provas e arquivar no Evernote, já com seus comentários. Você pode usar a câmera do seu celular para isso, enviando direto para a ferramenta, ou usar um scanner portátil. Pode dar trabalho, mas pelo menos você não precisa manter esse monte de papel com você quando as aulas terminarem. E também é bacana ter um arquivo do que foi feito, quando a gente entrega as provas e trabalhos para os alunos e acabamos ficando sem referência daquilo. Você pode querer mostrar algum trabalho ou resposta a uma pergunta que algum aluno tenha feito lindamente, e tendo isso arquivado no Evernote você encontrará muito rápido para apresentar em sala.

– Professores que orientam TCCs podem usar o Evernote para arquivar as diversas versões de trabalhos dos alunos juntamente com os comentários. Também podem gravar as reuniões de orientação, caso precisem de uma referência depois.

– Professores de educação infantil podem utilizar para guardar referências, desenhos para colorir e ideias no geral para cada faixa etária, tudo organizado com tags específicas para facilitar a visualização.

– Você pode incentivar os seus alunos a usarem o Evernote também, tirar fotos do quadro branco com o celular, arquivar trabalhos etc.

No geral, o Evernote é uma excelente ferramenta para todas as frentes e eu estou apaixonada, de verdade! Mas o que realmente faz a gente se organizar não é a ferramenta, mas a disciplina, a criatividade, o método. E isso a gente tem que ter quando é professor, especialmente se lida com mais de uma turma! Eu estou apenas começando, mas acredito que as dicas possam ajudar alguns professores com mais experiência também.

Você é professora(a)? Utiliza o Evernote?

Feliz Dia dos Professores para nós! Meu primeiro. <3

Thais Godinho
15/10/2013
Veja mais sobre:
Aulas, Evernote, Papel, Professores
37
Limpe sua estante de livros
10 itens que você precisa comprar BEM quando você monta a sua casa
Organizando os projetos por prazo de conclusão

 

  1. Clarice 15/10/2013

    Oi Thais,

    Tudo bem?
    Conheci o Evernote através do seu blog e comecei a utilizar “pra tudo”, uma dúvida: – Você utiliza a versão premium? Avalia que vale a pena migrar para esta versão?
    Obrigada pelas dicas!
    abs

    • Marcus Vinicius respondeu Clarice 15/10/2013

      Ola Clarice,

      A pergunta foi pra Thais, mas vai uma dica. A Evernote fez uma parceria com a Vivo no Brasil e esta dando um ano da versao premiun para todos os clientes Vivo. Caso voce queira testar basta comprar um chip vivo, mesmo que seja pre pago, e vc tera um ano livre. Lembrando que nao precisa continuar usando o chip para que a conta continue premium.

      • Clarice respondeu Marcus Vinicius 15/10/2013

        OI Marcus,

        Obrigada pela dica!
        Vou testar?
        E você, já testou? gostou?
        abs

        PS – Thais, parabéns pelo dia d@s professores!

    • Thais Godinho respondeu Clarice 17/10/2013

      Eu uso a Premium. Acho que vale a pena fazer o teste com a versão gratuita e ver se atende. Ela é bem parecida com a Premium.

  2. Luciana 15/10/2013

    Olá Thais, adorei! Conheci o app através do blog e estou amando! Uma dúvida: quando vc fala em “tag” é “etiqueta” mesmo? E os cadernos? Ainda confusa nessas divisões.

    Um abraço!

    • Thais Godinho respondeu Luciana 15/10/2013

      Eu também. Estou reformulando tudo de novo.

      • Carlos respondeu Thais Godinho 15/10/2013

        Boa noite, Thais. Desculpe me intrometer, mas também acompanho (e assino) sua página, que me ajuda muito. Estou testando o GTD com o Evernote, mas também gosto do Neotriad (e da metodologia Triade do Christian Barbosa). No caso do GTD e Evernote posso sugerir a leitura do e-book do site do David Allen (davidco.com) que aborda a implementação do GTD com o Evernote, incluindo o uso das tags e dos notebooks.

        • Thais Godinho respondeu Carlos 17/10/2013

          Obrigada, Carlos! Eu já passei os olhos nesse e-book, mas confesso que não li com atenção. Vou fazer isso!

  3. Verônica R 15/10/2013

    Muito legal saber que você é professora. eu Leciona apar turmas de Educação Infantil e fundamental I e sempre fico perdida com o calhamaço de folhas que tenho com as atividades dos meus alunos.
    Pena que ainda não tem solução para folhas no ever note. Pode ser que no segmento do ensino Médio, seja mais usual usar emails e etc.
    Por enquanto eu tenho que fazer como disse: pasta para acada turma. Talvez um arquivo comum de pastas funcione também.
    bjs

  4. Gabriela Braga 15/10/2013

    Ei Thaís. Eu ainda estou resistente quanto ao uso de tecnologias… tenho 24 anos mas tenho uma dificuldade enorme em sair da zona de conforto. acho que é até por isso que não dei muito certo na minha área de formação (Marketing). Agora estou fazendo pedagogia. O meu material do curso de marketing ainda está todo guardado, uma bagunça na verdade, tenho medo de jogar algo fora que vá precisar depois, mesmo não trabalhando na área, ainda escrevo alguns artigos… e agora estou juntando mais bagunça com o material de pedagogia :/ queria saber organizar melhor desde agora, pra quando for professora de verdade já está acostumada com o ritmo… Desde que encontrei seu blog que estou nesse processo tenso de mudança sabe… não está sendo fácil, sou a rainha da procrastinação… mas não desisti e nem vou. e lendo, relendo, esmiuçando seu blog ganho muita força pra continuar tentando. Obrigada por existir Thaís.

    Sua fã
    Gabi

    • Thais Godinho respondeu Gabriela Braga 17/10/2013

      Digitalize e salve no computador, no Evernote ou em um HD externo.

      Obrigada, Gabi.

  5. Flávia 15/10/2013

    Thaís, como já disse anteriormente minha vida é bem parecida com a sua…2 empregos, marido, filhos e dou aulas no curso de graduação.
    Uma dúvida, como usar o evernote para e-mails?

    Abraços,

  6. Patricia 15/10/2013

    Olá, Thais! Estou adorando as dicas relacionadas ao GTD x Evernote. Ainda não consegui aplicar de forma prática o processo na minha rotina. Existe algum material de pesquisa que eu possa verificar exemplos de uso ilustrando situações do dia a dia? Criei os cadernos, as tags, no entanto, falta algo, acho que a engrenagem de como funciona. Ou então, estou apenas insegura de colocar pra frente. 🙂
    Obrigada!

    • Thais Godinho respondeu Patricia 15/10/2013

      Oi Patricia, vc viu o post com o fluxograma que eu postei outro dia? É basicamente o mapa da mina. =)

  7. Nilza 15/10/2013

    Eu acho o Evernote interessante, mas ainda estou engatinhando.
    Não achei meu sistema ainda quanto a etiquetas e cadernos.
    Por enquanto, tenho 4 cadernos. Um geral, um para armazenar textos e artigos, um para minha segunda casa e um para endereços úteis (médicos, lojas, pontas de estoque, etc).
    Como uso feedly, acho útil podem armazenar alguns textos que me interessam diretamente do Evernote.
    O lance das fotos ajuda muito, mas ainda estou no jardim da infância, massinha I.
    Bjs,

    • Thais Godinho respondeu Nilza 17/10/2013

      Nilza, é uma verdadeira arte definir cadernos e tags no Evernote. Tem que ir testando mesmo. O bom é que é super fácil de mudar.

  8. Larissa 15/10/2013

    Oi Thais,

    Tudo bem?

    Acompanho seu blog desde o final do ano passado.Com o passar do tempo fui amadurecendo a ideia de como me organizar e o seu blog fez e faz desse processo. Parabéns pela iniciativa e por compartilhar seu conhecimento com todos os leitores.

    Aproveito a oportunidade para sugerir que você poste ou indique referências de algum material a respeito de como o GTD pode ser implementado no One Note.

    Obrigada pela sua atenção e sucesso em sua vida.

  9. Gabi Droichi 15/10/2013

    oi Thais, tudo bem? Muito útil o post, sou professora e tenho tentado muito me organizar de uma maneira mais prática e funcional. Pretendo usar muito do que vc falou, mas sinto bastante dificuldade, assim como a Patricia. Você acha que ler o livro do David Allen poderia ajudar? Veja, já li o fluxograma do GTD no evernote, assim como todos os outros posts do assunto no blog, mas ainda tenho dificuldade de entender e encaixar alguns conceitos.
    Obrigada, Beijos!

  10. Aline Moreira 15/10/2013

    Oi, Thais!

    Sempre tive uma preguicinha pra transferir as minhas listas do Lembretes do iCloud pro Evernote, mas esse post foi a motivação. Estou perdendo o controle das minhas turmas. Sei que disciplina vai contar e muito (como sempre), mas acredito que desta vez vai dar certo.

    Parabéns pra nós!

    Um beijo!

  11. Lorena Brandizzi 16/10/2013

    Olá Thaís,
    Eu amo seu blog!!! Leio sempre que tem uma nova postagem e vivo falando dele para meus amigos e familiares. Eu sou professora de inglês e comecei a utilizar o Evernote para compartilhar cadernos com alunos. Nele eu posto vídeos, arquivos de áudio e outros materiais que seriam pesados demais para mandar por e-mail.
    Recentemente comecei a anotar algumas ideias para aula. Assim que a ideia aparece eu abro o aplicativo no celular e anoto para não esquecer.
    Eu queria te perguntar se seria possível você nos disponibilizar uma lista de bons livros sobre organização. Eu li o Equilíbrio e Resultado e gostei, apesar de achar a escrita do Christian muito superficial e um pouco inclinada para o “senso comum”, por assim dizer. Como disse, eu gostei e estou tentando adotar muitas das dicas dele. Mas gostaria de ter acesso a livros mais “elaborados” sobre organização. Se algum dia for possível, publique uma lista para nosotros!!!
    Obrigada pela atenção!
    Lorena Brandizzi

  12. Vanessa 16/10/2013

    Oi Thais,

    Após seus post sobre o Evernote senti motivação… Hoje, acredito que não vivo mais sem ele.
    Muito grata!!!
    Um grande abraço e saiba que seu blog é maravilhoso!!!

  13. Rafael Danigno 17/10/2013

    Feliz dia dos professores, Thais! Um dia eu chego lá! 🙂

  14. Andrea 22/10/2013

    Adorei o post! Eu sou professora e comecei agora a usar o Evernote, com as dicas do seu blog. Mas confesso que ainda me perco um pouco com a organização das pastas…

  15. Fernanda Soares 17/11/2013

    Amei a dica!
    Sou professora e já vou colocá-la em prática.
    Obrigada, Thais.

  16. Denize Diniz 22/01/2014

    Thaís, gosto muito do seu blog, parabéns!!! Ele é maravilhoso…

    Através dele conheci o evernote e depois de ler alguns posts fiquei muito interessada e resolvi adotá-lo também para organização das minhas contas, tarefas, entre outras.
    No seu blog vi que você faz um link do GTD no evernote, como não conheço muito bem esse método resolvi ir adequando as minhas necessidades.

    Estou tentando encontrar os livros indicados por vc, mas ainda não encontrei… mas por favor, me tira uma dúvida… Ex: Quando eu coloco uma nota com a fatura e comprovante de pagamento de uma conta na TAG: Arquivo/Contas Pagas/Comgás ele também fica registrado no caderno Ex: Arquivo… isso está correto? ele sempre ficará em dois lugares? mas o obj da etiqueta é para facilitar e agilizar na hora de encontrar o documento?

    Muito obrigada

    • Thais Godinho respondeu Denize Diniz 22/01/2014

      Os livros estão na página “Recomendo”, ali em cima no menu.

      Caderno é uma coisa, etiqueta é outra… Tem gente que não usa etiquetas, tem gente que só usa etiquetas… é pessoal. =)

  17. Caio Vinícius 24/05/2017

    Olá, Thais!

    Sei que essa postagem é bem antiga, mas me foi muito útil!
    Eu estou prestes a iniciar algumas aulas de inglês aqui no meu bairro. Nós temos um problema de falta de oportunidade e recursos, e como sou professor e estou procurando algo novo para fazer, resolvi depositar algumas de minhas fichas em um projeto social. Suas dicas do Evernote me ajudarão muito a organizar minhas aulas, principalmente porque, como já disse, temos um grande problema de falta de recursos, então o aplicativo será muito útil para mim.

    Grato pela postagem!