ou

Eu comentei em um post anterior que o blog voltaria a fazer publieditoriais depois de a maioria dos leitores terem dito, na pesquisa, que isso não os incomodava. De qualquer forma, eu quis fazer um post explicando quais são as formas de publicidade existentes no Vida Organizada para que vocês saibam identificar, está bem?

Quando uma marca entra em contato comigo através desta página, eu envio o media kit do blog, que basicamente é um documento com informações de acesso, número de visitas, páginas visualizadas, quantas pessoas curtem o blog no Facebook, esses dados. Também constam lá os formatos de publicidade no blog, assim como os seus valores. Se a marca continuar interessada, nós vamos conversando até chegar ao melhor formato para a situação.

As formas de publicidade permitidas no blog são as seguintes:

  1. Publieditoriais – Publieditoriais são posts patrocinados. Posts escritos por mim (eu não publico conteúdo pronto de terceiros), patrocinados por alguma marca ou empresa que pretende divulgar os seus serviços, algum produto ou promoção. Veja um exemplo de publieditorial recente aqui. Meu cuidado com a volta dos publis no blog é continuar oferecendo um conteúdo de qualidade. O que a marca faz é pagar para que alguma ação sua seja divulgada no post em questão. Ela paga pela divulgação no espaço, basicamente. Os publis são a forma de publicidade mais cara do blog de propósito, porque eu penso assim: para entrar no espaço mais sagrado de todos, que é o planejamento editorial, precisa ser um valor que realmente compense essa “intervenção”. Isso também é uma forma de reduzir o número de publis. Como eu já falei aqui, eu não dependo financeiramente do blog, então não preciso aceitar todo tipo de publi. Nada contra quem faz isso e ganha seu dim-dim dessa forma, mas eu sou muito chata com o conteúdo do blog e, para algo assim entrar, quero que seja bem-feito. Então é assim que funciona, basicamente. Todos os publieditoriais estão identificados com a categoria “Publieditoriais” e uma frase no final (“Este post é um publieditorial”).
  2. Resenhas – As resenhas são posts falando sobre o teste que eu fiz com determinados produtos. Eu não cobro para fazer qualquer resenha – basta a marca entrar em contato comigo e, se, e somente se, o produto realmente tiver a ver com o blog, eu aceito recebê-lo para fazer um teste e postar aqui (a marca envia pelo correio), com opinião independente. Quer dizer, se eu achar o produto ruim, eu vou dizer. No entanto, dificilmente isso acontece, pois o que eu faço é mostrar todos os prós e os contras, além de dizer para quem é mais indicado. Dificilmente um produto é horroroso e inútil porque, quando é assim, eu já digo no próprio e-mail de contato para a marca que não seria interessante resenhar aquilo. Nem todas as resenhas são feitas com produtos enviados pelas marcas – muitas vezes, eu mesma compro e resenho o produto porque acredito que seria interessante para os leitores saber um pouco mais sobre ele. Tudo o que eu faço no blog é pensado no leitor em primeiro lugar. Eu não me importo em fazer a resenha “de graça” e divulgar a marca, porque o meu interesse é em gerar conteúdo de qualidade. Se uma marca X me envia um organizador novo para testar, eu tenho certeza que esse review vai interessar aos leitores, pois esse é o tema do blog. Todas as resenhas de produtos enviados pelas marcas estão sob a categoria “Resenha” e as resenhas no geral, de produtos enviados pelas marcas ou comprados por mim, estão na categoria “Selo de aprovação”, separadas em ordem alfabética.
  3. Sorteios – O blog não realiza mais sorteios por diversos motivos. O principal é que não é um procedimento simples, envolve a Caixa Econômica Federal, regulamentos gerais, prazos que a marca pode não cumprir, gastos com Correio que não posso arcar, disponibilidade de tempo para enviar esses produtos etc. Por esses e outros motivos, eu decidi não realizar mais sorteios no blog, mas as marcas podem divulgar seus concursos e sorteios através de publieditoriais, sem problemas.
  4. Banners – Banners são imagens inseridas em locais distintos do blog para uma marca divulgar um link, que pode ir para o seu site ou para um produto específico. Os banners podem estar localizados na barra lateral ou dentro dos posts.
  5. Links – Algumas marcas entram em contato querendo “alugar” uma palavra-chave em determinado post durante algum período de tempo. Um exemplo: um post sobre agendas 2013 que uma papelaria tenha “alugado” durante um mês o link na palavra “agenda semanal” para direcionar a uma página em sua loja virtual só com agendas semanais. Isso é só um exemplo.

Outras formas de remuneração através do blog

  • Google AdSense – Ferramenta do Google utilizada para geração de anúncios semânticos, ou seja – o Google “rastreia” o que você está vendo na web e gera um anúncio que tenha a ver com o assunto. Eu acho isso genial! Esses anúncios estão inseridos na lateral do blog e abaixo dos posts. Tomo bastante cuidado para não interferir na leitura de vocês.
  • Programa de afiliados – O único programa de afiliados que eu tenho atualmente no blog é o da Livraria Cultura, que eu sou fã. Por enquanto, só uso os banners (da mesma forma que os do Google), mas a ideia é utilizar sempre que eu falar de livros, pois assim posso linkar para a página deles.
  • Palestras, cursos e treinamentos – Muitas vezes, sou convidada por algumas marcas ou pessoas para realizar palestras sobre organização e isso me traz um retorno financeiro, pois as palestras são pagas (afinal, preciso deixar filho, marido e outros afazeres de lado para conseguir realizar um evento desses, que tem todo um preparo antes de pesquisar, montar a apresentação etc). Quando as palestras são públicas, eu divulgo aqui no blog, mas o que acontece é que muitas vezes elas são para um grupo fechado de pessoas, como para empresas, por exemplo. Eu também costumo realizar palestras sobre a minha profissão (publicidade), e recentemente me juntei ao pessoal do evento Social Media São Paulo para participar sempre e ajudar na organização (estou empolgadíssima!). Isso não está ligado diretamente ao blog mas, como eu falo sobre a minha experiência, que envolve o blog, acaba sendo relacionado, de certa forma.
  • Produção de textos para terceiros – Algumas marcas me convidam ocasionalmente para produzir conteúdo para os seus canais de comunicação, como blogs corporativos ou jornais internos. Geralmente são empresas que gostam dos textos do blog e querem ter algo exclusivo voltado para o seu público. Eu também, por trabalhar com publicidade e mídias sociais, produzo conteúdo de outros assuntos diversos sob demanda, mas isso não acontece através do blog.

Esses dois últimos itens dão uma ideia da quantidade de coisas que eu faço na vida além do trabalho, blog, família, estudos etc.

É isso! Se vocês tiverem mais alguma dúvida sobre esse assunto, por favor, postem nos comentários. =)

Thais Godinho
18/02/2013
Veja mais sobre:
24
Turmas abertas de GTD em SP: maio e junho
Onde acompanhar a Thais e o Vida Organizada
Vida Organizada no Mamatraca

Group of schoolchildren (6-7) playing in classroom

Este post foi enviado pela organizadora profissional Fernanda Graeff, da Armonizzare Ambientes.

Os dias de dormir até mais tarde, almoçar lanche, olhar TV até de madrugada, computador liberado estão com seus dias contados ou já   estão em um lugar da memória das crianças e adolescentes do Brasil!  (no Rio Grande do Sul as aulas começam somente após o Carnaval…. em outros estados do Brasil, no começo de fevereiro).

É tempo de retomar a rotina de estudos. Pensando em ajudar as famílias a passar por este momento, elaborei algumas dicas que podem ajudar! Sou ex-professora, mãe de duas meninas e mesmo com minha atividade de organizadora profissional reconheço que não é uma tarefa fácil. Mas não  é impossível. É de conhecimento popular, que para mudar um hábito são necessários 21 dias e muito empenho! Então vamos às dicas:

Faça uma mudança gradativa nas permissões que seu filho tinha nas férias. Para evitar “combates”  diários, vá reduzindo os horários que ele tinha permissão parar dormir, ver TV, usar o computador.  Cortar tudo de uma vez só,  vai fazer seu filho ficar frustrado e identificar a volta às aulas como um castigo.

– Mesmo que nas primeiras semanas de aulas, alunos e professores estejam se conhecendo e estabelecendo regras, aproveite este momento para estender estas regras para sua casa.  Em conjunto estabeleçam o que funciona para a sua família em termos de horários, onde se encaixa o momento de estudo. Ele deve ser diário, mesmo que seja para rever conteúdos, organizar o material, agendas, mochilas. A famosa frase “mas eu não tenho tema” nem sempre é verdadeira, o que acontece é que ele pode ter tema sim e está deixando para última hora.

Elabore com seu filho um cronograma semanal, onde se destaque tanto os compromissos com a escola, quanto os momentos de lazer. Assim ele aprende a valorizar a organização e ver que é algo que o beneficia, e não somente serve como “punição”  e para coisas “chatas” .  Faça de acordo com a faixa etária, estando nos primeiros anos do Ensino Fundamental faça um cartaz bem colorido, se estiver em outra fase, apele para os recursos multimídia, fazendo planilhas ou até mesmo uma fã page, blog onde seu filho adolescente pode compartilhar sua rotina com os colegas da escola e com a família,  tudo que está fazendo de legal na semana!

Use uma pasta sanfonada, ou fichário com plásticos para que seu filho vá acrescentando as atividades que fizer na escola, por matéria ou área, assim na hora de procurar um conteúdo para estudar para uma prova fica mais fácil.

Privilegie um local da casa livre de distrações para os momentos de estudo! Tudo com muita luz, silêncio, uma boa mesa e cadeira que proteja a postura. Mas comece cedo, se seu filho nunca fez isto desde que entrou no 1º ano, dificilmente ele irá procurar um local assim para estudar com 15 anos.

Acompanhe a rotina de seu filho, mostre que você se importa! No tempo que fui professora observei a diferença que a atenção dos pais fazem no resultado escolar.

Vamos ver a aula com toda positividade que ela traz! Retomar os estudos! Retomar as amizades! Com organização e boa vontade sobre tempo para tudo! Estudos e lazer! Boa volta a todos!

Thais Godinho
18/02/2013
Veja mais sobre:
De férias/folga
16
FLY Lady e GTD: Zonas da semana
Minha rotina diária