ou
Imagem: Moda para usar

Imagem: Moda para usar

Já comentei um pouco aqui sobre a minha planilha de controle de roupas que resolvi fazer depois que perdi muito peso e me vi com um guarda-roupa praticamente vazio. O grande problema era: como ter dinheiro para comprar roupas, sendo que eu precisava de tantas? Foi então que eu resolvi criar um orçamento mensal para não ter que comprar as roupas parceladas, e vem dado certo já há alguns meses.

Em uma pesquisa que fiz na época, vi que era recomendado o gasto de 3% a 8% do salário com roupas. Como eu preciso de roupas, mas também não posso gastar muito, estipulei um orçamento mensal de R$250 a R$300 por mês para roupas novas. Eu acho esse valor mais que satisfatório e, sinceramente, mais de uma vez eu não o alcancei, para economizar mais. Significa apenas que eu reservo essa quantia todo mês para comprar algumas roupas, não que eu vou gastá-la integralmente.

Como eu tenho uma planilha de controle, todo mês analiso o que seria adequado comprar para a época, o que estou precisando mais, o que tem mais a ver com a estação, e vou às compras com esse foco. Se eu encontrar algum item que esteja na planilha mas não era o planejado, mas eu gostar muito, acabo comprando.

Isso também faz com que eu veja o melhor custo-benefício das roupas, procurando gastar menos, mas sem perder a qualidade.

Em janeiro, minhas aquisições foram:

  • uma calça social branca (R$79,90, Renner)
  • uma calça social bege escuro (R$79,90, Renner)
  • uma camiseta preta com decote canoa (R$35,90, Renner)
  • uma camiseta marinho com decote em V (R$35,90, Renner)

Eu gosto muito de comprar roupas na Renner pois já conheço o caimento e, no caso das calças, sequer preciso experimentar. Eles têm um modelo cropped que é ideal para mim, pois sou baixinha e não preciso fazer a barra. Se eu tivesse como, compraria diversas calças desse modelo apenas para garantir, pois elas são ótimas.

Ainda sobrou algum dinheiro do orçamento, e usarei para comprar roupas íntimas.

Este método tem dado certo para mim. Como você faz?

Thais Godinho
11/01/2013
Veja mais sobre:
45
Quanto custa casar?
Separe a sua papelada para o imposto de renda
Dicas para escolher o seu imóvel

 

  1. Evelly Amorim 11/01/2013

    Muito legal a sua ideia. Principalmente para mãe que preferem comprar tudo de uma vez em junho e dezembro, acho mais desgastante.Agora só é complicado para mim pois sou estudante e não tenho renda fixa.

  2. Suélen 11/01/2013

    Nossa, um valor desses pra comprar roupa achei até bem alto! Hehe. As vezes eu fico 3 meses sem comprar roupas… Principalmente quando quero economizar. E apesar de eu ter um blog que fala também sobre compras / moda e afins não incentivo o consumismo.
    Mas entendi que no seu caso era por ter perdido muito peso e tal.

    Ideia interessante, nunca tinha pensado em separar x quantia por mês para roupas. Mas no momento nem tenho como.

    Beeijo!

  3. Letícia Ohanna 11/01/2013

    Eu costumo esperar começar época de liquidações, então passo alguns dias pelas lojas e vou vendo o que eu gosto e os preços, se eu achar que ainda pode abaixar mais, eu passou alguns dias depois ou na outra semana. Desse modo eu ja cheguei a economizar 100 reais numa roupa ou num sapato!

  4. Joselita Santos 11/01/2013

    Muito interessante essa ideia de ter um valor para compras de roupas. Este ano resolvi dá um tempo em compras, pois no ano passado fiz um estrago em meu orçamento que até hoje pago. Roupa nova por enquanto, nem pensar. Usarei as que tenho mesmo. Acho que só no segundo semestre irei comprar novas roupas.
    Beijão!

  5. Amanda 11/01/2013

    Olá,

    Eu costumo comprar roupas apenas duas vezes por ano. Tento me programar com as liquidações do inverno/verão… Parcelo no cartão de crédito no máximo em cinco vezes para liberar o saldo disponível para a próxima compra.

    Mas tem coisas q são investimento e fujo desta programação qdo são itens básicos (isto existe? – rs)

    Por exemplo, na liquidação de inverno do ano passado, encontrei muitas camisetes (tenho pouco peito) num preço bom e mesmo não precisando, comprei. O mesmo aconteceu c/sapatos (tenho uns cinco pares novinhos, q foram comprados na promoção)

    Liquidação de verão não me atrai tanto – detesto vestidos, regatas, shorts, etc. – isto eu acho um desperdício, comprar p/deixar guardado, ou algum outro item muito colorido, modinha sabe?

    Neste ano sei q vou economizar bastante, afinal a minha gaveta de camisetas de manga comprida está repleta de peças novas… E os casacos tb são recém adquiridos…

    Bjos,

  6. Evelly Amorim 11/01/2013

    A ideia da Letícia em comprar em épocas de promoção também é uma excelente ideia.

  7. Daniela 11/01/2013

    Bom, eu costumo esperar pelas liquidações de inverno e verão, pois realmente vale bastante a pena esperar p/ comprar peças melhores p/ preços justos. Não quero dizer com isso que eu gaste horrores nas liquidações ou que compre coisas que não são necessárias. Eu apenas vou guardando o orçamento mensal que você comentou aqui e anotando o que estou realmente precisando. Aguardo a oportunidade aparecer, vou lá e compro.
    Se servir como dica, há alguns anos eu ganhei como dica o Livro Chic, da Gloria Calil. Tem um capítulo super interessante onde ela sugere um guarda-roupas inteiro básico (incluindo roupas, sapatos, bolsas e acessórios) e depois coloca algumas dicas de combinação entre as peças. Me ajuda bastante, estou sempre vestida adequadamente para qualquer ocasião e o dinheiro acaba sendo bem investido.

    Outa dica é o rodízio ou troca. No meu caso, tenho uma filha adolescente que é praticamente do meu tamanho e tenho ainda duas irmãs. Nós sempre promovemos um rodízio nos nossos guarda-roupas … aquela peça que não está te servindo porque você engordou ou emagreceu (exemplo: minha irmã está grávida e me emprestou temporariamente todas as roupas que ela não poderá usar no período gestacional, com o compromisso de que serão devolvidas posteriormente) ou porque você está “enjoadinha” da cara das suas peças (isso acontece muito com a minha adolescente). É uma boa maneira de termos peças “novas” por quase nada.

  8. Helena 11/01/2013

    Bá, pra ti que já conhece o caimento de uma marca, vale a pena comprar na internet, não? o enjoei.com.br tem tanta coisa bonita! Só que calça pra mim, não tem como comprar sem provar. Eu não tenho um planejamento, deveria ter. A única coisa que faço é esperar as promoções. Essa época pós-natal por exemplo tá tudo com desconto. 🙂

  9. Patricia 11/01/2013

    Eu somente compro roupa quando realmente preciso. Calçados a mesma coisa. Ficou manchado, feio ou estragou, compro outra peça.

    • Eveline respondeu Patricia 11/01/2013

      Concordo Patricia, também sou assim, se não preciso, não me faz falta, não compro! Abraço

  10. Vanessa Rosa 11/01/2013

    Oi, Thais! Eu estou a necessidade de organizar melhor minhas compras de roupas, porque em geral eu passo meses sem comprar muita coisa, e quando resolvo saio comprando que nem uma desvairada….rs Tenho percebido que muitas vezes compro uma roupa porque acho bonita e tal, mas esqueço de pensar com o que combiná-la. Além disso, acabo tendo várias peças da mesma cor, justamente por não ir às compras com o que eu já tenho em mente. Estou separando roupas e sapatos que não uso mais e pretendo então listar minhas roupas, como vc já sugeriu aqui, pra então comprar de forma mais consciente e assim não gastar à toa. Bjos!

    • Thais Godinho respondeu Vanessa Rosa 11/01/2013

      Foi por isso que eu fiz a planilha com os itens clássicos etc. Pra mim serviu muito!

  11. Wilma 11/01/2013

    Olá Thais, na realidade eu não tenho um valor exclusivo para roupa, eu tenho um orçamento mensal que é 10% pra guardar, e o restante eu divido pra alimentação, moradia, tarifas, Pets, cartão de crédito, etc. Não sou assim fascinada por roupa,gosto mais de sapatos, então meu guarda-roupa é super básico, calça preta ou jeans, não compro há anos, até comprei uma verde e nem usei ainda, foi uma exceção , gosto muito de vestidos e sempre que vejo um que sei que é meu estilo eu compro, porque é difícil encontrar, não importa a época ou o orçamento. Mesmo quando saía todo dia pra trabalhar eu não me encomodava de repetir a roupa da segunda-feira na quinta, botava um acessório a mais e voilá, hoje repito até dia seguido se for a lugares diferentes,kkkk, tô nem aí, só mudo sapato,bolsa…o pouco de roupa que tenho já dá um trabalho pra organizar, imagina se tivesse 30calças, 20 vestidos, afffemaria!! Mas admiro muito quem tem bastante e sabe aproveitar!!! se organizar.

  12. Evelise 11/01/2013

    Assim como a Suélen eu achei esse orçamento alto, na minha vida não tenho como encaixar isso, pois tenho outras prioridades no momento.
    Mas entendo que seu caso foi por conta da perda de peso.

    Preciso dar um up no meu guarda roupa, quero mais roupas clássicas, camisas, calças sociais, para poder dar fim a algumas peças que tenho mas não gosto mais (muito decote).
    Baseada em um post da Thais eu fiz uma lista com roupas que preciso, e com cerca de 1200 reais dá pra comprar, então vou fazer um planejamento para comprar essas peças até o final do ano. O problema é que aqui em casa meu marido está precisando mais de roupas do que eu, pois ele se formou em Direito e precisa urgentemente de roupas sociais, então nesse mesmo planejamento preciso incluir roupas para ele, e separar cerca de 200 reais por mês para renovar o guarda roupa de nós dois.
    Acho que consigo… rsrs

    • Thais Godinho respondeu Evelise 11/01/2013

      Gente, a dica não é sobre o valor fixo – é sobre 3% a 8% do salário. Uma pessoa que ganha R$1.000 por mês não pode gastar o mesmo que uma que ganha R$12.000. Cada um precisa analisar o seu próprio orçamento e necessidades. É claro que, se você mantém o seu peso durante anos e tem um bom g-roupa, não precisa gastar quase nada, somente quando perder algo mesmo, fazendo a manutenção.

  13. Déia 11/01/2013

    Oi Thais, fiquei até com vergonha de escrever pq pelo que vi a maioria do pessoal nos comentários é super organizado e certinho. Bem, eu não posso dizer o mesmo de mim. Compro muito mais do que preciso, e pior, muito mais do que posso! Tenho melhorado muito por causa do teu blog e esses dias até sobrou uns trocadinhos do meu salário (e olha que não ganho mal). Fiquei mega orgulhosa de mim. Meu maior problema é que acabo comprando no meu cartão pra minha irmã ou prima (sei que isso tb é horrível, mas não consigo dizer não). Então to sempre dentro de loja, e é uma tremenda tentação.
    Estou começando a mudar minha visão, olho meu guarda roupa e vejo a quantidade de coisas desnecessárias e ou que nem combina comigo. Sei que nenhuma mudança acontece da noite pro dia, mas acho que só fato de eu ver que esse tipo de atitude “consumista” que tenho não é legal, já é o primeiro passo. Adorei a ideia da Daniela de fazer um rodizio de roupas com irmãs (acho que vou tentar isso). bjs e adoro cada vez mais seu blog!

  14. Wanice Bon'ávígo 11/01/2013

    Thais, adorei essa ideia da Calça CROPPED, para as baixinhas que sempre precisam fazer a bendita da barra. Também sou do time e acho um absurdo ter que gastar mais $20 numa barra! Tenho optado por esse modelo e não sabia o nome…agora já sei! Também comprei uma branca cropped, na Zara, por 99,00. Não foi um preço muito em conta, mas a calça me ganhou pelo caimento e por não precisar ir para a costureira. Esses magazines sempre têm coisas legais. Outro dia entrei numa Riachuelo e me surpreendi com os preços de alguns itens.. Acabei consumindo uma camisa branca de algodão com um pouquinho de stretch por 39,90, com bom corte e acabamento. Fica a dica!Bjs

    • Thais Godinho respondeu Wanice Bon'ávígo 11/01/2013

      Exatamente, precisamos garimpar. =) Tem muita coisa boa barata, mas precisa procurar. Alguns itens precisamos pagar mais caro mesmo, para ter um tecido melhor, uma estrutura melhor etc.

  15. Livia 11/01/2013

    Oiiii!!!! Td bem?
    Tenho uma dúvida: por qntos meses vc junta o dinheiro pra poder comprar as roupas?
    Bjos!

    • Thais Godinho respondeu Livia 11/01/2013

      Livia, como eu expliquei no post, eu uso de 3% a 8% do meu salário mensal para fazer essas compras, até completar o que eu preciso comprar.

  16. Margarete 11/01/2013

    Olá! Thais tem uma tabela com as porcentagens de quanto gastar em cada classe/evento? Caso tenha, poderia compatilhar?

    • Thais Godinho respondeu Margarete 11/01/2013

      Como assim?

  17. Margarete 11/01/2013

    Uma tabela c/ as % de cada categoria.

    Ex:
    3 a 8% – Vestuario
    10 a 15% – Alimentação

    • Thais Godinho respondeu Margarete 11/01/2013

      Ah, entendi. Bom, isso é muito pessoal e depende da dinâmica financeira de cada família. Acho que não tem uma regra geral.

    • Rafael Danigno respondeu Margarete 11/01/2013

      Margarete, acho que o legal é registrar por 1 ou 2 meses seus gastos dividindo eles em categorias (alimentação, carro, vestuário…). Você passa então a ter uma ideia melhor das SUAS porcentagens. O próximo passo é decidir com o que você quer gastar menos e com o que você quer gastar mais… Talvez até criar uma categoria para reserva ou investimentos… 🙂

  18. Dree 11/01/2013

    Também me interesso por uma tabela de porcentagem. Também estou em fase de emagrecimento e perdendo peças, logo será necessário fazer compras. E a dica vai ser útil.

  19. Eveline 11/01/2013

    Olá Thais, gostei das dicas, e pra falar a verdade sou muuuito economica, e não gasto nem 200,00 com roupas. Mas deixo um valor semanal para gastar com tratamentos estéticos ou cuidados em mim, como por exemplo, massagem relaxante, reiki, unhas, cabelo, depilação, assim controlo cada semana, cfe necessidade de cada item, e quando sobra me dou de presente mais uma massagem ou cremes, como fiz nesta semana. Essas são minhas escolhas, pois para mim investir em si mesmo é o melhor investimento, ao contrário de roupas, em excesso, que um dia perdem seu valor. É minha visão, pessoal e organizada pra me fazer bem, e é ótimo sentir-se bem cuidada. Um beijão

  20. cristiane 11/01/2013

    nossa esse blog é incrível!!!! Não bebo, não fumo nem cheiro, mas se eu tenho um vício é o VIDA ORGANIZADA!!!! Sorte minha que é um vício benéfico, né??? Tô aqui todos os dias e fico mais feliz a cada post que leio!!!Esse post é incrível!!! Se a mulherada endividada lesse isso e pusesse em prática iam dormir melhor e ter uma pele melhor !!! Pq, gente, consumismo desenfreado gera dívidas no cheque especial e no cartão de crédito que gera noites sem dormir : F-A-T-O!!!!!!

  21. Rafael Danigno 11/01/2013

    Thais, muito legal seu post. Não sei se você conhece o YNAB (You Need A Budget), mas é um ótimo programa pra controle de gastos e reserva de orçamentos por categorias (igual ao que você faz com a reserva para roupas). Pesquisei por um bom tempo antes de escolher este (mesmo porque não é muito barato). Além de todas suas funções, permite sincronismo com celular (o que é ótimo para não perder o controle dos gastos na rua!).

    Estou adorando seu blog! Parabéns!

    • Rodrigofp respondeu Rafael Danigno 24/07/2013

      Olá pessoal
      Uso o YNAB há mais de um ano e é fantástico.

      Eu tenho um link que dá $6 de desconto para quem pensa em comprar: http://ynab.refr.cc/PWKV443 que é para indicar para amigos. Talvez possa ser útil.

      Abraço,
      Rodrigo

  22. Zulmira 11/01/2013

    Tenho um segredinho (que vou compartilhar… rs). Consigo comprar peças muito bonitas e exclusivas por preços irrisórios em um brechó chique que descobri. Pelo menos metade do que uso vem desse brechó. Vou lá uma ou duas vezes por ano e escolho modelos clássicos. Ou seja, não gasto quase nada com roupas (bem de acordo com minha personalidade de tio patinhas… rsrsrs)

    • Lia respondeu Zulmira 14/01/2013

      Poderia nos dizer qual é o brechó e onde fica? me interessei muito…

    • idalia respondeu Zulmira 23/12/2013

      oi vc poderia nos dizer o nome do brecho rsrsrs

  23. Kha Rodrigues 11/01/2013

    Essa ideia é o máximo e vou adotar. Eu não sou do tipo “desorganizada” com as finanças, tenho um caderninho que anoto todos os meus gastos. Gosto dessa ideia de controle financeiro, e embora algumas vezes perca o fio da meada, tento ao máximo fazer o controle.

    Mas, jamais pensei em estipular um limite mensal para as compras de roupas, tenho limite de gasto em alguma outras áreas- alimentação, por exemplo. Mas, roupas estavam fora…
    Beijos

  24. Dulci Dantas 13/01/2013

    Oi gente, adorei as dicas. De uns tempos para cá andei mudando meu jeito de comprar roupas. Passei a comprar menos e melhor. Dou preferência a comprar uma peça boa ao invés de três peças de qualidade e preço inferiores. Se vc cuida bem da roupa, ela dura muito. Por isso pago mais caro pelos básicos de qualidade. Comprei uma calça preta (não foi muito barata) mas como cuido muito bem dela, já vai fazer uns quatro anos com cara de novíssima. Uma coisa que sempre faço é, de tempos em tempo, pago lavanderia para limpar a peça adequadamente e ainda peço para aplicar um tratamento que reaviva as cores e protege o tecido (verifiquem as opções na Lavanderia 5a sec, eles tem um serviço muito bom). Ao invés de comprar casacos todos os anos no Inverno, pago a lavanderia para cuidar bem dos que já tenho, sai mais barato.
    E outra coisa que fiz pela primeira vez esse ano e adorei. Juntei tudo o que eu não usava e vendi em um brechó. Foram umas trinta peças de roupas e acessórios que me renderam R$350,00. Com essa grana comprei peças que estava precisando.
    Outro truque é investir em acessórios que levantam o visual. Eu adoro lenços e pashminas. A roupa pode ser básica, mas você acrescenta um lenço bacana e muda a cara da roupa toda.
    Beijos!

  25. Leila 14/01/2013

    Oi Thais,
    Muito bom seu post, é difícil se controlar com compras neste mundo de aparências, as pessoas realmente te julgam pela roupa. Além disso quem não usa uniforme para trabalhar tem que comprar muitas roupas que não compraria normalmente.
    Queria dar uma sugestão sobre lojas também: a Luigi Bertolli tem alguns modelos de calças com dois comprimentos de perna, para mim a menor fica boa. É uma loja com um preço mais salgado mas nos shoppings menos centrais tem coleções passadas com mais promoções. Outro ponto que o pessoal está citando são as promoções de estação: eu acho boas, mas é bem complicado comprar itens básicos nestas épocas.
    Um abraço,
    Leila

  26. Carolina F 17/01/2013

    Gostei da porcentagem, mas acho que com meu salário não ia dar pra comprar muita coisa heheeh

    Gostei da ideia da tabela, vou tentar me organizar dessa maneira!

    bjo

  27. diana aleixo 18/01/2013

    AMEI ESSA IDEIA DE TABELA,MAS SEI Q NAO VAI SER MUITO FACIL PRA MIM, PORQUE ALEM DE MIMTENHO TRES FILHAS PEQUENAS,MAS VAMOS DIVIDIR QUE VAI DAR CERTO!

  28. Michele 01/11/2013

    Thais,
    Roupa sempre gasta muito, não é? Atualmente eu não gasto muito pois não trabalho fora de casa.
    Eu tenho uma amiga que mora em Taubaté e sempre andou linda e arrumada gastando pouco! Ela tem comprado roupas para o meu filho que são uma bagatela e todos me perguntam de onde são as roupas.
    Como você mora por perto, acho que já sabe das lojas que estou falando.
    Agora para você, não seria melhor roupa lá de fora não? A minha irmã mora nos states e me manda um monte de coisa de lá quando está em promoção. As calças da NYC e as blusas são ótimas. Outra loja boa e barata e a Forever 21.

    • Thais Godinho respondeu Michele 01/11/2013

      Pois é, mas duro é ir sempre para lá comprar.

      • Michele respondeu Thais Godinho 01/11/2013

        Bom, eu tenho esse “benefício” de ter alguém lá para comprar. Mas tem gente que sempre vai e tem a boa vontade de entregar as coisas. Roupas para o meu filho, eu compro na Carters, na Baby Rus e mando para a casa da minha irmã, mas tem gente que manda para o hotel da pessoa, tem hotel que aceita a entrega de encomendas.
        Calça comprida meu filho tem até para os quatro anos dele, pois a minha mãe foi visitar a minha irmã e eu pedi calça e ela exagerou…rssss ( coisas de avó).
        Tem algumas pessoas que trazem para vender, se eu achar alguém que não cobre tão absurdamente caro, eu mando para o seu e-mail.
        Aqui no Rio tem uma rua teresa, em Petrópolis que quando eu vou, eu faço a festa. Compro sempre no dinheiro e peço uns descontos, com a sua cota de 200 eu faria a festa lá!
        Eu gosto da Renner, mas anda tão caro ultimamente que prefiro outras opções. Ainda vou testar o Aliexpress, se der certo eu te conto!
        Beijos,
        Michele.

        • Thais Godinho respondeu Michele 02/11/2013

          Roupa de criança nem se fala, especialmente essa marca Carters. Lá é tudo realmente mais barata, tem muita variedade e o material é bom. Quem tem a opção de comprar certamente deve fazê-lo. Quando eu fui para lá, em setembro, comprei bastante roupa.

  29. rose 09/03/2014

    Gostei da dica …..tenho uma filha de 4 meses e assim que ela completou 10 dias, comecei a perder muitas roupinhas pois ela é grande,,,tipo bb gigante…ainda não comprei roupas pra ela não, por que ganhei muitas para o enxoval e quase não saimos ..gostaria de dicas pra comprar roupas para bebe….

  30. Tamara 10/10/2014

    Nossa, nunca havia pensado nisso. Vou experimentar, principalmente porque adoro planilhas.

  31. Rafaela Melo 08/05/2016

    Oi Thais amo o seu blog já tem um tempinho bom que acompanho. Sempre quis encontrar dicas pra comprar roupas, pesquisava na internet o percentual sobre o salario que seria recomendado para gastar e não encontrava. Amei sua dica e vou seguir. Não compro roupas com frequencia mais qndo comprava ficava endividada e as vezes nem uso aquela peça que comprei. Sentia muita necessidade de me organizar nessa parte mas não sabia como. Muito obrigada por compartilhar seus conhecimentos, apesar de procrastinar em muitas areas que preciso me organizar seu blog tem me ajudado muito. Se possível gostaria de ver aqui um poste sobre procrastinação. bju