ou

Dúvida enviada pelo Facebook.

Oi! Primeiramente quero lhe parabenizar pelo blog, ele é ótimo, você é muito legal e entende nossos problemas de verdade, é muito inspiradora.

Estou com um problema de organização em relação aos meus materiais da faculdade, me formei em direito esse mês e dei uma limpa em tudo o que guardei, me livrei de provas e vou dar alguns materiais pra um amigo meu que faz o mesmo curso, mas tive que guardar uma quantidade considerável de papéis e cadernos, que fazem MUITO volume. Comprei duas pastas sanfonadas de 31 divisórias e o que restou eu dividi nelas. Não acho que foi a melhor solução, porque elas ficaram bem pesadas e volumosas, mas pelo menos diminui de umas 7 pastas que tinha pra duas grandes. Os cadernos são um problema, o que tinha de descartável neles eu tirei e joguei fora, mas tem coisas importantes que ainda são atuais e talvez eu precise pra algum concurso publico que pretendo fazer; pensei em tirar o arame dos cadernos, separar as folhas e colocar nas pastas com divisórias. O espaço aqui em casa é bem pequeno, é um flat, então é complicado. Será que voce pode ajudar? Li no blog que no final da faculdade deveríamos ter apenas uma pasta “faculdade”, mas no curso de direito isso é difícil! Enfim, parabens pelo blog!

Y. K.

Querida leitora,

Entendo sua aflição. O que você pode fazer é ter uma pasta para cada matéria, então. Essas pastas com divisórias, quando ficam muito cheias, ficam feias. Mas tente generalizar e ter a menor quantidade possível de pastas. A grande verdade também é que, daqui a uns cinco anos, você conseguirá filtrar melhor o que deve ficar.

A dica serve para concursos com material mais extenso também, como História.

Quanto a concursos, eu não teria essa preocupação, pois o estudo para concursos é diferente do estudo acadêmico. Os materiais são diferentes, pois é outro foco. Considere esse ponto também.

Boa sorte.

Thais Godinho
22/01/2013
Veja mais sobre:
32
Rotina de organização é importante
Empreender não é projeto do Pinterest
Lições de simplicidade, foco e sucesso de Steve Jobs

 

  1. Karoline 22/01/2013

    Eu sou formada em direito e sinceramente nunca utilizei uma única anotação da faculdade para nada. Isso que eu anotava tudo, fazia mapas mentais lindos, pq pensava, nossa um dia posso precisar.

    A única coisa que uso e uso muito são as doutrinas. Xerox de livro, põe tudo fora, dá nojo trabalhar com eles.

    É um sofrimento jogar fora algo em que vc se dedicou muito, eu estou com duas caixas grandes e pensando: ai que dó! Mas no próximo dia em que eu for destralhar, elas não escaparão.

    • Karolina respondeu Karoline 22/01/2013

      Pode parecer meio estranho o que a minha “quase xará” tá dizendo, mas é a mais pura realidade. Se vc tiver anotações muito, muito organizadinhas, aconselho digitalizar.

      Agora eu praticamente joguei tudo fora, fiquei apenas, obviamente, com os livros.

      O Direito é muito dinâmico e em constante mudança. Em 1 ano ainda não precisei de nada e muito provavelmente se precisar irei buscar materiais novos, e se por acaso precisar de antigo, será de livros.

      Enfim, tem que mediar o que precisa de fato ser guardado. Mas guardar tudo não compensa.

  2. Juliana Mendes 22/01/2013

    Também sou formada em direito e também passei por isso. Guardei material por anos, e depois percebi que a legislação brasileira muda numa velocidade tão grande, que é mais fácil utilizar a internet ou qualquer outro meio de pesquisa, do que guardar livros e códigos. Mesmo livros de doutrina, muitas vezes acabam desatualizados. Quanto aos cadernos, nunca utilizei nenhum deles após a faculdade, assim como cópias de livros, portanto, por experiência própria posso dizer, não adianta guardar esse material. Sugiro que guarde apenas livros doutrinários, mas prestando a atenção para as atualizações que surgem.

  3. Darlene Ramos 22/01/2013

    Olá,

    Então eu me formo esse ano… e minha mãe é formada em Direito há 5 anos.
    Sinceramente, muiiiiita pouca coisa vai utilizar, ela guardou o material dela com todo o carinho do mundo pra que eu usasse as anotações dela pra me ajudar a estudar, no final das contas, eu só usei o material dela de medicina legal, por que todas as outras matérias não estavam mais atualizadas, e era capaz de me atrapalhar em vez de ajudar.

    Eu, muito embora ainda não tenha me formado, já começarei a me livrar dos meus materiais no decorrer deste ano. Meu conselho, é que se for guardar algo, guarde somente o necessário, caso contrário será uma pasta a mais na sua casa, que vão passar anos e você não vai usar, pra nada mesmo, e mais, se for guardar só é atual o material de 2 anos atrás, por que o resto está defasado, infelizmente, como já comentaram as leis mudam com uma velocidade inacreditável aqui no Brasil.

    Ainda, verifique se no que você realmente vai guardar, pode ser digitado, afinal uma pasta no computador pode ser que seja mais útil e com certeza ocupará muito menos espaço.

    É não tem jeito, na prática você não vai usar essas coisas, vai acabar usando doutrinas ou pesquisando na internet absolutamente tudo.

  4. Monica 22/01/2013

    Vou concordar com a afirmação: “daqui a cinco anos, você conseguirá filtrar melhor”. No meu caso foram 10, mas, enfim, acabei de pôr para fora várias coisas do meu mestrado. Meu marido ficou chocado, mas eu disse “Faz 10 anos que eu nem sequer olho para essas coisas. Se eu precisar de algo, provavelmente vou procurar na biblioteca de novo, porque eu nem vou me lembrar que tenho”. Não compensa mesmo guardar.

  5. Bruna 22/01/2013

    Complicado… realmente a maior parte fica desatualizada e é melhor jogar fora do que se complicar… Até pq a maioria faz alguma espécie de cursinho… e o material é bem melhor. Mas certas matérias ficam para sempre… principalmente a parte dos estudos de Teoria Geral, princípios, escolas penais, etc… essas eu acho que merecem ser guardadas. Mas sinceramente, esqueça as pastas… dê-se ao trabalho de escanea-los ou fotografá-los e guarde no seu computador… E para quem ainda está na faculdade, considere comprar um netbook (enquanto ainda tem), eu comprei quando estava no cursinho e, meu Deus, onde eu estava com a cebeça de não ter comprado antes?

  6. Joana 22/01/2013

    Oi Thais, esse comentário tem a ver com estudo mas não com direito. Thais se você desse alguma orientação para alguém que está estudando agora (história por sinal) qual seria? O método de estudar em ciclos você acha que é o melhor? Ou existem outros eficazes? Bj

    • Thais Godinho respondeu Joana 22/01/2013

      O método dos ciclos é legal porque você não deixa nenhuma matéria de lado nem deixa de estudar uma disciplina por muito tempo. Então eu recomendo sim.

  7. Sibelle 22/01/2013

    Eu fiz Contabilidade e Especialização em Gestão de Pessoas. Eu tinha muuuiito papel muito papel msm, pra cada ano da faculdade eu tinha uma caixa arquivo, ou seja, tinha 5 caixas arquivo e mais uma caixa grande com o material da especialização. Eu me formei há 3 anos e por todo esse tempo guardei todo esse material q nunk me serviu. As caixas estavam em um quarto na casa da minha mãe, esse ano (depois q conheci o Vida Organizada) resolvi DESTRALHAR, e o q naum tinha utilidade eu Joguei/Doei/Reciclei, oq incluiu as benditas caixas arquivo. Oq eu fiz? Dei as apostilas, cópias de livros pra uma amiga q faz o msm curso e p/ minha prima q acabou de passar no vestibular, todo o resto cadernos/anotações eu joguei fora. Na verdade me restou só o Diploma….kkk… Pq o conhecimento eu jah tinha absorvido, já tava na minha cabeça, e se não estivesse, manter aquelas caixas cheias de papel naum iria adiantar. Ano passado comecei minha graduação em Direito (oww curso pra produzir papel !!!), então jah comecei diferente… Meu arquivo é todo digital, afinal todos trabalhos são digitados, os q são manuscritos eu scaneio e jogo o papel fora… ahhh e arquivo no Dropbox. Outra coisa… sou concurseira… e todo meu material apostilas/questões/video-aulas eu utilizo da própria plataforma dos sites q acesso. De material físico só tenhos alguns livros de Direito (q são bem grandinhos), mas já penso em comprar ebooks … Oq tem de papel hj na minha vida é uma agenda e um caderno de anotações. E está sendo um alívio !!!!

  8. Eu também sou formada em direito e ao terminar o curso, eu digitalizei o material que achava interessante guardar e confesso que nunca o utilizei. Depois de uns 3 anos eu deletei tudo e joguei fora o que acumulei depois de formada também.

  9. Milena 22/01/2013

    uma boa ideia é scanear os cadernos e guardar tudo em meio virtual, tipo email ou dropbox. No meu caso que é arquitetura até dá pra fazer com cadernos e poligrafos, mas pra scanear os projeto tenho que pagar por metro quadrado, então to guardando pra quando eu tiver me formado e tiver uma grana mandar scanear tudo!!!

  10. Amanda Moraes 22/01/2013

    Eu tinha dez caixas, uma para cada semestre da faculdade de direito. Quando me formei, fíz uma limpa para ficar com apenas uma. Todos os trabalhos e provas foram embora, bem como as apostilas. Vi que tudo estava desatualizado ou ficaria desatualizado bem rapidamente. Só mantive as Xerox de livros completos, aquelas organizadas. E mesmo assim só as que eu achei que não iriam desatualizar, como livros de criminologia ou com uma visão mais sociológica/histórica/acadêmica, como teoria da constituição.
    Realmente o estudo pra concurso e o estudo na universidade é muito diferente, você não vai usar mesmo.
    Desapega! 😀

  11. Carmelita Machado 22/01/2013

    Fiz Medicina, tinha bastante coisa guardada e confesso que só consegui me desfazer depois de uns 5 anos, quando notei que nunca usava o material da faculdade. Mas ainda tenho 2 problemas: estou cheia de revistas e elas não param de chegar (forma de atualizar na minha área) e meu marido (colega de faculdade) não deixa eu desfazer de nada dele, puro apego! Alguém por aqui pode me ajudar nessas questões? 😉
    Obrigada!!!

    • Karoline respondeu Carmelita Machado 22/01/2013

      Carmelita, a Thaís tem um post em que ela fala que colecionava revistas, ela digitalizou as páginas que interessavam e colocou tudo fora sem dó.

      Eu penso assim, se for revista semanal, jogue fora pois tem a mesma revista na internet, aliás, se tiver a revista na internet para quê guardar as físicas.

      Quanto ao seu marido, também tem um post aqui no blog que fala disso, que não é pq nos tornamos organizadas e minimalistas que temos que impor isso à alguém. Eu entendo perfeitamente isso pq meu marido é super apegado, para vc ter uma ideia ele guarda brinquedos de quando era criança, mas em 13 anos de casada nunca vi ele pegar um para mostrar para os nossos filhos. Fora a irritável coleção de bonés e camisetas de firma, que ele não usa nem para fazer exercícios. Vai entender tanto apego?

      O nosso “problema” de apego foi resolvido assim, ele tem um quarto só para ele que guarda toda a tralha dele, eu nem entro lá, que me dá nos nervos.

      Espero ter ajudado.

      bj

    • Marcela respondeu Carmelita Machado 22/01/2013

      Carmelita, acredito que no seu caso, o melhor a ser feito é scanear as revistas e abrir pasta arquivo (digital) para cada exemplar. Pode dar um pouquinho de trabalho, mas imagine ficar sem essas revistas espalhadas pela casa, ou então em uma pilha encostada num cantinho do escritório. Já sei como é…já vi esse filme….

    • Carmelita Machado respondeu Carmelita Machado 22/01/2013

      Obrigada, meninas! Vou tirar um tempo para digitalizar mesmo, são revistas mensais (mas chegam 3 logo!). Bom saber que tem marido “pior” que o meu…hihihih…
      Muito obrigada! Beijos!!!

  12. Karolina 22/01/2013

    Se vc tiver anotações muito, muito organizadinhas, aconselho digitalizar.

    Agora eu praticamente joguei tudo fora, fiquei apenas, obviamente, com os livros.

    O Direito é muito dinâmico e em constante mudança. Em 1 ano ainda não precisei de nada e muito provavelmente se precisar irei buscar materiais novos, e se por acaso precisar de antigo, será de livros.

    Enfim, tem que mediar o que precisa de fato ser guardado. Mas guardar tudo não compensa.

  13. Helena 22/01/2013

    Pois é, eu estudo direito e decidi não investir em livros durante a faculdade pra não juntar tralha e gastar dinheiro com coisas que ficam desatualizadas super rápido. Eu uso tudo da biblioteca e não faço xerox. As anotações eu coloco fora no final do ano. Algumas coisas mais importantes eu acabo guardando, mas está acontecendo o que a Monica falou, nunca peguei nenhuma anotação de anos passados. E acho que a dica da Thais, sobre a diferença entre o estudo para concursos e para a faculdade é suuuper válido. Se a gente segue o mesmo estudo perde tempo.

    Ainda pra melhorar a situação, é um curso muuuuito amplo, que depois que a gente se forma usa uma parte muito específica e diversas coisas nunca mais vemos.

    Uma dificuldade que eu tenho é em atualizar os malditos vade mecum. A saraiva envia as atualizações gratuitas mas elas ficam no e-mail. Eu uso o livro, acho que a tecnologia vai acabar me conquistando e vou migrar para algum tablet ou similar. O problema é o preeeço.

  14. Ana Cláudia 22/01/2013

    Y. K., me formei há 2 anos em Comunicação Social. Eu tinha (muita) certeza de que precisaria de mais da metade das coisas que eu produzi durante a faculdade. Acabei guardando alguns textos, cópias de xerox e cadernos.
    Outubro passado, eu mudei de apartamento. Adivinha só qual foi a última coisa que carreguei pro apê novo? A (mega) caixa com as coisas da faculdade. Quando cheguei ao apê novo e fui analisar, nesses 2 anos eu sequer peguei em alguma coisa dessa papelada! Resultado: juntei tudo e joguei fora sem dó.

    Um mês depois, fui apresentar uma palestra para alunos de Publicidade. Qual não foi uma surpresa quando descobri que ia precisar de uns xerox (como é o plural disso?) que eu tinha lá?! Mas, antes de me descabelar, apelei pra internet e encontrei todos os textos que quis ler. Acabou que deu tudo certo.

    Hoje em dia, a maior parte das coisas está no mundo digital. Juntar folhas assim pode acabar sendo perda de tempo e espaço.
    Observe o que você pode digitalisar e reuna tudo em uma pasta de seu computador. Acredito que será muito mais interessante que pastas físicas. =D

    • Thais Godinho respondeu Ana Cláudia 22/01/2013

      Concordo… Ainda mais na nossa área, que tudo muda de um dia para o outro, quase.

  15. Hiorrana 22/01/2013

    Eu ainda faço faculdade de direito. Estou no 7° periodo. Organizei meu materia desde o começo da faculdade em apostilas. Junto os textos copiados, provas, e algo de importante que eu tenha anotado, coloco na ordem desejada e mando encardernar. Tenho umas 7 ou 8 apostilas. Pouco, já que tenho em média 5 matérias por periodo.
    É que as que eu não considero importante pra estudar pra algum concurso ou coisa do tipo, eu não guardei. Não juntei mantérias como sociologia, política, ou filosfia. Essas, eu fui passando pro pessoal mais novo na faculdade.

    Acho que esse método de apostilas me serve bem. Ficou organizado, e quando eu decidir desapegar de tudo (e ficar só com os livros)a pessoa que ganhar vai ficar super satisfeitas.
    Ah, elas ocupam o pequeno espaço de uma sapateira pequena, dentro do meu guarda roupas mesmo. 🙂

  16. Prisla 22/01/2013

    Thais ola
    Esse é um comentario offtopic e não quero que você o aprove.
    Tenho reparado que vc tem mostrado mas o rosto ultimamente só que venho reparando que vc esta com olheiras. Isso nao é uma critica negativa, isso seria mais um conselho que eu dou a alguem que quero bem. Vc aparecer com olhos cansados meio que informa que vc esta muito cansada e que sua organização funciona mas mesmo assim você esta exausta.
    Entendo que algumas pessoas possuem olheras profundas mesmo tendo noites bem dormidas mas existe produtinhos corretivos que fazem milagres.
    Peço que não me leve a mal, mas acho que devemos mostrar e cuidar de quem queremos bem.
    Assim mais pra frente talves role um post dizendo sobre esses produtinhos.
    Mas uma vez peço que não entenda como uma briga e sim.um toque.
    Continue seu otimo trabalho.
    Desculpas os errinhos mas eu estou no celular rs

    • Thais Godinho respondeu Prisla 22/01/2013

      É de família sim, Prisla, minha mãe parece um panda, rsrs. Já tentei usar corretivos, mas ficam super artificiais. Como não gosto de usar base também, acabo deixando para lá. Quem sabe eu não encontre algum produto bom logo logo? =)

  17. haliceh_ 22/01/2013

    Parabens! Seu blog é excelente!

    BEPANTOL Baby melhora um pouco. Passe antes de dormir.Mesmo problema. Depois de trilhar os caminhos do direito por 5 anos de faculdade restaram olheiras e muita tralha, não consigo “destralhar”.

  18. Prisla 22/01/2013

    Entendo Thais. Mas pode apagar meu comentario.
    Como eu disse ele é pessoal e offtopic.
    Beijos

  19. Karla 23/01/2013

    Achei ótima sua resposta, clara e sucinta

  20. Rafael Danigno 23/01/2013

    Não fiz direito (foi engenharia), mas apesar de ter todos meus livros guardados nunca encostei em nenhum. Tenho inclusive uma ideia de que utilizo apenas 5% do que aprendi na faculdade…

  21. Bruna 23/01/2013

    Eu me formei em Psicologia e também acumulei muito material durante a faculdade. Depois de formada fiz uma “triagem” bem realista, joguei a maior parte das cópias fora e vendi vários livros. Anotações e outros materiais que considerava importante, foram digitalizados. Deu um certo trabalho fazer isso, mas não me arrependo. Fiquei só com o que é importante e não tenho tralha espalhada pela casa.
    Abraço,

  22. Karine Marinho 24/01/2013

    Então eu tô entrando e o meu problema é jogar fora o material do cursinho. Livros, resumos, matéria, tudo… Acho que eu ainda tô com dó talvez esperar um aninho ajuda afinal fiz o meu vestibular não tem nem uma semana. 😛
    Beijos,K.
    Girl Spoiled

  23. Luiz Gustavo 26/01/2013

    Acho que é interessante compartilhar… O Pão de Açúcar está fazendo uma campanha de arrecadação de livros (fazem todo ano), e para quem tem livros “encalhados” na estante, seja da faculdade, da escola ou de qualquer tipo, acho que vale a pena passá-lo adiante para que outras pessoas possam lê-los. Mais informações aqui: http://paodeacucarsustentavel.com/internas/blog/livros-usados-podem-beneficiar-os-outros-e-tambem-o-meio-ambiente.htm

  24. keylla araújo 19/02/2013

    OI pessol eu to querendo fazer direito e pelo o que eu percebi a maioria de voces ja sao formadas eu queria um conselho em relaçao a essa profiçao,estou com muitas duvidas,o que voces poderem me informar ja é uma ajuda,porque vcs ja tem uma esperiencias :D.beijos

  25. Maria 30/01/2015

    Olá, como vocês organizam o sistema de cadernos e tags para o material de faculdade?