July 2013

Posts no mês July 2013.

31 Jul 2013

Concorra a R$200,00 em produtos para organização

sorteio-toz-3107

A Tudo Organizado, parceira do blog, lançou a promoção Mania de Organização e premiará com R$200,00 em vale compras a mania de organização mais diferente.

Para participar, é só acessar aqui a página da promoção e cadastrar sua frase.

O sorteio será no dia 12/08/2013 e você ainda pode compartilhar com os fãs da Tudo Organizado uma foto da sua mania, usando a hashtag #maniadeorganizacao. Lembrando que, para participar da promoção, só é necessário cadastrar a frase.

Boa sorte!

Este post é um publieditorial. Entenda como funciona.

A realização do sorteio é de inteira responsabilidade da loja Tudo Organizado, cabendo ao Vida Organizada somente a divulgação.

31 Jul 2013

Como organizar a geladeira

Saber como organizar a geladeira é importante porque estamos falando dos alimentos que vamos ingerir, ou seja, nossa saúde. Muitas pessoas não sabem como organizar seus alimentos na geladeira e acabam perdendo-os mais rápido. Se for o seu caso, confira este post com algumas dicas para organizá-la.

Imagem: SESI

Imagem: SESI

  • Tire tudo de dentro da geladeira para poder limpá-la.
  • Descarte os alimentos vencidos ou estragados.
  • Pequenas sobras de comida podem ser armazenadas em potes de plástico ou de vidro. Prefira os transparentes e em formato quadrado ou retangular, que se encaixam nos cantos. Guarde as sobras juntas para ficar mais fácil de visualizar no dia a dia e não desperdiçar.
  • Carnes devem ser guardadas no congelador ou no lugar mais frio da geladeira, se o consumo for no mesmo dia. Nunca lave as carnes.
  • A gaveta grande da geladeira serve para manter os legumes e verduras frescos. Procure manter esses alimentos em saquinhos, pois isso aumenta a sua durabilidade e ainda mantém a gaveta limpa.
  • Somente as frutas maduras ou já cortadas devem ser guardadas na geladeira. O restante pode permanecer em temperatura ambiente.
  • Na porta, dê preferência para bebidas e todos os mantimentos que forem armazenados em garrafas ou potes.
  • Ovos não podem ser guardados na porta, pois estragam mais rápido.
  • Procure etiquetar todos os alimentos guardados em potes de plástico ou vidro, tanto na geladeira quanto no congelador. É interessante colocar também a data de validade em cada uma das etiquetas. Existem etiquetas reaproveitáveis vendidas em lojas de produtos organizadores.
  • Você pode usar cestos de plástico para setorizar os alimentos na geladeira, se as prateleiras forem grandes.
  • Quem tem crianças em casa pode ter uma cestinha para lanches e petiscos na altura dos pequenos, para que eles mesmos tenham acesso.
  • Você também pode ter uma cestinha para artigos do café-da-manhã- assim, quando puser a mesa, basta pegar a cestinha com tudo dentro.
Tome cuidado para não sobrecarregar a geladeira, pois o ar precisa circular. Por esse motivo, evite colocar toalhinhas e outros tipos de obstruções nas prateleiras.

Veja o tempo de vida de cada alimento

Peixe – 1 dia

Frango – 2 dias

Carne – 1 a 2 dias

Salsichas e bacon – 7 dias depois de abertos

Sopas e carnes cozidas – 3 a 4 dias

Maionese industrializada – 2 meses depois de aberta

Frios – 3 dias

Ovos – 15 a 30 dias

Sobras – 1 a 2 dias

Leite – 2 dias

Doces – 3 dias

Legumes e frutas – 3 a 7 dias

Verduras e temperos – 2 a 3 dias

Molhos – 20 a 30 dias

Organizar direitinho a geladeira faz com que você economize dinheiro e não desperdice alimentos.

Sua geladeira está organizada?

30 Jul 2013

Minha rotina diária {2}

Tenho um post de 2010 com a minha rotina diária e, relendo, quis fazer uma edição de como está a nossa rotina hoje em dia para comentar com vocês. Segue:

  • arrumar a cama (1 minuto) - continuo fazendo isso pela cama e continua sendo rápido. nesses dias de inverno tenho acordado mais tarde e às vezes não arrumo, mas meu esposo arruma durante o dia. gosto de deixar a cama arrumada porque organiza 90% do quarto em poucos segundos.
  • me vestir, arrumar o cabelo, fazer maquiagem (5 minutos) - me visto rápido porque já deixo a roupa separada na noite anterior, mas minha rotina de beleza deu uma mudada. agora, levo cerca de 15 a 20 minutos para me arrumar, dependendo do que vou fazer no cabelo e do tempo que tenho disponível pela manhã.
  • trocar as lixeiras (2 minutos) - meu marido que sempre faz isso. eu acabo trocando quando vejo e já estou por ali agitando e limpando outras coisas, mas definitivamente não é todo dia, pois ele que assume essa tarefa.
  • tirar o pó dos móveis (5 minutos) - não fazemos mais isso todos os dias. desapeguei legal. tiramos o pó uma vez por semana ou sempre que há necessidade (por exemplo, se o rack estiver empoeirado, eu não vou esperar até daqui a três ou quatro dias para tirar o pó).
  • varrer os quartos (5 minutos) - em vez de varrer, meu marido passa o aspirador de pó todo dia. usamos aquele aspirador mais leve e é muito rápido passar em todo o apartamento. fazemos isso porque o piso é branco e dá aflição ver sujeira nele.
  • guardar o que está fora do lugar (15 minutos) - continuo tendo essa rotina diária e é um dos meus triunfos – com pouco tempo todos os dias, a casa vai se mantendo nos eixos.
  • fazer comida (janta/almoço do dia seguinte) (de 30 minutos a 1 hora) - meu marido que assumiu totalmente essa função. eu fico com a salada, que faço na hora, ou alguma carne grelhada. não levo mais que 10 minutos fazendo isso.
  • recolher a roupa suja (1 minuto) - também continuo fazendo diariamente e continua sendo rápido.
  • guardar as roupas limpas (15 minutos) - confesso que às vezes tenho preguiça, mas todos os dias eu guardo as roupas limpas, nem que seja uma parte delas. o que acontece é que realmente não tenho tempo para guardar como eu gosto, então guardo aos pouquinhos. agora no inverno está mais tranquilo porque não estamos lavando roupas todos os dias, mas no verão essa prática de guardar tem que ser diária para não virar bagunça.
  • separar a roupa para usar no dia seguinte (10 minutos) - continuo fazendo, mas às vezes não – sem obrigatoriedade, é mais um hábito mesmo.
  • limpar a pia do banheiro (5 minutos) - faço aquela limpeza básica com a mão mesmo, mas limpeza completa só 1x por semana.
  • limpar a mesa e a bancada da cozinha (3 minutos) - idem acima.
  • lavar a louça (5 minutos) - meu marido lava. eu lavo o que eu uso na hora mas, quando não tenho tempo, ele lava tudo.
  • zerar e-mail (15 minutos) - tem que fazer todos os dias senão vira um caos.
  • zerar caixa de entrada (5 minutos) - confesso que não vejo isso todos os dias, mas uma vez por semana, durante a revisão semanal.
  • zerar google reader (15 minutos) - uso o feedly hoje em dia, mas continuo com esse hábito.
  • conferir notícias das áreas dos meus sites (15 minutos) - já faço lendo os feeds.
  • atualizar os meus sites (mais ou menos 30 minutos cada, mas depende) - hoje em dia prefiro pegar dois blocos durante a semana e escrever a maior quantidade possível de textos, pois nem todos os dias estou inspirada para escrever no blog.
  • dar a vitamina do meu filho (1 minuto) - ele não toma mais, mas eu tomo, então continua na rotina.
  • limpar a banheira e  reabastecer fraldas (5 minutos) - banheira não mais. fralda ele usa, mas muito pouco (somente para dormir e para viajar). reabastecemos duas vezes por mês.
  • trabalhar no meu livro (1 hora) - infelizmente não posso dedicar 1h por dia a isso. faço ao longo da semana, sem períodos definidos.
  • ler um pouco de cada um dos livros que estou lendo no momento (30 minutos) - isso eu continuo fazendo e é um hábito que me esforço para manter porque me faz muito bem.

Além disso, eu também incluí na minha rotina:

  • cuidar da pele (depois do banho, 5 minutos);
  • deixar minha mochila da academia sempre pronta (2 minutos).
29 Jul 2013

Consultoria de organização com o método GTD

Imagem: Life Hack

Imagem: Life Hack

Muitas pessoas me procuram buscando uma consultoria de organização, pois têm dificuldades em encontrar o caminho sozinhas. Apesar de amar ajudar as pessoas a se organizarem (afinal, para isso tenho o blog), infelizmente não posso me dedicar integralmente a uma por uma, pois este não é o meu trabalho principal.

Por esse motivo, eu pensei durante muito tempo em qual seria a solução ideal, e cheguei à conclusão de que deveria estabelecer algum tipo de parceria. O parceiro deveria ter tudo a ver com o blog e respeitar os leitores como eu respeito.

Nesse meio-tempo, tive uma conversa muito bacana com o Daniel Burd, da Call Daniel (única empresa certificada pela David Allen Co. no Brasil), e a empatia foi imediata. Em uma conversa posterior, ele me convidou para integrar o time, coordenando as ações de marketing da empresa. Topei! Esse é um trabalho que faço em paralelo com o meu emprego atual, mas que tem tudo a ver com os meus objetivos e é uma oportunidade de aplicar toda a minha experiência na área de marketing no meu assunto preferido, que é organização e gestão do tempo.

Mas o melhor de tudo foi a oportunidade de trabalhar com pessoas tão dedicadas em ajudar as outras. Vocês sabem que, com o blog, a minha missão é inspirar as pessoas a serem suas próprias personal organizers. E o que eu descobri é que o que a Call Daniel faz é justamente isso: ensinar a pescar, sabe? E não dar o peixe. Os treinamentos, que podem ser tanto individuais quanto em grupo, são voltados justamente à autonomia da pessoa, para ensiná-la a colocar ordem na vida e ter mais produtividade com menos estresse.

É tão difícil encontrar pessoas com um ideal, que queiram ajudar as outras a se sentirem bem, a transformar suas vidas… acho que todo mundo sabe disso. Hoje em dia, lucro é o que importa. Então, quando eu encontro algo que eu realmente me identifique, e com o qual ainda tenha a oportunidade de contribuir um pouco, me sinto privilegiada.

Como meu estilo de vida atual não me permite prestar consultoria de organização a todos que me procuram com essa finalidade através do blog, a parceria é ideal. Então posso dizer com segurança que, se você quer se organizar, e quer uma orientação para os primeiros passos, para depois levar adiante como hábito em sua vida, eu indico a Call Daniel. Os treinamentos são todos baseados no método GTD (ou seja, nem preciso dizer que é puro amor) e eles têm muuuito mais autoridade que eu para tratar o assunto, visto que o Daniel é o único profissional no Brasil INTEIRO certificado pela companhia do David Allen nos Estados Unidos (David Allen é o criador do método GTD e autor do livro homônimo).

A CD também tem modalidade de treinamentos para equipes profissionais – ou seja, se você trabalha em uma empresa e gostaria que sua equipe se organizasse para melhorar a produtividade e a qualidade de vida, também pode contratar um treinamento in company. Além de palestras, por exemplo. Enfim, vale a pena conferir e entrar em contato.

Para mim, é um passo muito importante escrever sobre a Call Daniel aqui, pois é a oficialização de algo que começou em junho e me deixou muito feliz e deu um pouco mais de coerência para a minha vida (cuidar do marketing de uma empresa que faz treinamento com base no GTD? #minhacara). E eu jamais traria ao blog algo que não fosse especial e útil de verdade para os meus leitores, porque sei que tem muita gente que realmente precisa ou simplesmente quer essa orientação mais particular ou específica, que vai além do escopo do blog.

Como eu estou me equilibrando para dar conta de dois trabalhos e todo o resto? Isso já é assunto para outro post! XD

28 Jul 2013

Linkagem de domingo {60}

Toda semana eu separo alguns links que gostei e que talvez sejam interessantes para os leitores do blog. Os desta semana são:

Bom domingo!

 

27 Jul 2013

Dormir com o filhote no inverno: estraga a rotina? Como fazer

Imagem: Unruly Things

Imagem: Unruly Things

Já comentei em um post específico como ter uma rotina auxilia no bem-estar e no sono de bebês e crianças no geral. Dá uma passadinha lá, se for o seu caso, porque fiz um apanhado geral de dicas.

Aqui em casa nosso filho tem seu próprio quarto, dorme sozinho e tem uma rotina de sono, que venho implementando gentilmente desde que ele era um bebê. Meu marido dá umas bagunçadas nessa rotina, mas meu trabalho no começo foi tão consistente (ufa) que o nosso filhote se acostumou à sua rotina (que não é rígida, apenas respeita seu horário natural).

No frio, no entanto, confesso que fico com dó de deixá-lo dormir sozinho. Não temos aquecedor em casa, as janelas do apartamento deixam passar friagem mesmo quando fechadas e as cortinas grossas não têm sido suficientes. Como a nossa cama é grande (queen), eu prefiro que ele durma conosco. Mesmo que a gente tenha menos liberdade de movimentos (afinal, ele tem três anos e se esparrama como ninguém), sinto que ele fica mais quentinho porque ele não gosta de se cobrir. Mesmo colocando roupas bem quentinhas, eu curto dormir com ele.

Mas tem todo aquele medo de ele ficar mal-acostumado, não é mesmo? Então uma coisa que eu tenho feito aqui em casa e tem dado certo é a seguinte:

A cada noite, fazemos tudo de um jeito diferente. A ideia é não criar outra rotina, mas mostrar que são ocasiões especiais. Então em um dia eu o coloco para dormir abraçada com ele (amo muito), no outro dia ele dorme no quarto dele, no outro ele dorme conosco só mais tarde, e assim por diante.

Já fizemos isso no ano passado e funcionou, sem que ele ficasse desacostumado. Mas olha, ontem mesmo fui tentar colocá-lo na nossa cama e ele estava roncando, nem aí para mim. Então deixei ele lá. Resultado? Acordou espirrando e com a perninha gelada. Fiquei morrendo de dó. Por isso, pensei comigo que são somente alguns dias e vamos colocando-o para dormir conosco.

Além de a criança se sentir protegida, e aquecida, claro, para os pais é uma delícia. Sei lá, eu me sinto muito mais tranquila dormindo com meu filho nos braços. Nos últimos dias ele tem estado uma fofura só, me pedindo para abraçá-lo, fazendo carinho no meu cabelo etc. Como não passo muito tempo com ele durante o dia, esses momentos são importantes para a gente e eu amo demais, como se o tempo parasse mesmo.

Sei que quem não é a favor de cama compartilhada pode achar a ideia absurda. Este post é só um relato mesmo da nossa experiência e de como temos feito para que ele não fique “mal-acostumado” a dormir conosco. Não espero mudar a cabeça de ninguém.

Espero que ajude um pouco quem estava com dúvidas se faria isso ou não, apesar de morrer de vontade de fazer. <3

26 Jul 2013

5 produtos de beleza que têm me ajudado na rotina nesse inverno

260713-inverno

1. Sabonete Dove esfoliação diária. Eu adoro comprar sabonetes novos e testá-los mas, no inverno, o único que funciona é o sabonete da Dove. Minha pele fica muito ressecada durante o banho e ele é o único que deixa ela ok. Gosto desse que tem micropartículas para esfoliação diária porque tenho a sensação que “limpa mais”.

2. Avon Solutions Banishing creme clareador de olheiras. Comprei esse creme sem muitas esperanças pela revistinha da Avon da minha sogra e fiquei surpresa com os resultados! Como vocês podem ter percebido, tenho olheiras, que são hereditárias (minha mãe parece um panda), não importa o quão descansada eu esteja. E vocês podem imaginar que, há anos, eu venho testando algumas soluções para amenizar. Esse foi o primeiro creme que deu resultado. Já tinha experimentado outros da Avon mesmo e não tinha visto diferença. Passo todos os dias antes de ir dormir e lavo o rosto pela manhã.

3. Esfoliante corporal Nivea. Eu não gosto de usar sabonete em algumas partes do corpo, como braços, ombros e pernas, pois acho que elas precisam de uma renovação celular mais frequente. Prefiro usar um esfoliante corporal feito para passar no banho mesmo, com um pouco de sabão, como esse da Nivea, que uso já há cerca de três anos, dia sim, dia não.

4. Natura Chronos Hydra noite. Creme hidratante da Natura para o rosto, para passar de noite. Toda vez que acaba o meu hidratante facial noturno, eu acabo experimentando um novo para ver se finalmente encontro o meu ideal. Atualmente, estou usando esse da Natura e tenho gostado bastante. Não deixa a pele oleosa e eu sinto que hidrata mesmo. Vamos ver os efeitos até o final do frasco. Uso diariamente, após o banho ou antes de dormir.

5. Creme hidratante Tresemmé Keratin Smooth. Descoberta do ano para mim. É um creme hidratante para pontas duplas, que uso nos dias após natação (porque meu cabelo fica muito ressecado com o cloro da piscina da academia), ou seja, de duas a três vezes por semana, somente. Faço a hidratação durante o banho mesmo e meu cabelo está muito bom, sedoso e hidratado. Meu cabelo é daqueles que ficam oleosos na raiz muito rapidamente (preciso lavar todos os dias) e ressecado nas pontas. Posso dizer que pela primeira vez em muitos anos tenho sentido que meu cabelo está bom de verdade, sem exagero. Aliás, a ideia para escrever este post nasceu do meu deslumbramento com esse produto.

Este post não é um publieditorial. Quis comentar os produtos de beleza que incorporei à minha rotina nesse inverno, pois cuidar do corpo faz parte da organização dos cuidados pessoais. Gostaria de convidar você a postar nos comentários: qual o produto de beleza que você está mais usando nesse inverno? Vou adorar as indicações!

Obrigada por tudo, pessoal.

25 Jul 2013

Por que eu me organizo?

dreams

“Sonhos não funcionam se você não fizer alguma coisa”

Esses dias estava me perguntando por que, afinal, eu gosto de organizar as coisas. Como a resposta me pareceu interessante, resolvi escrever aqui para vocês.

Há alguns anos, eu resolvi simplesmente abrir mão dessa organização. Não que eu tenha me tornado bagunceira, mas eu deixei as rotinas de lado e parei de pensar em objetivos. Queria viver um dia de cada vez, sem pensar no futuro. O resultado? Pedi demissão de um emprego que não me acrescentava mais nada, comecei uma faculdade que eu queria há tempos e tive tempo para ler muito, estudar, ficar mais intelectualizada e pensar em mim.

Tudo isso é muito bonito mas, na prática, significou ficar desempregada, entrar em uma faculdade que, quando eu começasse a trabalhar, teria que trancá-la (porque não tinha mais tempo) e deixar de guardar dinheiro para uma situação que ficou complicada mais tarde, quando meu pai ficou doente.

Desempregada em si eu não fiquei, porque fazia trabalhos freelancers diversos e trabalhava em casa. Mas eu realmente estava sem emprego, sem um salário fixo e sem contribuições com o INSS. Nada de garantias, décimo terceiro etc. Além do que, a faculdade era paga, eu precisava comprar livros e pagar transporte. Apesar de ter dinheiro guardado, não preciso dizer que ele logo começou a me fazer falta.

E o mais engraçado de tudo foi o seguinte: eu me sentia perdida. Foi um momento de descobertas, sem dúvida, mas, sem saber para onde eu iria, eu me sentia até certo ponto depressiva. Foi difícil. Quando percebi que viver sem objetivos estava me deixando naquele estado, resolvi voltar a ser como eu sempre fui e as coisas começaram a entrar nos eixos.

Refleti longamente sobre o meu papel enquanto ser humano vivo neste planeta e percebi que queria algumas coisas. Queria ser mãe. Queria me casar. Queria voltar a ter um emprego, pois adoro a minha área (Publicidade). Quando eu defini esses objetivos, no mesmo ano eu estava em um bom emprego na minha área, meu namorado (atual marido) e eu fomos morar juntos e eu fiquei grávida. Incrível como a lei da atração exerce influência sobre a gente. Basta focar.

A partir de então, eu decidi que não viveria mais sem objetivos, porque eu preciso deles. Nem que sejam de curto prazo, mas preciso, porque eles são o meu norte. Isso não significa que eu já saiba o que quero estar fazendo daqui a 50 anos (apesar de que, para algumas coisas, sim), mas significa que eu sei o que quero que aconteça em determinadas áreas da minha vida.

De nenhuma maneira estou dizendo que esse é o jeito certo de fazer as coisas e viver a vida, mesmo porque não existe fórmula correta para isso, como todos sabem. Isso é como eu me sinto e essa é a experiência que posso passar para vocês.

Eu me organizo, enfim, porque sei que, assim, eu consigo fazer as coisas acontecerem na minha vida. Eu trabalho bem com metas, listinhas, planejamento. A organização tem muito disso né, de a gente saber que não perde tempo na vida. Tenho pavor de chegar daqui a cinco anos, por exemplo, e descobrir que eu deveria ter começado a pensar em algo com antecedência e que isso prejudicou minha vida de alguma forma. Nosso carro. Se eu tivesse me informado melhor, poderia ter feito um consórcio há uns três anos e ter comprado o carro mais barato do que com o financiamento atual. Ou você pode perceber, com 30 anos de idade, que poderia ter guardado 200 reais por mês para dar entrada em um apartamento dez anos mais tarde. Enfim, a organização faz a gente se programar e otimizar todo o processo, mas algumas coisas vêm só da experiência de vida mesmo.

O fato é que a organização me mostra que praticamente tudo é possível! Se eu quiser ir morar na Itália quando tiver 50 anos, oras, vou me planejar para isso! Se eu quiser faculdade daqui a três anos, basta planejar. Se eu quiser abrir um negócio, igualmente.

Eu também costumo ter um pensamento positivo e pró-ativo com relação à minha vida. Eu não consigo imaginar nada que eu não possa fazer, porque todos os seres humanos são iguais. Já vi gente que não tinha nada ficar milionário e gente muito rica perder tudo. Já vi gente que estava à beira da morte viver mais 30 anos porque mudou sua atitude. Então eu nunca me conformo com situações porque o poder de mudança é algo que todos nós temos.

Tenho uma amiga que, sempre que me vê estudando, fala assim: “aff, não sei como você aguenta, eu não gosto de estudar, nunca conseguiria fazer tal coisa”. Eu falo para ela: “poxa, se você decidisse começar a gostar, acabaria dando um jeito”. Tem uns professores que dizem “se você não gosta da matéria X, passe a amá-la a partir de hoje!”. Quando a gente muda a nossa atitude, o resto começa a mudar.

Bom, eu já viajei nesse post! Mas acho que consegui passar para vocês o motivo pelo qual me organizo: porque valorizo meu tempo na Terra. Porque quero aproveitar bem, fazer tudo o que eu quero fazer e o que acredito ser o melhor que possa proporcionar às pessoas que eu amo e me preocupo. A ideia de “perder tempo” me apavora, pois nunca sabemos o dia em que vamos morrer e eu não quero, quando esse dia chegar, concluir que deveria ter feito isso ou aquilo. Eu não gosto de deixar meus sonhos para depois, e eu gostaria que vocês fizessem o mesmo. Afinal, a vida é uma só. VIVA!

24 Jul 2013

Use um caderno para anotar suas ideias e tarefas que precisa fazer

Imagem: Pinterest (sem fonte)

Imagem: Pinterest (sem fonte)

Eu utilizo um método de organização chamado GTD e, nele, um dos principais conceitos é o de esvaziar a mente para poder ter clareza das coisas. E como se esvazia a mente? Passando as informações para um lugar confiável, é claro!

Na checklist de julho eu sugeri a você que usasse um caderno para anotar ideias e tarefas que precisa fazer. Existem tantas maneiras de fazer isso quanto há pessoas no mundo, pois cada um tem o jeito que funciona para si.

A recomendação básica, para quem nunca fez nada relacionado, é simplesmente começar! Arranjar um caderno e uma caneta, andar sempre com eles e anotar sempre que lembrar de algo que precisa fazer ou ideias interessantes. Você pode inserir a data de hoje e fazer embaixo as anotações que aparecerem ao longo do dia, assim como sentar durante 10 minutos e listar tuuuudo o que precisa fazer e que está na sua cabeça. Você também pode dividir o caderno por seções, ou usar uma agenda.

A lição importante deste post é a seguinte: registre suas ideias. Tem gente que tem o maior orgulho de dizer que consegue guardar tudo na cabeça, e eu fico com um pouco de pena pensando: “gente, mas qual a necessidade disso?”. Escreva em um caderno. Coloque no papel. Deixe sua mente livre para pensar em coisas mais importantes – conseguir raciocinar sem ter um pensamento te pentelhando o tempo todo porque você não pode se esquecer dele, por exemplo.

Como eu disse, a maneira como você vai organizar essas informações depende muito do seu estilo de vida e das suas necessidades. É claro que o fator principal de sucesso é fazer uma revisão constante do que você passar para o papel, para nunca deixar nada se perder. Para ajudar, veja alguns outros posts do blog que servem como referência:

E você, já usa um caderninho?

23 Jul 2013

Destralhe os armários do banheiro

Imagem: Martha Stewart

Imagem: Martha Stewart

Destralhar os armários do banheiro é uma atividade que faço frequentemente, pois sei o quanto juntamos de coisas nesse lugar. São cosméticos que compramos, não usamos e perderam a validade, frascos que ficaram vazios e mantivemos ali, produtos que estragaram de alguma maneira ou outros que compramos e simplesmente não utilizamos. Dar uma olhada de vez em quando pode ajudar a manter o armário em ordem.

Em casa temos dois banheiros, o que facilita a organização (fica um para os meninos e outro para mim). Mesmo assim, falta espaço porque existe somente o armário embaixo da pia para guardar TUDO e os banheiros são pequenos (não dá para colocar uma estantezinha, por exemplo). Desse modo, essa revisão do que tem em cada armário se torna ainda mais importante para mantermos somente o que for realmente essencial lá.

Como é um ambiente de muita umidade, também é bom tomar cuidado para manter arejado. Sempre que eu me lembro, deixo as portas dos armários abertas para ventilar um pouco (confesso que com uma frequência menor que a considerada ideal).

Eu já tenho o hábito de fazer o destralhamento em casa todos os dias – pego uma sacolinha na mão e vou “varrendo” a casa, pegando tudo o que não deveria estar mais ali – papéis, lixo, embalagens vazias e o que mais aparecer. E é engraçado como todos os dias eu consigo praticamente encher uma sacolinha, porque todos os dias usamos coisas e essas coisas acabam, deixando rastros.

Desse modo, quando eu vou destralhar os armários do banheiro, sem frequência certa (chuto que faço isso a cada dois ou três meses), meu trabalho é basicamente o de conferir a validade dos produtos e tirar o que não foi usado e jamais será. Minha sogra vende produtos da Avon, Natura etc e eu sempre acabo comprando alguma coisa para experimentar, mas é frequente comprar alguma coisa que eu não gostei e ela ficar ali. Quando faço essa revisão, acabo tirando e dando para outra pessoa, pois não gosto de ter nada parado em casa. Se venceu a validade, jogo fora.

É fundamental fazer essa revisão para valorizar o espaço que você tem e manter em casa somente o que for útil para você. Portanto, aproveite esse item na checklist desse mês para destralhar o armário do seu banheiro e ficar surpresa(o) com a quantidade de coisas que você vai tirar de lá!