Este post pode parecer estranho, mas eu estava pensando nesse assunto recentemente e vi que não é tão absurdo assim. Levante a mão quem nunca encontrou um amigo e se despediu com um “precisamos fazer isso mais vezes!” que durou meses ou até anos? Quem nunca se lamentou por ter deixado uma amizade esfriar pela distância? Ou ficou triste porque não conversa há tempos com alguém que gosta muito? Talvez a organização possa ser útil para os relacionamentos também, então aqui vão algumas dicas para manter as amizades:

Use a sua agenda

Anote os aniversários das pessoas queridas na sua agenda e seus telefones para ligar sempre que tiver vontade. Não existe nada pior que querer conversar com alguém e não encontrar o telefone porque já jogou fora a sua agenda do ano anterior, quando foi a última vez que se falaram! Eu sei que hoje, com as agendas dos celulares, isso quase não acontece, mas ainda assim eu recomendo um sistema mais seguro para guardar esses números, como a boa e velha agenda de papel ou a agenda do seu e-mail. Pelo menos assim eles estarão mais seguros que em um chip ou na agenda de um ano específico.

Pense nos aniversários como a data mínima para conversar com esse amigo ou amiga. Ao menos uma vez por ano você entrará em contato, o que é melhor do que nada! Hoje em dia o tempo passa tão rápido que acontecimentos de dois anos atrás parecem ter sido há poucos meses. Quem sabe se telefonando para dar os parabéns você não acabe sendo convidado para uma confraternização? E aí, se você puder comparecer, será uma excelente oportunidade para renovar a amizade e marcar encontros futuros. Faça isso!

Marque encontros regulares

Todos nós temos nossos melhores amigos – aqueles três ou quatro que estão sempre conosco para o que der e vier mas, na correria do dia a dia, acabamos não nos falando tanto quanto gostaríamos. Sempre que eu combino de sair com as minhas amigas, fico me lamentando por vê-las tão pouco. Dessa forma, decidimos criar uma periodicidade de dois meses para fazermos algo juntas! Ou seja, a cada dois meses, marcamos algo para nos encontrarmos! Não precisamos estar todas juntas, mas eu com alguma delas ou todas juntas, se estivermos disponíveis. Como algumas de nós moramos em cidades diferentes, foi uma solução viável e que tem dado certo!

Assim, marque algo com um de seus amigos ou toda a turma para daqui a um mês, por exemplo, quando provavelmente ninguém terá compromisso marcado ainda e todos terão disponibilidade. E, depois de um tempo, marque novamente. Tenha isso como uma tarefa regular aí no seu sistema de gerenciamento de tarefas, e coloque um lembrete para não se esquecer de marcar.

É claro que a periodicidade varia de pessoas para pessoa e de situação para situação. Existem amigos que se vêem uma vez por semana, assim como tem amigos que se vêem somente uma vez por ano. De qualquer forma, crie essa periodicidade para não se esquecer.

Eu decidi fazer isso porque percebi que estava vendo minhas melhores amigas somente nos aniversários delas, o que é muito injusto. Dessa forma, a gente conseguiu se ver mais e nunca existe aquele sentimento de saudade ou de culpa por não estarmos nos vendo tanto.

Entre em contato mais vezes

Da mesma forma que você pode fazer para os encontros, também pode estabelecer uma periodicidade para se comunicar com os seus amigos. Eu não tenho isso anotado (até deveria), mas procuro ao menos uma vez por semana enviar um recado no Facebook ou um SMS para as minhas melhores amigas.

Para amigos não tão chegados, mas ainda assim queridos, também entro em contato de tempos em tempos. Recados pela Internet são mais fáceis e mais rápidos, e menos íntimos que um SMS, por isso os prefiro.

O legal de redes sociais como o Facebook é a possibilidade de ver quando é o aniversário de um amigo que você não conversa há tempos e, assim, puxar uma conversa para saber como a pessoa está.

Faz bem se relacionar. Faz bem ter amigos. Não podemos deixar uma amizade morrer por descuido. Organize-se com essas dicas simples e veja como ficará com a sensação de dever cumprido depois de implementá-las.

21 Comentários

  1. Thais, muito oportuna sua postagem de hoje! Como já disse a você, virei fã do seu blog e todos os dias dou uma passadinha por aqui! Já percorri todas as publicações anteriores também. E lendo e aplicando no meu dia a dia seus ensinamentos, já tinha pensado em levar esta organização para minhas amizades. Mudei de cidade e assim meus amigos ficaram todos longe… Mas ao organizar o novo apartamento encontrei uma caixa com uma série de cartões personalizados que eu e meu marido mandamos fazer quando nos casamos. Vamos utilizá-los agora para enviar mensagens de feliz aniversário aos amigos! Bjinhos!

  2. Ah esqueci de falar, ontem depois que cheguei em casa, tomei coragem e fui na academia do prédio (isso mesmo, do prédio, e não ia há mais de um ano)…devo dizer que você foi minha inspiração depois daquele post sobre se organizar para fazer atividade física!
    Fique sabendo que depois que comecei a ler seu blog, minha vida melhorou bastante em todas as aéreas: financeira, profissional, estudos, organização da casa…nossa muita coisa.
    Sou muito sua fã! Continue seu ótimo trabalho sempre!
    Bjsss

  3. Eu acredito que nos dias atuais, onde nossos amigos nao sao mais apenas os nossos vizinhos, mas também pessoas espalhadas pelos quatro cantos do mundo, organizacao é fundamental para nao deixar “o fogo da amizade” apagar.
    Eu me organizo assim:
    Calendário de Aniversários – tenho um calendário permanente onde anotei todos os aniversários de amigos e familiares, assim nao esqueco ninguem (o facebook ajuda bastante neste quesito, mas nem todos os meus amigos tem facebook e alguns tem, mas nao informam a data de aniversario no perfil). Alguns dias antes do aniversario, envio um cartao para os amigos que nao moram na mesma cidade ou país que eu; se for um amigo íntimo também ligo na data do aniversário; se for um amigo nao tao próximo, como um colega da faculdade, por exemplo, deixo um recado no facebook ou envio um email.
    Livro de Enderecos – com os enderecos de amigos muito queridos mas que moram longe e que por isto, vejo raramente; uso sempre quando estou de férias para enviar postais de onde estou. É uma forma de dizer “Oi, nao esqueci de você”.
    Ladies’ night – minhas amigas que moram próximo e eu combinamos de nos encontrar uma vez por mês, tipo, na 1a sexta-feira de cada mês, só as mulheres; podemos nos encontrar outras vezes, em outras datas, claro, mas nao menos que uma vez por mês. Esta data fica reservada para estes encontros.

  4. PS: eu sei que com o advento do E-mail, do SMS e das redes sociais, as cartas e cartoes cairam em desuso e hoje praticamente ninguém mais faz uso destes meios de comunicao. Mas eu AINDA gosto muito de enviar e receber cartoes, por isto, envio cartoes aos meus amigos distantes pelo menos duas vezes ao ano: no aniversário deles e no natal.

  5. Eu, infelizmente fui “enxugando” a minha agenda de amigos, que hoje restam bem poucos para contato. Ainda possuo uma lista de aniversários, mas confesso que cada vez ligo menos para eles. Como vc disse, o tempo tá passando rápido. Chega no Natal, faço um balanço e ao perceber que tal pessoa não me procurou uma única vez durante o ano, fico me achando boba e otária por me fazer presente. Até lembro, mas ficar correndo atrás, não me anima.

    • Triste isso hein Zilda!!! Entendo perfeitamente.

      Mas isso me faz pensar numa passagem do Pequeno Príncipe

      “Tu se tornas eternamente responsável por tudo aquilo que cativas..”

      Pensem bem… acho que vale a uma melhor reflexão às vezes as pessoas se afastam exatamente por que nós as afastamos.

      Bjs

  6. Uma das melhores coisas é rever quem fez parte de nossa trajetória, nesse fim de semana re-encontrei alguns amigos, foi um daqueles encontros que não queríamos que acabasse, enfim foi muito bom porque além de revê-los conheci ainda mais gente!

  7. Adorei as suas dicas.
    Estou em débito com alguns amigos, por causa da ‘falta de tempo’, e isso me deixa meio triste.
    Tento lembrar nos aniversários, mas nem sempre consigo.
    Preciso me esforçar mais nesse quesito.
    Tenha um ótimo final de semana.

  8. Thaís, esse post me fez um bem danado. Vc nem tem ideia. Nos últimos 7 meses, tentando engravidar, tive dois abortos espontâneos e não foram fáceis, tanto psicologicamente como fisicamente. Percebi que nesse período a preocupação ficou tão voltada pra mim mesma que acabei me afastando, sem querer, de muitos amigos queridos. Depois de ler o post, mandei msg pra todos e marquei uma reuniãozinha. Obrigada por tudo!!

  9. Ah.. aliás, nesse período de perdas de bebês, os seus posts de organização me ajudaram muito a manter um certo equilíbrio, tentando organizar mais minha casa e minha rotina. Acho que quando temos metas fica mais fácil driblar uma eventual depressão. Obrigada de novo.

DEIXE UMA RESPOSTA