ou

Algumas pessoas não gostam e não fazem questão de fazer exercícios físicos. Outras não gostam, mas acham importante fazer por motivos diversos. Ainda há as pessoas que amam fazer alguma atividade física e sempre conseguem encontrar um tempinho para fazê-la no dia a dia. Neste post, vou compartilhar algumas dicas para quem deseja implementar esse hábito na sua vida.

Eu sempre gostei de esportes. Quando era adolescente, fazia parte dos times de futebol, vôlei, basquete e handball da escola. Quase joguei futebol profissionalmente. No ano em que fiz cursinho, parei com todas as atividades e, apesar de ter tentado voltar na faculdade, começar a trabalhar tirou todo o meu pique. Quando a faculdade terminou, tentei diversas vezes voltar a fazer academia, mas sempre foi muito difícil conciliar meu tempo. Eu trabalhava em agência de publicidade e, muitas vezes, saía às 21h do trabalho. Se no dia seguinte eu saísse mais cedo, queria aproveitar para descansar. Logo, fazer academia deixou de ser prioridade. Depois eu engravidei, comecei a trabalhar em outra cidade, e só agora voltei a fazer uma atividade física. O que eu quero dizer é que sempre temos muitos motivos para não investir tempo nisso mas, se for prioridade, precisamos fazer ao menos uma tentativa.

Atualmente, estou fazendo natação duas vezes por semana, antes de ir trabalhar. Foi recomendação do ortopedista, pois sinto muitas dores nas costas (trabalho o dia inteiro sentada e, de noite, cuido do blog ou estudo, continuando sentada). De noite, três vezes por semana (às vezes, duas), faço exercícios aeróbicos alternados com musculação. Tomei essa atitude porque resolvi acrescentar outros alimentos na minha dieta e tenho pavor de engordar novamente. Daqui a um tempo farei um post sobre essa mudança na alimentação – quero esperar ainda para ver os resultados. Além disso, quero melhorar o meu condicionamento físico e manter o corpo ativo, pela saúde mesmo. E, é claro: quero ver meu filho crescer. Isso é o essencial.

Como eu me organizei para isso? Oras, não tem muita opção: ou você toma essa atitude e “arranja” tempo, ou vive dando desculpas para sempre. É claro que eu preferia usar essas três horas noturnas para fazer outras coisas mas, ao mesmo tempo, penso que é o mínimo que posso fazer para o meu corpo ficar bem. Eu também tinha problemas de sono, acordava de madrugada, e agora estou dormindo muito melhor. Além do que, depois da academia, por causa da endorfina, tenho ainda pique durante umas duas horas para estudar ou escrever, e minhas atividades acabam rendendo muito mais.

Atualmente, um dia meu em que vou à academia à noite está mais ou menos assim:

06h00 – Acordar, trocar de roupa e tomar café-da-manhã
07h00 – Levar filhote para a escola e ir para o trabalho
08h00 – Trabalhar
18h00 – Ir para casa, dar janta para o filhote, ficar com ele
19h00 – Jantar, fazer algumas atividades domésticas
20h00 – Academia
21h00 – Tomar banho
21h30 – Estudar
23h30 – Escovar os dentes, preparar a roupa para amanhã etc.
00h00 – Ir dormir

Está um pouco corrido porque tenho feito algumas horas extras no trabalho. Quando parar de fazer isso, chegarei uma hora antes em casa, então irei para a cama às 23 horas. Eu costumo ficar bem dormindo apenas seis horas, pois compenso no final de semana dormindo cerca de nove horas por noite (meu período ideal de sono, no geral).

Quem não quiser/puder investir agora em um plano de academia pode optar por caminhadas de meia hora em algum lugar perto de casa. Já vi muitos especialistas recomendarem 30 minutos de caminhada diariamente ou pelo menos três vezes por semana como sendo suficientes para manter o corpo em movimento. De qualquer forma, é fundamental conversar com o seu médico antes de iniciar qualquer atividade. Eu fiz alguns exames com o meu cardiologista e o exame de aptidão física da academia.

Outra coisa que é importante: vestimentas adequadas. Eu tive que comprar praticamente tudo porque não tinha nenhuma roupa de academia. Comprei uma calça de elanca, uma bermuda, três camisetas, três pares de meias, o maiô de natação, o kit com touca e óculos (também para natação), uma mochila para ir à academia e um top para segurar os seios (recomendado para toda mulher). Eu já tinha um par de tênis, duas camisetas, toalha, par de chinelos e uma calça legging. Não vejo a necessidade de comprar mais nada, mas preciso lavar a roupa toda semanalmente, para não ficar sem. Programe-se para isso, então.

Alimentar-se corretamente antes de fazer exercícios também é importante. Esse é um dos únicos momentos do dia em que eu como carboidratos (faço um sanduíche de pão integral com blanquet de peru, alface e queijo branco). A outra vez é no café-da-manhã, quando como somente uma fatia de pão integral com blanquet de peru. Pense então que você precisará fazer compras no supermercado com essa finalidade.

Sobre os melhores períodos para se exercitar, já tentei fazer atividade física de noite e de manhã, e prefiro fazer à noite. Creio que deva ser pessoal. Só estou fazendo natação de manhã porque não tinha mais vaga na turma noturna. Eu durmo muito bem quando faço atividade física à noite. Se vou para a academia de manhã, noto que fico cansada mais rápido ao longo do dia. Mas já vi que para algumas pessoas é muito melhor fazer atividade física de manhã – elas se sentem mais bem dispostas e com pique para enfrentar o dia. Se for o seu caso, considere.

Acho que uma dica fundamental é fazer da atividade física um compromisso inadiável. Se você nunca faltar a esse compromisso, a tendência é que nunca falhe. Se falhar hoje, abrirá exceção e, uma vez aberta, ficará mais frequente. Ter essa disciplina é fundamental. Sinceramente, todos os dias, quando chego do trabalho e fico com a minha família, a vontade que eu tenho de ficar em casa é imensa. Por isso, assim que chego em casa, já troco de roupa e me visto para ir para a academia. Isso já me deixa pronta para ir, assim que meu filho dorme. Não me passa nunca pela cabeça a possibilidade de desistir, porque sei que estou fazendo isso por um motivo, que é cuidar da minha saúde. Sem motivação, fica difícil fazer qualquer coisa.

Talvez seja uma boa começar aos poucos. Eu comecei indo duas vezes por semana à academia, depois comecei a natação, e depois aumentei a frequência à academia. Começar devagar te ajuda a pegar o ritmo. Se já começar forçando muito, a tendência a se estafar e querer desistir pode ser maior.

Procure também frequentar uma academia perto da sua casa ou do seu trabalho. Isso dificultará a preguiça do deslocamento.

Se não tiver condições de pagar por uma academia, há uma série de exercícios que você pode fazer em casa – uma busca rápida no Google revelará um montão deles. Você também pode caminhar, como eu disse anteriormente, ou providenciar pesinhos para fortalecer os braços (até sacos de mantimentos podem ser usados se você não quiser comprar pesos de verdade).

Descansar também é importante. Eu estabeleci que vou à academia entre 4 e 5 vezes por semana, incluindo a natação. Isso me dá uma certa flexibilidade – se eu já fui 4 vezes na academia nesta semana e tenho que viajar na sexta-feira, não me sinto culpada, pois sei que fiz a minha parte. Da mesma forma, eu posso folgar na sexta-feira e fazer academia no sábado de manhã, por exemplo.

Para ajudar no dia a dia, já deixo a minha mochila da academia pronta. Especialmente quando vou pela manhã, basta acordar, trocar de roupa e partir. Lá eu também tenho uma necéssaire com tudo o que preciso, inclusive shampoo, sabonete etc para tomar banho lá e ir direto para o trabalho. Eu organizo a mochila um dia antes.

Outra coisa que me ajuda muito é fazer exercícios de alongamento durante o dia. Gosto de fazer quando eu acordo, ainda na cama, antes de dormir, e durante o dia no trabalho. Onde eu trabalho, também tem ginástica laboral três vezes por semana, mas nem sempre faço porque os horários nem sempre são os melhores. Prefiro fazer quando reservo um tempinho para isso mesmo e no decorrer do dia. Sempre que sinto uma dorzinha no braço, já paro um pouco para me alongar.

Sinceramente, não existem milagres quando falamos em descobrir tempo para conseguir fazer alguma atividade física. Precisamos analisar o nosso dia a dia e encaixar um tempinho, nem que seja somente meia hora por dia, três vezes por semana. Pense que você está fazendo isso por você, para ter saúde, para viver mais tempo e ver seus filhos crescerem, ou para manter-se dirigindo a sua companhia, ou dormir melhor, enfim, há tantos motivos! Encontre os seus e não deixe que a desculpite seja mais forte que a sua vontade de melhorar.

Você faz exercícios físicos? Como você organiza o seu tempo para conseguir conciliar com as outras atividades na sua vida?

Thais Godinho
17/04/2013
Veja mais sobre:
72
Editorial de julho
Frase da semana: Amar o que se faz
As 10 barreiras que te impedem de atingir produtividade máxima

 

  1. Maria 17/04/2013

    Mais um post maravilhoso!!! Adorei as dicas!!

    • Mozart respondeu Maria 31/12/2016

      Excelente artigo Thaís ! Eu uso a bike para ir ao trabalho , cursinho e etc , tenho me dado muito bem fisicamente e economizado tempo , em 2017 vou iniciar academia de musculacao na minha rotina 3x por semana pelo menos 45 min pois a cada dia que passa sinto a necessidade mesmo estando magro 70 kg/1,78 m e bem condicionado , é mais pra fortalecer os músculos que nao trabalho na bike . Parabéns vou seguir seu blog. Abs

  2. inesca 17/04/2013

    Este post veio direitinho para mim! Ufa…

  3. Elaine Ramos 17/04/2013

    Olá Thais, parece que você está se tornando uma “vidente”.
    Primeiro, sobre o post sobre os 3 anos do seu filho, onde vc relata a vontade de ter um trabalho com horário mais flexível, para poder ficar mais tempo com o filho. E ontem, eu justamente comentava com o pessoal do meu trabalho, que preciso fazer uma atividade física, pois já tenho 39 anos e meu filho tem 1 ano. Até aí, nada contra. Mas, pensei: “tenho que ter disposição e estar bem de saúde, para ver meu filho crescer”.

    Bjo Thais, sucesso.

  4. Gisele Karine 17/04/2013

    Seus posts são maravilhosos, parabéns!
    Eu queria muito ter tempo, mas trabalho durante o dia e a noite vou pra faculdade, mas vou tentar caminhas no final de semana!
    Obrigado pelas dicas (:

  5. Hiorrana 17/04/2013

    Eu encaro faculdade de manhã, estágio a tarde toda a academia a noite. Confesso que as vezes não tenho NENHUMA vontade de ir, mas penso no corpo que eu quero ter e lá vou. Depois que começo a atividade, rapidinho a hora passa. 🙂 Me arrependo de não ter começado antes. Faço musculação e caminhada todo santo dia e cada dia gosto mais. Que você não desanime ai.
    Bj.

  6. Karoline 17/04/2013

    Thais

    VC desistiu de fazer concurso? Pq na descrição da sua rotina vc não colocou nenhuma hora de estudo e antes vc falava tanto disso.

    Eu odeio ambiente de academia, já tentei várias, não gosto de música alta. Gostei de fazer pilates, mas é muito caro. Então 3x por semana eu caminho 1 hora, em torno de 5 km e semana passada comecei a correr aos poucos, para não desanimar.

    Como tenho problemas de coluna, e como vc passo a maior parte do dia sentada, minha fisioterapeuta me recomendou as caminhadas e como me ajudam. Sinto uma dorzinha e já vou para caminhada, as dores passam, eu durmo melhor e tenho mais disposição para as crianças.

    bj

  7. Célia 17/04/2013

    Nossa, esse texto foi fundamental para REAGIR, moro perto da praia,(EXCELENTE P CAMINHADA) trabalho o dia inteiro, tenho 2 filhas 13 e 5 anos, que estudam pela manhã, não tenho empregada e ainda faço faculdade anoite!! Preciso de um rumo para me exercitar, me ajuda thais, apesar da correria grande, tenho a praia perto, tenho uma academia ao lado aqui do trabalho, FALTA ORGANIZAÇÃO…de tempo de afazeres domésticos, pois tem o almoço delas e do marido p cuidar tbm, roupa casa,estudo, afff só em falar me cansa!!! POR ONDE COMEÇAR!!!HELP,HELP,HELP!!!!

  8. Pri 17/04/2013

    Eu consegui começar uma atividade física (pilates) na hora do almoço. Fica bem corrido, mas é muito bom, dá tempo de fazer uma hora de pilates, almoçar rapidinho e voltar ao trabalho. Tenho a sorte de ser tudo perto! E o pilates é uma atividade que não deixa a pessoa muito suada, então não precisa tomar banho depois, só retocar a maquiagem. Recomendo muito…

  9. Machado 17/04/2013

    Tambem tenho essa vida agitada mesmo morando no interior. E quero planejar melhor meu dia pra incluir uma atividade. Aqui em casa eu assumi todas as responsabilidades e não sei se meu marido ficaria com meu filho, por isso queria saber com quem deixa seu filho a noite quando vai a academia de ginastica? Abs.

    • Thais Godinho respondeu Machado 17/04/2013

      Meu marido fica com ele, mas eu vou quando ele já está na hora de dormir. Antes, aproveito meu tempo com ele.

      • Machado respondeu Thais Godinho 18/04/2013

        Segui o modelo da sua agenda e fiz a minha. Refiz umas 3 vezes procurando onde encaichar a atividade fisica. Depois mostrei pro maridão e para surpresa ele combinou de buscar nosso filho, assim tenho uma hora otima do dia para iniciar uma caminhada!!! Em breve quero comprar uma bola de pilates ou aulas de yoga para exercitar em casa nos tempos em que estiver sozinha, estou super feliz!!! E ele ficou com a noite de quarta pro futebol.
        Super obrigada e continue na luta!!!

        • Thais Godinho respondeu Machado 18/04/2013

          Que legal, parabéns! Pilates deve ser uma atividade maravilhosa, depois me conte os resultados. =)

          • Machado respondeu Thais Godinho 08/05/2013

            Thais como prometido escrevo para contar os resultados:
            Amanhã completa 1 mes de caminhada!!!! O Pilates pretendo começar em junho, pois estou na espectativa de ganhar a bola de presente de aniversário.
            Obrigada por ensinar a levar uma vida organizada. Vida organizada é um vida planejada!
            🙂

  10. Carolina 17/04/2013

    Oi, Thais!

    Adorei o post! Como tenho uma rotina bem corrida (três trabalhos, pós e, claro, casa!rsrs), meu marido e eu decidimos comprar o air climber. Faço quando dá tempo: de manhã ou de noite. E o resultado? 4 quilos a menos e disposição! Uhhuuuuuuullll!!!!!rsrsrs:D

  11. Sandra 17/04/2013

    Estou me organizando pra começar a dançar em casa, também prefiro fazer ginastica no fim da tarde, ainda não da pra ir para a academia, já encontrei alguns vídeos na internet, baixei as musicas e hoje já começo, quero fazer pelo menos meia hora por dia, já que não estou saindo de casa vou tentar de segunda a sábado, mas se eu fizer 3 dias já estarei bem feliz. Aguardando sua postagem sobre a mudança na alimentação, estou fazendo o Atkins sei que ainda vai um bom tempo pra eu mudar a minha, mas é bom ler depoimentos sobre e poder me avaliar com mais informações.

    Beijos

  12. Rafaela 17/04/2013

    Desde o início do ano, transformei a ida à academia em um compromisso anotado na agenda, que tem que ser realizado naquele dia, sem desculpas. Tem dado muito certo.
    Até o carnaval, eu fazia apenas caminhadas na esteira. Depois, passei a fazer um treino de corrida. Ainda não consegui foi incluir a musculação, pois só consigo ir à academia quatro vezes por semana, justamente o número de dias do treino que escolhi, mas tenho fé de que, depois que algumas atividades chegarem ao fim, vou conseguir!
    Como estou tentando ter uma alimentação mais saudável, desde janeiro, consegui me livrar de 3kg (meu marido diminuiu 6kg nesse mesmo modelo), baixar colesterol e me sentir mais realizada.
    Muito disso foi em consequência da leitura do seu blog. Muito obrigada!
    Beijos,
    Rafaela

  13. Marcela* 17/04/2013

    Sabe que eu sentia falta de você falar sobre atividade física. Ficava pensando será que ela não faz nenhuma atividade física? Pois então Thaís, detesto atividade física, mas É NECESSÁRIO principalmente para nós mulheres.

    Diante de tantas atividades, consigo fazer a minha atividade física no período da manhã, ou melhor de madrugada 🙁 estou na academia 5h30min é isso aí, pois as 7h15min já estou no serviço, para às 18h estar na universidade – pois também sou professora!!! O único horário disponível que eu consegui para cuidar da atividade física. Faço em média 1h de exercícios aeróbicos alternando com a musculação. Como a colega acima citou, tb não gosto do ambiente da academia: barulho, som alto, pessoas exibicionistas, etc etc etc Nesse horário é outra história, além de me sentir melhor e com o dever cumprido para o restante do dia.

    Uma grande dica que dou é fazer o acompanhamento com o cardiologista para os exames preliminares, como: colesterol, glicemia, esforço, eletrocardiograma, e também com um nutricionista com uma alimentação balanceada, pois quem faz atividade física precisa de ENERGIA, senão perde massa corpórea, gorduras importantes e isso sem falar na suplementação (proteínas, glutaminas, carboidratos) que na alimentação convencional não se consegue o objetivo.

    Malho 3x na semana e acho o suficiente para manter com uma dieta legal, queria muito poder fazer uma outra atividade, assim como você, uma natação ou um tênis, dança, pilates, mas infelizmente não tenho horário disponível. Tenho uma bolsa com tudo que eu preciso, uma necesser equipada com shampoo, condicionador, creme hidratante, desodorante, pente, maquiagem ou seja, tenho que ter esses produtos em dobro, pois eles não saem da bolsa da academia. Quanto a roupa faço como você tenho poucas e administro as lavagens para não ficar sem.

    Malhar a noite nem pensar, dou aulas 3x na semana após um árduo dia de serviço, os outros dias estou estudando e mantendo a casa.

    Ufa acho que é assim que eu me organizo, no dia de academia é sair de casa com a bolsa do trabalho e a bolsa da academia…e correr para o abraço, o mais difícil é acordar depois tudo flui normalmente e os resultados são MOTIVADORES não há melhor injeção de animo do que os RESULTADOS

    • Thais Godinho respondeu Marcela* 17/04/2013

      Você sabe que estou considerando isso também? De manhã, as pessoas que frequentam a academia são mais tranquilas. Estou considerando mudar de horário.

  14. Bruna 17/04/2013

    Excelente! Vai me ajudar muito a me organizar. Eu caminho com a minha filha no parque esporadicamente, mas estava planejando incluir os exercícios na rotina diária mas me faltavam idéias de como incluí-los. Com esse texto tive ótimas idéias de como fazer isso, obrigado!!

  15. Rô! 17/04/2013

    Eu tenho tentando me mexer bastante, porque percebi que quanto mais meu corpo se move, mais energia e disposição eu tenho. Respiro melhor, durmo melhor e me sinto melhor.
    E sim, eu me mexo, não me exercito rsrs… no momento, não tenho grana para ioga ou dançar que eu tenho vontade de fazer. Então me alongo em casa, faço umas posturas simples de ioga, caminho com meu filho pelas ruas e fico dançando e pulando que nem louca (gente, é uma maravilha, põe a música e se solta… ajuda com o stress).

    Acho que se a gente mudar a perspectiva e encarar o exercício de outro forma, já ajuda muito. Parece que a gente só considera exercício aquilo feito em uma aula ou academia, no máximo, no máximo, uma videoaula em casa mesmo. Mas tudo é movimento! Escolha o que o seu corpo gosta mais (dançar, pular, caminhar, varrer a casa com consciência do corpo), e bora lá. Fica bem mais prazeroso e divertido rs…

    Eu decidi me exercitar pq eu sempre fui muito mental, demais mesmo. Gastava tanta energia mental que sobrava pouco pro corpo. E fui percebendo que eu deixava o corpo de lado, como se não tivesse importância, só o intelecto importava. Subestimava mesmo. Hoje penso diferente, e encontrar formas de me mover é praticamente um auto-conhecimento. Reparar no corpo, nos músculos, postura, respiração… tudo isso faz diferença demais! Depois que comecei a ter essa visão muita coisa mudou.

    Comentário enorme! Desculpe, beijos.

  16. Emanuella 17/04/2013

    Mais um post maraaa… parabéns e força na peruca meninas!

  17. Nilza 17/04/2013

    Que bacana! Parece que sua vida está cada vez mais plena.
    Eu faço apenas caminhadas diárias, mas acho que está na hora de encarar um pouco de musculação.
    Minha filha resolver aprender ballet aos 16 anos! Vai fazer aula teste amanhã.
    Lendo seus posts senti que vc já está mais adaptada à nova cidade, a vida entrando numa rotina melhor.
    Depois do primeiro ano ficou mais fácil, não acha?
    Bjs,

  18. michele 17/04/2013

    Faço atividade física 5 dias por semana, 3 dias musculação e 2 ginástica localizada. Me sinto melhor fazendo atividade física de noite chego da academia tomo um banho e vou dormir.De manhã estou seriamente tentada a fazer muay thai duas vezes por semana, sempre tive vontade de aprender e meu instrutor disse que é ótimo pra queimar calorias e dar condicionamento físico.Não gostava muito de fazer exercícios mas hj depois de alguns meses até sinto falta.
    Parabéns pelo blog, amo de paixão seus posts tem me ajudado muito!
    <3

  19. Sarah 17/04/2013

    Esse post foi para animar!
    Como algumas pessoas disseram, também não gosto do ambiente da academia. Mas, fiz musculação e ginástica específica para correção postural durante algum tempo. Dança e Yoga também já fizeram parte da minha rotina. Agora, o que eu achei maravilhoso de fazer foi hidroginástica: queima calorias (dependendo do ritmo dos exercícios e do nível de esforço exigido pelo instrutor), não causa impacto nas articulações e é muito relaxante. Também trabalho o dia inteiro sentada e a hidro me ajudou muito com as dores nas costas e nas pernas. Difícil é manter a rotina no inverno, porque moro na serra do Rio Grande do Sul, onde é muito frio mesmo!!! Tem que ter força de vontade e se alimentar bem, senão a gripe pega!
    Atualmente só faço caminhadas de vez enquando… Lendo o post até me animei em voltar pra hidro…

  20. Nathalia 17/04/2013

    Oi Thais!
    Eu fiz como você: decidi fazer e pronto. Vinha de uma rotina cansativa e atribulada, nem conseguia pensar em arrumar um tempinho para me exercitar. Aí, no final do ano passado decidi que esse seria o ano da mudança. Antes eu caminhava, mas nunca vi muita graça nisso (chegava a voltar para casa com sono, rs), e aí qualquer chuvinha era desculpa para não ir. Foi aí que na primeira semana desse ano me matriculei no pilates, que eu adoro, e estou lá, firme e forte, sem faltar nenhuma aulinha! A rotina eu fui organizando aos poucos, e hoje o pilates é a minha prioridade da noite; não tem compromisso nenhum que me faça perder a aula. Comigo funcionou principalmente porque o studio é perto de casa. E é muito bom ver seu corpo reagindo aos exercícios… Acho que esse é o maior estímulo!
    Bjo!

  21. gisele 17/04/2013

    Eu conheci seu blog faz pouco tempo e tem bastante conteúdo que gosto de ler, me acrescenta. Esse da atividade física é interessante, pois eu trabalho fora, tenho um filho de 1a7m, chego em casa e tenho q cuidar dele, fazer janta, muitas vezes vou ao supermercado na hora do almoço de trabalho, durmo tarde também, porque eu também tenho um hobby, faço pra mim, dele surgiu convite pra aula, q dou 1x por mes aos sábados e tb tenho encomendas, que sao feitas sempre à noite. Fazer exercicio é uma prioridade pra mim para o meu bem estar, a gente precisa. Confesso que muitas vezes estou morta, costumo dizer pra minha professora, que ela é “ainda” o 3.round do meu dia, pq depois eu cuido do meu filho e faço janta, mas é algo q eu decidi q preciso fazer, por isso eu faço no sistema de personal, ela vai até minha casa, nesse dia preciso que meu marido saia no hr para cuidar do nosso filho. É bemmm puxado, confesso, mas quem quer fazer, seja o que for, arruma tempo ou arruma uma desculpa…rs Eu acordo as 6h, tomo banho, me troco e faço a maquiagem, 6h50 pego meu filho, o troco e dou mama, 7h15 arrumo meu lanchinho pro dia, 7h30 saio de casa, 8h chego no trabalho. Às segundas é mais puxado inclui arrumar a mochila do nosso filho, as roupas, os lanchinhos, a fralda/leite (ele almoça e janta na minha mae, quem cuida dele), coloco dentro do carro do meu marido pra nao correr o risco de esquecer. Meu marido que o leva na minha mae, pq ele entra às 9h e tb nao tem hora pra sair, então eu quem busco nosso filho, saio as 17h27, chego as 18h na minha mae, 18h20 em casa e parto pra cozinha tentar adiantar o jantar ou fico com ele e espero o marido chegar, 19h30 banho no bebê e as 20h ele mama, até as 21h está dormindo. Nos dias de minha aula, chego, espero meu marido trocada, ele pega o nosso filho, faço aula das 19h às 20h, a professora sai e eu vou dar banho nele, mama e fazer nosso jantar, ele fica ainda um tempo acordado com a gente….Aqui nao estou relatando lavar louca, lavar roupa, ir ao varejao, organizar as coisas, etc e etc e etc…eu precisava de 25h por dia…rs Abraços, Gisele

  22. Prig 17/04/2013

    Thais, eu apelei pro Kinect e treino em casa…r srsrsrs

  23. 17/04/2013

    Ô, Thais, obrigadão pelo post!!! Ainda não consigo achar esse tempinho pra mim… sei que preciso, mas continuo colocando outras coisas antes de mim… BJs,

  24. Barbara 17/04/2013

    Eu faço musculação há três anos, todo dia após o trabalho (vou direto). O que funcionou pra mim foi estabelecer que atividade física não é opcional: é obrigatório, assim como ir trabalhar. Ainda sou jovem e estaria bem sem fazer nada, mas malhar, pra mim, é pensar a longo prazo. Quero envelhecer bem de saúde e disposta. Nào tem como você ficar oito horas na frente de um computador, e chegar em casa indo direto para o sofá. Meu marido malha também, então vamos juntos, o que facilita nossa rotina. Dá preguiça, assim como dá preguiça sair de casa de manhã, mas trato como um compromisso.

  25. juliana 17/04/2013

    Praticar uma atividade física é fundamental para o corpo e para a alma, também trabalho fora, tenho marido e um filhinho que fica no bercário durante o dia e não conseguiria jamais passar tão pouco tempo assim com ele. Acho impossível uma agenda tão corrida como a sua (para mim), prefiro abrir mão de algumas coisas e fazer atividades que realmente me fazem feliz e tornem minha vida mais gratificante.

    • Renata respondeu juliana 17/04/2013

      juliana, eu tb pensava assim, passava todo o tempo livre com minha 1a filha, mas o tempo foi passando, tive o 2º filho, e cheguei ao ponto de ficar constantemente cansada, de mau humor…foi só voltar a malhar, duas horinhas por semana, e é impressionante como a disposição melhorou. Às vezes investir um tempinho em nós mesmas, na nossa saúde, reflete muito bem nos filhos e no relacionamento familiar! Eu também não me imagino ficando tanto tempo longe das minhas filhas (trabalho de manhã e fico com elas tarde e noite, por conta), mas acredito que se a Thais, que parece ser uma pessoa inquieta, com muitos interesses, lutasse contra o jeito de ser dela, em pouco tempo estaria tristonha, frustrada, e isso reflete demais nas crianças…Além disso, estudar para concurso toda noite depois que ele dorme é um grande investimento na família, pois ao passar ela terá tempo de sobra pro filhote 🙂

    • Thais Godinho respondeu juliana 18/04/2013

      Juliana, todo o tempo que posso, estou com o meu filho. Às 20h ele já está dormindo e, portanto, vou à academia. Não faz diferença para ele eu estar em casa esse horário ou não.

      Quanto a “atividades que realmente me fazem feliz e tornem minha vida gratificante”, é basicamente o que eu tento fazer diariamente, pois a vida é uma só. Para você pode não ser assim, mas eu AMO estudar – é onde “descanso” a cabeça e me sinto em casa. Isso não quer dizer que eu faça somente isso. Uma vez por semana, à noite, elejo como minha noite de folga e assisto um filme, fico de pernas para o ar lendo revistas, coisas desse tipo. E, nos finais de semana, fico com a minha família.

      Eu também durante muito tempo “abri mão de algumas coisas” e vivi um dia de cada vez, mas percebi que tenho uma responsabilidade maior na minha vida, que é cuidar da minha família (hoje sou eu que sustento a casa). Mas isso não é nenhum martírio para mim… Fico extremamente contente por poder proporcionar ao meu marido a possibilidade de se dedicar ao que gosta de fazer, além de poder deixar meu filho na escolinha somente meio-período. Por outro lado, ele me dá todo o suporte para fazer tudo isso. Como dividimos as tarefas em casa (aliás, dividimos não, porque ele faz a maior parte), minha vida não é cansativa. É trabalhosa sim, mas não faço nada por obrigação ou que me faça olhar para o espelho e questionar as minhas escolhas.

      Posso tranquilamente dizer que todas as atividades que eu faço realmente me fazem feliz e tornam minha vida gratificante e, mais ainda, sem perder tempo e foco no que realmente é importante.

      Um beijo.

      • juliana respondeu Thais Godinho 19/04/2013

        De maneira nenhuma quis criticar suas prioridades ou a maneira que você utiliza seu tempo. É que meu filho é um bebe, eu sou mãe de primeira viagem e, digo sem nenhum remorso que não gosto de cuidar de afazeres domésticos, nunca gostei. Até gosto de organizar, mas limpar, passar, etc, isso não. Eu sou concursada já e posso até ser considerada acomodada, mas hoje, para mim, meu salário junto com o meu marido está bom para nós (não tenho luxos, nem ligo para frescuras, apenas acho que dá para viver do jeito que nós gostamos). Penso, num futuro próximo, voltar a estudar, fazer mestrado na area que eu gosto, mas agora minha prioridade é meu filhote, até ele crescer um pouquinho, as outras coisas terão de esperar. Acho que agora expliquei um pouquinho melhor ser parecer tão crítica! Beijos!

  26. Mônica 17/04/2013

    Este ano vai completar 12 anos que frequento a academia. Nunca me dei ao luxo de dizer que não gosto. Eu preciso. Ponto. Estou com 45 anos e tenho 4 filhos. Sou bancária e trabalho sentada. Tem como viver sem me exercitar ? Claro que não ! Os resultados compensam. Tanto os estéticos quanto os relacionados à saúde. Faço musculação 2ª/4ª/6ª e caminho na praia 3ª/5ª. A pior parte é acordar cedo. Até hoje não me acostumei. Mas, depois que a gente sai da cama, tudo flui. Parabéns à todas aquelas que resistem à tentação diária de ficar mais um pouco na cama !

  27. Renata 17/04/2013

    Faço só 1 hora, 2x por semana…Mas é melhor do que nada! Tb tento usar mais as escadas (moro no 6º andar) do que o elevador, mas só para subir, pq na descida dói o joelho bichado de ex-atleta, rs.

  28. Michele 17/04/2013

    Olha só, a tempos venho pensando em praticar uma atividade física, mas nunca consigo começar… eu tenho 2 filhas (5 e 9anos)que estudam de manhã e ficam na casa da minha mãe até a hora que chego do trabalho. Preciso vir correndo porque minha mãe sempre me aguarda “ansiosa” porque ela sempre tem atividades a noite. Enfim, aqui temos uma rotina, as meninas tem as obrigações delas tipo: cuidar da nossa hamster, tomar banho, organizar o material e o uniforme pro dia seguinte, e eu corro pra fazer a janta rápido, então elas jantam, escovam os dentes e nós 3 temos que estar as 20:30h assistindo tv no quarto delas, onde elas já adormecem, até umas 21h.. eu sempre tenho tarefas a cumprir depois disso, mas tenho ficado com preguiça ultimamente, e acabo fazendo o mínimo necessário e correndo no dia seguinte pela manhã pra compensar. Eis que você me deu uma luz!!! será que eu aguentaria ir pra academia das 21:00 as 22:00h? Estou me questionando e acreditando que pode ser possível… você me inspirou!!! rs. Obrigada!!!

    • Thais Godinho respondeu Michele 18/04/2013

      Michele, de manhã ficaria muito ruim para você?

    • Michele respondeu Michele 18/04/2013

      De manhã não dá tempo, deixo as meninas as 7h na escola e as 8h tenho que estar na empresa.. no way..rs

      • Thais Godinho respondeu Michele 18/04/2013

        Mesma coisa por aqui. =/ Considerei ir às 6h, mas realmente fica corrido.

  29. Por isso se organizem, o melhor remédio praticar Atividade Física orientada por um profissional, e melhor ainda por um Personal Trainer. Abraços.

  30. Bruna 18/04/2013

    Caminho e também faço pilates aqui no meu trabalho 2 x por semana, após o expediente, assim não tenho desculpa de parar em casa e de quebra na hora que vou embora o trânsito está melhor. Minha médica diz que se a gente tivesse um problema de saúde e tivesse que fazer um tratamento pra não morrer, daríamos um jeito pra arrumar tempo, e com atividade física devemos pensar dessa forma também. Bjs.

  31. lilian 18/04/2013

    Thais,adorei seu post,eu realmente preciso tomar vergonha na cara e incluir uma atividade física na minha vida,eu ando me sentindo exausta e isto sempre é motivo de protelar!meu dia é muito agitado,trabalho com o meu marido,e não tenho horário fixo,fico o dia todo,correndo para dar conta da casa,do serviço das crianças,e fora os imprevistos,que acontecem direto e acaba atrapalhando a minha rotina.

  32. Carla 19/04/2013

    Oi Thaís!
    Gostaria que tu contasse um pouco como é a rotina noturna com o teu filho, pois vejo q tu consegue fazer bastante coisa depois q ele dorme.
    Por aqui temos conseguido fazer assim: saio do trabalho 18 h, pego ela na escolinha as 18 h 30, chegamos em casa 18 h 45 (+ou- claro), dou um iogurte ou outro líquido, faço alguma tarefa como lavar uma roupa, arrumar a mochila dela, começo a preparar a janta (outro ponto que gostaria que tu abordasse – qual é geralmente a janta do teu filho), jantamos nós três em torno de 20 h 30, enquanto um lava a louça o outro brinca mais um pouco com ela, 21 h 30 banho e mamá. Ou seja, conseguimos colocar a nenê (quase 2 anos) pra dormir em torno de 22 h a 22h 15 – isso quando tudo dá certo, se não vamos até 23 hs pra conseguir acabar com a pilha dela heheh
    De manhã eu acordo ela em torno de 8 e 15 (isso quando não acorda antes, por conta própria).
    Gostaria de saber a tua experiência e opinião.
    Não achei nenhum post com esse assunto específico (contando a tua rotina), principalmente depois que ele começou na escolinha.
    Bjooo

    • Thais Godinho respondeu Carla 21/04/2013

      Sugestão anotada, Carla! Muito obrigada!

    • Camila respondeu Carla 22/04/2013

      Oi Carla,
      desculpe intrometer, mas eu trabalho com isso, então…
      Pelo que vc descreveu, parece que sua filha dorme pouco para a idade dela. Dorme tarde…mas sabemos que a vida hoje é corrida, se os pais puserem a criança cedo, não ficam com ela durante a semana, é a realidade…então, minha sugestão (se é que ela já não faz isso!), é que sua filha tire uma longa soneca (de duas horas) no horário de almoço (pode ser logo após). Assim ela chegará próximo ao tempo de sono total necessário. Nessa idade o sono é MUITO importante, é imprescindível para o desenvolvimento cerebral, para a formação de novas conexões. Infelizmente o que vemos atualmente são crianças pequenas dormindo como adultos (8, 9 horas de sono à noite estão muito, muito longe do suficiente).
      Abraço e boa sorte.

      • Carla respondeu Camila 22/04/2013

        oi, Camila, obrigada pela contribuição.
        Na escolinha, durante a semana, ela chega a dormir uma hora após o almoço, e em casa, no fim de semana, costumamos deixar ela dormir até acordar sozinha, ou o limite de 2 horas a 2 horas e meia, conforme tenha sido a noite anterior.
        Em geral ela dorme de 9 a 10 horas por noite.
        Um beijo.
        Obrigada.

        • Camila respondeu Carla 22/04/2013

          Que bom, Carla. Bons indicativos de que o bebê/criança não está dormindo o suficiente são entrar no carro e adormecer muito rápido; e demonstrar irritabilidade.
          É uma luta mesmo, também tenho filhos, a gente está sempre buscando o melhor para eles…por isso gosto de compartilhar informações.
          Abraços!

          • Machado respondeu Camila 08/05/2013

            Camila aproveitando as dicas que escreveu para Carla…. meu filho sempre dormiu bem e tinha o ritual da soneca. Mas agora com 3 anos e a mudança de escola fez com que ele perdesse a soneca. Continuamos a insistir nisso, em casa ele dorme mas na escola não.
            Da escola até em casa, as vezes ele dorme no carro!!!! Dai é uma correria pra coloca-lo na cama, as 19h no maximo 20h ele já adormeceu. Acorda no meio da noite pra fazer xixi e de vez enqdo pede leitinho e dorme de novo até as 7h.
            O que acha? Tem alguma dica?
            Pois a preocupação é com a irritabilidade dele e a falta de apetite né!

            • Camila respondeu Machado 08/05/2013

              Oi Machado!
              Entre 3 e 5 anos, algumas crianças começam a reduzir e aos poucos a “pular” a soneca. O problema é que, se ele está dormindo no carro na volta da escola, é porque está mesmo cansado. Mas como ninguém pode obrigá-lo a tirar uma sonequinha na escola, acho importante você contar o total que ele dorme à noite. O ideal aos 3 anos é de 12 a 13 horas de sono. O “ideal”, portanto, seria que ele pudesse dormir das 19h às 7h, ou o mais próximo disso que vc conseguir… Outra coisa: seria bom se vc pudesse evitar esse hábito de tomar mamadeira na madrugada…sei que é difícil! Mas aos poucos a gente consegue!
              Beijos e boa sorte!!

              • Machado respondeu Camila 09/05/2013

                Querida Camila!
                Fiquei aliviada ao saber que está tudo normalm, meu bebe virou criança!!!! Essa semana ele ainda não cochilou no carro e tem dormido em media 12h.
                Como o peso dele é baixo fica dificil negar a mamadeira e sempre escovo os dentes apos o leitinho, alem disso esse pedido não é frequente. Mas se for outro o problema desse habito, gostaria de saber qual é?
                Obrigada mais uma vez:)

                • Camila respondeu Machado 10/05/2013

                  Oi Machado,
                  se ele tem dormido em média 12h, aparentemente está bom mesmo, ainda mais se não está mais desabando de sono no carro e se não demonstra irritabilidade além do normal.
                  Olha, confesso que às vezes eu mesma acabava dando mais leite do que deveria para minha filha mais velha que não gostava de comer…Mas criança com peso baixo não precisa mamar de madrugada, precisa é comer melhor durante o dia… (quem precisa mesmo mamar de madrugada é bebê prematuro, de peso baixo etc. aos 3 anos, não). Na época em que ela comia pouquíssimo, na mamadeira da noite eu batia com frutas, banana, mamão, aveia, mel…
                  Se vc escova os dentes e também não é algo frequente, menos mal…o perigo é virar hábito!
                  O ideal é não comer/mamar de madrugada, acordar e tomar um bom café da manhã, e fugir da tentação de dar mamadeira em outros horários, para não espantar ainda mais a fome. De qualquer forma, no máximo aos 4 anos o ideal é que a mamadeira vá embora…
                  Mais uma vez, sei que o “ideal” é difícil de alcançar, mas com persistência, paciência e muita calma, a gente acaba conseguindo, sem neura, com carinho…O bom é que eles vão ficando mais velhos e podemos conversar, explicar o porquê das coisas, e tudo vai ficando mais “fácil”.
                  Você parece ser o tipo de mãe interessada, que pesquisa, tenta fazer o melhor, e isso já é bom demais. Parabéns!
                  Abraços!

                  • Machado respondeu Camila 13/05/2013

                    Camila feliz Dia das Mães!!
                    Você acertou quanto ao meu interrese em pesquisar sobre o desenvolvimento infantil.
                    Obrigada pelos parabens e por informar que estou no caminho certo! Irei experimentar sua receita de mamadeira mais reforçada antes dele se deitar.
                    Super abraços 🙂

  33. Ale 19/04/2013

    Nossa, Thais, amei o post. Olha vc me incentiva muito sabia?! Vou copiar em parte a sua agenda, rsrsrs. Tenho varios DVDs de ginastica, um Jump, uma bola e 3 elásticos para Pilates, e ainda sou matriculada na academia, mas bate uma preguicinha terrível. Vou priorizar os exercício. Obrigado pelas dicas.

    • Thais Godinho respondeu Ale 21/04/2013

      Boa sorte, Ale. Eu acho que começar a academia é fácil, duro é manter durante a vida toda!

  34. Camila 24/04/2013

    Olá Thais,
    Gostei muito desse post! Também estou encarando minha rotina de atividades físicas como um “compromisso” para nao faltar. Mas gosto de fazer, apesar de as vezes ter preguiça.
    Uma coisa que me ajudou bastante é que resolvi fazer atividades no sábado e no domingo. Pois nesses dias eu passo bastante horas com a minha filha, e assim nao fico com remorso de “tirar” uma horinha da rotina noturna familiar durante a semana. Assim eu defini que sábado a é dia de corrida! Por volta das 18 horas saio para correr, levo menos de 1 hora. o horário não rígido, quando temos compromisso no sábado a tarde, as vezes corro mais tarde. E no domingo de manhã saio para pedalar. As vezes vou com minha irmã ou com minha a filha e/ou marido. Assim incluo a atividade na rotina da família! Isto me ajudou muito.
    Beijos e continue assim!

  35. Brenda 24/04/2013

    Oi, Thais!
    Adorei suas dicas.
    Eu comecei a fazer musculação semana passada. Fui ao médico e fiz avaliação com um nutricionista e professor de educação física.
    Aqui é corrido também, faço no horário de almoço do meu marido. Deixo tudo pronto pela manhã, fico pronta, me alongo em casa pra não perder 15 minutos lá na academia me alongando (posso malhar por 1 hr). Meu marido fica aqui com o nosso bebê, almoça.. me pega lá, me deixa em casa e vai direto pro trabalho. Dou almoço pro baby, almoço, coloco o bebê pra dormir e faço o que tenho que fazer na casa e às vezes até sobra tempo pra descansar.

    Antes ficava arrumando desculpa de: “Ah mas se eu pegar 1 hr do almoço do meu marido, ele vai ficar só com meia hr e mal vamos nos ver”, porém decidimos que esse menos tempo juntos por conta de atividade física (ele também vai começar, vai fazer a noite) é justamente para que passemos mais tempo juntos por toda a vida. Saudáveis e vendo nosso filho crescer.

    Beijos e boa academia pra nós!
    😉

  36. […] dia eu postei aqui como se organizar para fazer uma atividade física, quando acabei contando sobre a iniciativa que eu tomei de voltar à academia e fazer exercícios. […]

  37. […] já comentei anteriormente, comecei a fazer academia e estava lamentando um pouco ter que investir uma hora do meu dia em uma […]

  38. Érika 05/09/2013

    Preciso retornar tanto a estudar quanto a fazer exercícios. Este blog está me ajudando muito.

    Com o desejo de escrever num blog também irei citar o Vida Organizada como uma fonte inspiradora.

    Abç.

  39. Dayane Senra 13/07/2016

    Tudo que eu precisava ler. Tenho me sentido muito desanimada, muito mesmo, perdi o interesse por coisas que antes eu amava, como malhar e fazer outras atividades. Eu trabalhava em um período de 6 horas por dia, agora mudei de emprego e estou sentindo muito, trabalho o dia todo e é muito longe da minha casa, saio do trabalho e vou direto pra faculdade. Eu até conseguiria malhar 3 vezes na semana mas perdi toda a vontade, tenho até medo de ser o inicio de uma depressão pois eu já tive e começou assim mesmo. Só tenho sentido vondade de ir correndo pra casa ficar com meu marido. Não sei mais o que fazer.

  40. Karine Aureliano 27/07/2016

    Thais, poderia nos atualizar como está sua rotina de atividades físicas atualmente?
    estou na fase de “desculpite” e essa fase já dura uns 3 anos… =(
    na verdade, está sendo assim em vários setores da minha vida. Inicio e paro com tudo…

    • Thais Godinho respondeu Karine Aureliano 03/08/2016

      Posso escrever um post, anotei a ideia. Obrigada.

      • Karine Aureliano respondeu Thais Godinho 18/08/2016

        Eu quem agradeço.

  41. Thais seus conteúdos realmente são muito interessantes. Talvez esteja faltando apenas melhorar a estrutura a fim de ter uma otimização em SEO muito melhor. Fica a dica.

    • Thais Godinho respondeu Gustavo de Sant' Anna 29/07/2016

      O blog é inteiro configurado para SEO. Você identificou alguma melhoria específica? Por favor, me fale! Obrigada. 🙂

  42. anõnimo brasileiro 17/12/2016

    Acho q vc abandonou atividades físicas.

    • Thais Godinho respondeu anõnimo brasileiro 17/12/2016

      Acho que deixei claro há meses que não posto mais coisas pessoais no blog justamente para evitar comentários de anônimos como você.