ou

Acho engraçado como o domingo não está nem na metade e o Facebook já começa a pipocar de imagens como “amanhã é segunda-feira”, geralmente com a carinha de um cachorro exausto ou o Garfield (representante-mor do ódio às segundas) fazendo qualquer reclamação sobre a semana que começa. Por volta da quarta-feira, começam a aparecer as imagens fazendo contagem regressiva para sexta e, na sexta, um verdadeiro Carnaval comemorativo por parte de todos.

Eu entendo o sentimento. Também adoro quando chega o final de semana, quando posso passar mais tempo com a minha família, descansar um pouco mais que nos dias em que trabalho fora, passear, fazer outras atividades. Mas, desde que comecei a trabalhar, eu aprendi a identificar certos sinais de desânimo com relação ao que fazemos da vida, geralmente pela forma como nos comportamos quando chega a segunda-feira.

Se você costuma ficar desanimado com a chegada da segunda, eis algumas dicas para você tentar mudar a sua perspectiva:

1. Veja a segunda-feira como o primeiro de cinco dias em que você precisa resolver projetos. “Er… Thais, e qual a novidade nisso?”. Oras, o simples fato de você organizar suas tarefas para cinco dias seguidos, sendo a segunda o primeiro, já muda um pouco a forma de encarar a segunda. Porque, vamos combinar? Que levante a mão quem nunca acordou atrasado, cansado, desanimado e se arrastou até o trabalho em uma segunda-feira? Passou o dia todo bebendo café, chegou em casa exausto, tomou banho, comeu qualquer besteira e foi dormir. Vai empurrando os dias com a barriga até comemorar a chegada de sexta e o final de semana de novo. É assim que você gostaria de passar o resto dos seus dias? Sejamos francos: seja qual for nossa profissão, precisamos encarar o dia-a-dia. Se você passa a semana inteira desejando chegar sexta-feira, talvez seja um sinal muito importante do seu cérebro para você mudar algumas coisas na sua vida. Sobreviver desse jeito é um desperdício de vida e tanto.

2. Tenha objetivos de longo, médio e curto prazo. Sabe por que ter esses objetivos é importante? Porque eles te dão foco no dia-a-dia. Se você souber que pretende comprar um carro daqui a seis meses, vai ficar mais fácil economizar dinheiro, por exemplo. Se você está fazendo estágio em uma empresa há três meses, mas vive cansada(o), pense no motivo pelo qual está fazendo isso. Você sabe que é bom para a sua carreira fazer esse estágio, que é bom ganhar seu próprio dinheiro (mesmo que mínimo) e que você aprende muita coisa no dia-a-dia que sempre vai fazer parte da sua experiência profissional. Ter tudo isso em mente faz a gente encarar toda a situação de uma forma um pouco mais leve. Se estiver extremamente cansativo ou desanimador, você pode estabelecer prazos, como: “preciso ficar um ano neste estágio e depois procurarei outra coisa” ou “ficarei neste emprego até terminar minha pós-graduação” ou “aguentarei esse chefe só até terminar meu curso de inglês”. Ter objetivos é essencial para que você não perca tempo na vida fazendo algo que não lhe acrescentará nada. É o seu parâmetro.

3. Pare de pensar só em trabalho. Nem todos temos o emprego dos sonhos, mas nem por isso devemos resumir nossa vida ao nosso trabalho. Se o seu trabalho não te motiva o suficiente, ou te deixa cansada(o) – enfim, sabemos os motivos que nos fazem odiar as segundas-feiras -, se isso acontece, valorize mais as outras atividades da sua vida, as coisas que você gosta de fazer. De repente a segunda-feira pode ser o dia em que você fará um artesanato novo em casa, por exemplo, ou irá ao cinema com uma amiga. Procure encontrar motivações além do trabalho.

Algumas pessoas fazem da vida seu trabalho porque realmente amam o que fazem e se sentem completas dessa forma. Essas pessoas, no entanto, não odeiam as segundas-feiras. Eu acredito que o seu objetivo deva ser parecido com o que elas fazem, independente do trabalho que você executa: escritório, agência de publicidade, consultório médico, clínica de estética, faxina, dona de casa, artesanato, costura, esportes, estudos etc! Seja qual for sua atividade, valorize a sua vida e busque fazer o que você realmente ama. Pode demorar, pode ser rápido, mas tenha um ideal. Transforme esse ideal em objetivos, com metas e prazos. Viver com significado é o jeito mais fácil e verdadeiro de encarar as segundas-feiras e chegar naquele estado de “nossa, mas já é sexta?” em que você desejaria continuar trabalhando mais.

Mesmo o trabalho mais chato pode ser visto de outra maneira se ele tiver um significado para você. Busque esse significado! Todos os dias quando acordamos temos a oportunidade de fazer algo extraordinário em nossas vidas, nem que seja somente para celebrar o fato de estarmos vivos e abertos a mil possibilidades! A segunda-feira é o início da semana – não desperdice sua vida!

Thais Godinho
27/08/2012
Veja mais sobre:
29
Dúvida da leitora: o que fazer com os comprovantes de débito?
Livro Vida Organizada já a venda nas seguintes lojas
Simplificando a limpeza, a arrumação e a organização da sua casa

 

  1. Ana 27/08/2012

    Eu estou no time dos que detestam a segunda-feira..rsrs.
    Achei mega inspirador o trecho que você comenta sobre estabelecermos prazos quando estamos desmotivados. Muitas vezes estamos desanimados com determinada situação, porém, dependemos dela por algum motivo. No entanto, isso não significa que devemos ser dependentes dela para o resto da vida, não é mesmo?
    Bjs
    Ana

  2. Michelle Amorim 27/08/2012

    Eu gosto da segunda-feira, hoje em dia, que trabalho em casa numa coisa que eu gosto. Antes eu detestava a segunda por estar cansada do meu trabalho, que era muito estressante. Acho que para a maioria das pessoas o problema é esse 🙂

  3. Josluza 27/08/2012

    Thais, adorei o seu texto. Que bom que descobri seu site! Tenho TDA e minha vida era de cabeça para baixo. Venho tomando medicação, fazendo terapia e seu blog é tudo de bom pra mim (metas, planilhas, rotinas, horários) tudo q eu preciso na minha vida. Esse texto de hoje particularmente serviu como uma luva! Eu odeio o que faço (sou advogada) e conto os minutos para sair do horário de trabalho e a segunda feira pra mim é o pior dia, mas gostei da nova perspectiva, vou tentar! Obrigada! E boa semana!

  4. Vanessa 27/08/2012

    Adorei, muito bom! Viva a segundona! Já tá na metade! Pra mim o trabalho de hoje acabou, pois trabalho de manhã às segundas, e agora à tarde é meu tempo de por a casa em ordem e cuidar um pouco de mim. Bjo, Thais!

  5. Cristina 27/08/2012

    Que inspirador. Você é muito especial e sempre deixa muito para nos ensinar. Obrigada.

  6. Lucas dos Santos 27/08/2012

    Quando eu trabalhava no comércio eu gostava da segunda-feira. Era o dia mais sossegado da semana. Pouco movimento, dava para trabalhar tranquilamente e sem estresse.
    Em compensação o sábado era totalmente o inverso. Movimentado, bastante agitado e totalmente estressante. Era um dia que eu não queria que não chegasse nunca.

  7. Fran S. Gomes 27/08/2012

    Olá Thaís! Passo aqui todos os dias, mas acho que nunca escrevi. Só gostaria de agradecer o texto maravilhoso (para mim, pelo menos). Estou passando por este processo de odiar segundas-feiras e os demais dias de trabalho, desânimo sabe? Mas não havia avaliado que eu não trabalho 24 horas por dia e que posso fazer outras tantas coisas que me fazem bem e feliz nas demais horas de cada dia. Mais uma vez obrigada. Beijos

  8. Flavio Moreira 27/08/2012

    Gosto da segunda porque ela representa um recomeço. Também tenho compromissos definidos na segunda-feira, que vêm do que aconteceu no trabalho durante a semana anterior. Isso dá uma ideia de continuidade e organicidade para o trabalho que eu faço. Além disso, a certeza dessa rotina me dá tranquilidade. às vezes, se estou muito cansado, fico com preguiça de levantar, mas isso acontece em qualquer dia da semana.
    Acho que os dias de que eu menos gosto são quarta-feira (um longuíssimo dia para mim, porque parece que não acaba nunca) e o domingão, porque é curto – tenho compromisso fixo no domingo de manhã e não sobra muito tempo à tarde.

  9. Marta 27/08/2012

    Adorei o post! Às vezes só precisamos de um empurrão para mudar de vida e o seu blog e o da Rita (busy woman) têm sido um grande empurrão 😀

    Obrigado por mais uma vez me dar o abanão que precisava 🙂

    Cumprimentos

  10. Sandra 27/08/2012

    Olá, obrigada pela partilha.
    É claro que eu prefiro a 6ª feira, sobretudo no final da tarde. Mas também eu tenho reparado no crescente descontentamento com a ida para o trabalho, o que não é nada positivo, dada a crise que se vive.
    E realmente temos que “injetar” entusiasmo no que fazemos, senão teremos desperdiçado a nossa vida. Toca a acordar 🙂

  11. Helen 27/08/2012

    Uns tempos atras eu andava muito desmotivada no meu emprego, mal humorada, chata msmo… mas comecei a olhar as coisas pelo lado bom, ganho muito bem pela minha idade, sou formada, emprego fixo… parei de reclamar da vida pq enxerguei que realmente vivo bem… e consequentemente parei tmb de reclamar das segundas feiras.. muito pelo contrário, gosto de vir trabalhar pra poder dar continuidade em algum serviço que deixei.. ou algo assim… e agora vivo muito melhor…
    e acho q isso serve pra todas as coisas na nossa vida.. sempre olhar pelo lado bom.. nem que seja pensar em uma segunda feira que pelo menos a outra segunda está longe ainda… rsrs

  12. Rafaela 27/08/2012

    Oi Thais!
    Me considero uma “pessoa analógica”, e não costumo acompanhar blogs, sites e afins – sempre gostei do peso dos livros na mão e da reação expressiva das pessoas na minha frente – mas preciso confessar que fiquei muito satisfeita com as tuas dicas e até admirada e inspirada em ver uma pessoa que achou o caminho do meio entre a displicência e a paranóia. Com as minhas (paupérrimas) habilidades digitais, já adicionei o teu blog aos meus favoritos e já estou usando o toodledo (que, realmente, é uma luz no fim do túnel). Encarar a segunda feira como um fardo é questão de atitude – quando se vê um obstáculo no caminho, há sempre a possibilidade de ficar feliz com a chance de poder aprender a pular!
    Falatórios meus à parte, queria saber se tu tens algum(s) livro(s) com técnicas de planejamento organizacional para indicar. Fiquei interessada nesses métodos mais refinados…
    Novamente, parabéns pelo teu trabalho (organizadora, mãe, blogueira, publicitaria, dona de casa, cozinheira, etc)!
    Um abraço!

  13. Fernanda 27/08/2012

    Hoje eu gosto da segunda feira e bastante, porque passei por uma grande transformação na minha vida: a maternidade e aprendi a olhar os dias e tudo o mais por um outro ângulo. O problema não é a segunda feira, eu acredito que é o que a gente precisa viver na segunda feira que não nos anima, não nos motiva. Se mudarmos isso ou a maneira de encararmos nossos degraus a segunda feira ficará bem simpática.
    Abraços

  14. Fernanda 27/08/2012

    Thais, relendo seus posts descobri o Walden. Simplesmente amei!!!!!Adoro quando você escreve sobre leituras ( livros, revistas….)
    Obrigada mais uma vez!

  15. cintia 27/08/2012

    amei o visual para celular. bem mais fácil de ler.
    e, sim, o post também estava ótimo. 🙂
    mas,e se suas segundas estão empurradas e vc tá louca pra mudar de área? como fazer essa transição de forma tranquila?

  16. Cris Netto 27/08/2012

    Deveria ter seguido minha disciplina do início do mês e ter lido seu site no início da manhã…hoje foi a segunda segunda-feira que verbalizei no serviço que “odeio as segundas-feiras” porque tenho mais trabalho nas segundas-feiras e me sinto extremamente cansada…sei que isso é péssimo, mas estou mudando, ou pelo menos tentando…resolvi trocar de profissão e começar uma nova faculdade. Muitos acham que é loucura e hoje, no estágio de cansaço que estou, também poderia achar. Mas o seu post, suas palavras muito bem escritas, sua coragem de encarar tantos desafios com tanto ânimo me mostraram, que pelo menos tentar mudar é um começo certo. Pena que por hoje desisti, faltei à aula em prol da minha cama, mas amanhã será um novo dia…uma terça-feira de planejamento, com cara de segunda, por que não?
    Obrigada!

  17. lindaura oliveira 27/08/2012

    cada vez mais me identifico com seu site,que materia boa essa de repensar a nossa segunda feira.Sou do ipo de gente que adora aprender aprender coisas novas, maneiras diferentes de viver a vida e o site me tras muita coisa boa. boa noite!

  18. Camila 28/08/2012

    É a primeira vez que escrevo aqui, quero parabeniza-la pelo blog acompanho há um bom tempo e aos poucos estou me tornando mais organizada. Suas dicas são essenciais para mim.
    Sou do contra, gosto das segundas-feiras, porque tenho o controle do meu dia, já tenho uma rotina definida. Os finais de semana isso já não acontece.
    Um abraço. Camila

  19. Juliana 28/08/2012

    Gostei demais do texto, apesar de hoje já ser terça! Vou compartilhar. Abç

  20. Ana Paula 28/08/2012

    Thaís, adoro vir aqui, você sempre tem alguma dica bacana que me ajuda a encarar a vida por outro ângulo, mais leve. Obrigada por partilhar suas experiências, já virei fã. Um beijo,

  21. denise 28/08/2012

    thais, excelente post, não tenho nem o que dizer!

  22. Adriel Christian 30/08/2012

    Sou estágiario em uma redação de um Portal de Notícias da minha cidade e se tem uma coisa que eu amo é a segunda-feira. Creio que quando a gente ama aquilo que escolhemos seguir pelo resto da nossas vidas, aquilo que é chato/difícil acaba se tornando algo prazeroso e legal de se fazer.

    Viva a segunda-feira!

    Bjs.

  23. Clara 03/09/2012

    Caramba! Esse texto mudou minha visão sobre a segunda-feira 🙂 seus textos são inspiradores, Thais!
    Recomendo o seu blog para todo mundo hehe…

  24. Anelise 07/09/2012

    Eu amo a segunda-feira, porque nasci nela e meu pai teve cinco dias de folga, e issoz!!!!

  25. Sabrina 16/06/2013

    Eu adoro segunda-feira! É quase meu dia favorito da semana. Eu a vejo como um recomeço, mais uma oportunidade de fazer com que a semana comece bem e termine bem ao decorrer dos dias.

  26. Paula Alvarez 27/04/2015

    Thais!
    Que post ótimo 🙂
    E hoje estou nessa sintonia…na verdade, tento sempre estar, mas nem todos os dias consigo! Mas encaro exatamente assim, já me preparo no domingo, deixo as coisas separadas pro trabalho, anoto na agenda o que tenho que fazer no dia, profissional ou não, e isso já vai me motivando.
    Na segunda acordo mais cedo, me arrumo, tomo café da manhã com a família e depois fazemos nossa oração budista, parece que me encho de energia vital e estou pronta pra um novo dia! E é assim que vou fazendo na semana…e todos os dias tem algo bacana, seja na tv ou seja algo que queira fazer 🙂 🙂 É só enxergar o lado bom das coisas, porque se ficar reclamando e odiando o dia, ficaremos exaustos e sem energia vital!

    beijãozão e ótima segundona!

  27. Paula Alvarez 27/04/2015

    AH!
    E eu sempre trago uma xícara de casa pro trabalho, a cada 1 ou 2 meses eu mudo! Assim parece que tem algo novo…tomar café ou chá naquela xícara quebra um pouco a rotina 😛

    beijãozão*

  28. Nay 17/05/2015

    Neste domingo de maio, bateu uma saudade dos seus textos e, num passeio pelos posts antigos, achei este formidável escrito aqui! Já o tinha lido, mas me recordava pouco dele. Relê-lo trouxe um novo e ótimo ar para o meu início de semana.
    Aliás, ainda não fiz minha revisão semanal. Vou cuidar disso para já!
    Obrigada!!!

    • Thais Godinho respondeu Nay 17/05/2015

      Obrigada você, Nay. Fico feliz que revisite textos antigos. 🙂