ou
Imagem: Getty Images

Imagem: Getty Images

1. Qual a melhor dica de organização que você já leu ou recebeu de alguém?

Com toda a certeza a dica mais definitiva de organização que eu aprendi foi a técnica de separar os objetivos de vida em longo, médio e curto prazo do David Allen (ele usa uma terminologia de 50 mil pés, 40 mil e assim por diante). David Allen é o criador do método GTD, que eu estudo e utilizo há um tempão. Essa técnica dos objetivos é boa porque faz a gente dizer não para um monte de coisa desnecessária na vida – projetos que nos empolgam por um momento mas, quando realmente analisamos, vemos que, se não tiver a ver com nossos objetivos, não vale a pena ser feito. E isso faz a gente priorizar mais as coisas, viver a vida com mais tranquilidade e integralmente.

2. Qual a coisa mais importante para se pensar quando está organizando a casa?

Que nada é perfeito. Que a casa não precisa estar impecável o tempo inteiro – ela só precisa estar funcionando para quem mora ali. O problema da louça suja não é a sujeira ou o aspecto feio da pia, mas o fato de não ter pratos e talheres limpos quando você precisa deles. Muita gente deixa de descansar, ficar com os filhos ou trabalhar em algum projeto interessante na vida porque “precisa” limpar isso ou aquilo. Não é a gente que deve servir a casa, mas o contrário. Trabalhe no mínimo e tenha uma rotina mais leve.

3. De que você jamais abriria mão na organização?

Listas! Não sei viver sem elas. São o único recurso que funcionam paras qualquer método de organização – inclusive para aqueles que não utilizam método nenhum! E isso porque são extremamente úteis mesmo.

4. Algo que você mudou e que te deixou muito feliz com relação a organização.

O blog, com toda a certeza. Só o fato de saber que estou ajudando um pouquinho outras pessoas a se organizarem ou, ao menos, pensarem sobre o assunto, já é uma mudança tremenda. Já li muitos livros de organização e todos passam aquela impressão de que, se você não é super organizado(a), você não tem jeito. E não é verdade! Organização não é bitolação, é ter controle sobre a vida dentro daquilo que você efetivamente pode controlar. É não chegar daqui a 5, 10, 30 anos e pensar que poderia ter feito isso ou aquilo quando era mais novo(a), que não aproveitou o tempo. Organização tem a ver com realização pessoal, não com uma casa de revista.

5. O que você está organizando nesse momento?

Meus estudos, praticamente. Preciso ser muito organizada para não perder tempo porque já não tenho muito disponível no dia a dia para estudar. Também preciso ser organizada para manter a rotina de atualizações diárias no blog, além das respostas a e-mails, comentários, mensagens. Continuo organizando a casa, que é um processo em eterna construção. Destralhando, diariamente. Também estou organizando as minhas finanças, me preparando para tirar carta de motorista, planejando as festinhas de aniversário do nosso filho no mês que vem, participando de alguns eventos como palestrante (então demanda pesquisa e produção de apresentações), além das coisas de sempre: trabalhar fora, ser mãe, esposa, ter um tempo para mim… o que, cá entre nós, já demanda todo o tempo do mundo. =)

Thais Godinho
14/03/2013
Veja mais sobre:
19
Projetos / Objetivos concluídos no segundo trimestre (2017)
10 lições de organização que eu aprendi com a Martha Stewart
Mudanças (ou não) no apartamento alugado