ou

Quem me conhece e acompanha o dia-a-dia com o meu filho sabe que eu sou super preocupada com a educação dele, especialmente em casa. Não me importo que ele use cor de rosa, brinque de panelinha ou de limpar a casa. Só de escrever essas palavras já me sinto como um extraterrestre, porque nem deveria existir essa distinção. Em casa mesmo, ele quis brincar de panelinha porque vê o pai cozinhando. Isso é normal. E eu sinceramente acho importante que ele cresça independente nesse sentido, sabendo como fazer as coisinhas em casa também.

Só foi engraçado porque ele tem uma coisa que é muito “de menino” mesmo, que é gostar de meios de transporte. Nunca vi igual. Ele consegue enxergar aviões que nem eu consigo ver direito e já decorou um monte de estações do metrô de São Paulo..! Enfim, ele realmente gosta. Aí nesse final de semana minha mãe nos levou para passear e ele teve a oportunidade de conhecer todos os meios de transporte possíveis! Tirou foto com barco, moto, avião de brinquedo, trator! Teve bastante coisa pra contar pra outra vovó quando voltamos pra casa.

Fomos até a marina onde minha mãe costumava velejar há alguns anos (eu também!). Era uma época divertida. Participei de algumas regatas tipo a Semana de Vela de Ilhabela-SP e adorava! Não levei para a frente porque minha mãe se mudou para outra cidade e meu acesso à coisa toda era através dela, simplesmente. Mas esse lugar em São Paulo fica na represa de Guarapiranga e muitos velejadores mantêm seus barcos lá para se divertir no final de semana. Nós fomos até lá para ele conhecer aquele mundaréu de água (ele ainda não conheceu o mar).

Ele parece tão minúsculo perto desse barco. Mas olha a carinha de feliz. =)

No domingo nós fomos ao parquinho brincar e fazer piquenique.

Resumindo, passamos o final de semana inteiro fora e, com isso, todas as tarefas domésticas do final de semana terão que ser distribuídas durante a semana. É mais cansativo, mas não tem outro jeito. Se você tem finais de semana em que não para em casa também, pode ser uma boa sugestão.

O que eu faço quando estou 100% com o meu filho é aproveitar os pequenos momentos em que ele fica brincando com a minha mãe e a minha avó para fazer outras coisas. Elas conseguem curtir mais e eu não deixo de fazer o que precisa ser feito. De qualquer forma, quem tem filhos precisa aprender a lidar com as interrupções. Este texto mesmo eu já interrompi para trocar uma fralda, contar letrinhas e pegar um suquinho. =) Faz parte.

Mais algumas dicas para fazer outras coisas quando estiver com o filhote:

  • Quando estiver sozinha(o) com ele, dê toda a atenção necessária na hora das brincadeiras. É importante.
  • Se ele estiver brincando entretidamente com algum brinquedo em específico, aproveite para fazer atividades perto dele. Ler um livro, lixar as unhas, fazer a lista de compras, tirar o pó dos móveis etc. Tem um montão de tarefinhas que você pode ir fazendo. Geralmente ele fica brincando no tapete e eu fico no sofá fazendo algo assim e conversando com ele, fazendo perguntas, aquela coisa.
  • Se estiver na sua própria casa, insira-o nas atividades domésticas. Peça ajuda para colocar a roupa suja na máquina, para pendurar a roupa molhada no varal, para recolhê-la depois, para arrumar as camas, guardar o que estiver fora do lugar etc.
  • Se estiver na casa da mãe, da sogra, da tia ou de qualquer outra pessoa que esteja com saudades e querendo aproveitar para mimar bastante, descanse. Nem que seja ficar sentada trocando ideias com essa pessoa enquanto ela brinca (e corre atrás!) do filhote. Se for alguém mais íntimo, você consegue até fazer outras coisas que demandam mais concentração.

O que eu faço é aproveitar o máximo possível o tempo que eu passo com ele, já que trabalho fora a semana inteira e, como todas as mães, sinto uma culpa enorme por não ficar mais com ele. Mas isso não significa que eu preciso ficar 100% sentada no chão brincando e deixando a vida passar do outro lado. Precisamos inserir as crianças em nossa rotina até mesmo para que elas vejam que é importante saber conciliar brincadeira, deveres e tudo o mais. Pelo menos é o que eu acredito.

Thais Godinho
31/07/2012
Veja mais sobre:
30
O que eu aprendi sobre produtividade com Tim Ferris: parte 1
Inspiração do dia: estante colorida em um apartamento pequeno
Sexta, sábado e domingo em casa

 

  1. Betinha Carvalho 31/07/2012

    Bom dia, Thaís ! Que bonitinho seu filho na fotinho do barco ! Bjs e ótimo dia de trabalho pra vc =)

  2. 31/07/2012

    Thais, faz tempo que aguardo um post desse tipo!!! Que maravilha!!! Também tenho um menininho de 2 anos, e gostaria de “visualizar” um pouco da sua rotina com ele. Obrigada! Olha, me idenfiquei muito com você. Também trabalho fora a semana inteira e sinto a bendita culpa por não passar mais tempo com ele, mas acho até que estou lidando melhor com ela. Aproveito intensamente cada minutinho com ele, e sei que faço o melhor que posso. Concordo com você quanto à história de brincar de tudo, inclusive de coisas “típicas de meninas”, mas a coisa é séria, existem conceitos (preconceitos) já enraizados que dificultam esse “desapego”. Outro dia o levei ao shopping, naqueles parquinhos próprios para os pequeninos e presenciei uma situação bem chata: um menino entrou na casinha e pegou um bebê (boneca), e a mãe, mais que depressa, disse: “larga isso, menino! Boneca é coisa de menina!” Depois dessa cena, percebi que isso é RIDÍCULO, é PRECONCEITUOSO, e passei a deixar meu filho mais livre (ele adora brincar de panelinha, mexer no fogãozinho), vi que isso não significa nada. Quero meu filho feliz e livre pra ser o que é: criança! Depois não sabemos porque o mundo é do jeito que é no que diz respeito ao preconceito e à intolerância, não é mesmo?!
    Grande bj

  3. 31/07/2012

    Ah!!! Teu filhote é um fofuxinho!!!

  4. Camila 31/07/2012

    Como ele é lindinho… muito fofo. Eu imagino como tu te sentes… Tenho todas as manhãs livres, passo a manhã inteira com a minha filha e cuidando da casa, trabalho somente à tarde, num escritório que fica na frente da escola dela (muita sorte né?) e trabalho exatamente o período que ela fica na escola, e mesmo assim morroooo de cupa, pois acho que deveria ficar ainda mais tempo com ela…

    Beijo e eu amooo o teu blog.

  5. Thais 31/07/2012

    Gente, ele está tão cabeludo!!! 🙂

    Nossos fins de semana são sempre assim, saindo e brincando com ela. Não deixamos nada além do mínimo (tipo lavar louça, fazer a cama) pro fim de semana. Esse é um tempo da família. A única coisa que fazemos no fds é compra de supermercado, mas ela faz junto e adora, ajuda em tudo. O segredo vc sabe, é a organização mesmo. As coisas mais pesadas de casa, tipo limpeza, lavar roupa, passar roupa, fazemos durante a semana: ou eu faço de dia nos pequenos intervalos que trabalhar de casa permite, ou depois das 19:30 quando ela está dormindo. Isso permite que o tempo com ela seja 100% dela e acho super importante! Como vc falou, atenção de qualidade é essencial.

    Bjos

  6. Alana Rogge 31/07/2012

    Thais, seu filho é lindo 😀

  7. Gabi 31/07/2012

    Que lindo seu filhote!
    Quando tiver um tempinho,leve-o ao Museu dos Transportes, na estação Tietê do metrô. Meu pai,louco por meios de transporte, me levou muitas vezes quando eu era criança e é bem bacana.O passeio é rápido,1 horinha você vê tudo!
    Bjos!

    • Thais Godinho respondeu Gabi 03/08/2012

      Adorei a sugestão, Gabi! Muito brigada.

  8. Roberta 31/07/2012

    Oi Thais, que lindo seu bebe 🙂

    Adoro ver esses posts de rotina com a familia… Sempre quis te perguntar como foi a sua decisao de engravidar. Foi planejado? Aconteceu e vc teve que se adaptar? Como voce se organizava durante a gravidez? Saiu totalmente da sua rotina ou vc conseguiu manter a sanidade? Penso em engravidar (sou um pouco mais velha que vc) mas tenho medo/receio de que nao consiga dar conta de tudo (casa, trabalho, etc.)

    Alias tenho medo de muitas coisas nesse quesito.

    Enfim, me dá uma luz!

    Bjs.

    • Thais Godinho respondeu Roberta 03/08/2012

      Roberta, foi planejado sim. Eu me organizei para trabalhar em casa e pude ter uma gravidez mais tranquila. O bom não foi estar trabalhando em casa grávida, mas não ter a pressa de colocá-lo em uma escolinha quando eu voltasse da licença-maternidade. Pude ficar com ele até achar que era a hora certa e então fui procurar outro emprego.

  9. Vanessa 31/07/2012

    Thais,
    Ele é muito lindo! Não tem preço vermos o sorriso no rosto dos nossos Pequenos!
    Bjo

  10. Sharon Caleffi 31/07/2012

    Eu também inseri o filhote de 2 e meio na rotina. porque ele queria, pedia, isso. Sábado de manhã é dia de levar a roupa de cama e ir ao mercado. Ele ajuda a colocar roupa na máquina, guarda as meias e cuecas dele. E com tanta boa vontade e disposição que estou pensando até em mudar as nossas para gavetas baixas para ele guardar também – atenção, conselho tutelar!

    =P

    Pra ir ao mercado, comprei um carrinho de plástico pra ele. Foram 40 reais muito bem investidos. Ele me ajuda, pega um brócolis aqui, uma bandeja morango ali, um pacote de salgadinho (opa! isso não) Mas ele adora, se sente super importante e se diverte.

    Mas o meu filhote não me deixa tranquila fazendo bobagem. Trabalhando duro sim, ele deixa limpar alguma coisa, lavar louça, estender as roupas no varal… mas ficar tranquila lendo, fazendo as unhas, de papo pro ar? nã nã ni na não! Mamãe, se não está limpando, tem que estar brincando!

    =P

  11. Sharon Caleffi 31/07/2012

    Ah! Tomás ama meios de transporte em geral também… há uns 3 meses começou a brincar de carrinho “pra valer”, mas não largou as panelinhas não… Meu marido ficou meio “assim assim” em dar boneca pra ele (eu daria) e o Tomás cuida do “filho” dele, um ursinho, troca fralda, dá mamadeira, põe pra dormir, cobre.

    Mas na creche ele está aprendendo que rosa é “mininha” e azul “mininho”…

    =(

    • Thais Godinho respondeu Sharon Caleffi 03/08/2012

      Sharon, eu daria um apertão na creche hein! Isso é errado. Meu filho tem um monte de roupa rosa, lilás. Outro dia estava com uma calça pink, uma camiseta verde e o tênis, e meu marido falou que ele parecia um integrante do Restart, kkk.

  12. Rô! 31/07/2012

    Adorei! É o que eu tento fazer por aqui, mas a cria aqui ainda é novinha, 9 meses, mas já engatinha pela casa toda rsrs… Então, pra lavar a louça por exemplo pego umas coisas da cozinha (panela, colheres de materiais diversos etc) e deixo ele brincando, enquanto converso e fico fazendo graça (mãe tem dessas né). Nem sempre ele fica, mas vamos tentando.
    E meninas, eu parei de trabalhar pra ficar com ele e me sinto culpada por não ficar 100% com ele, por ter hora que to desligada mesmo ou pra organizar a casa. A culpa materna sempre arranja uma brecha, nunca seremos perfeitas nem deveríamos. 😉

  13. Wanessa 31/07/2012

    Thais ! Vc não sabe o quanto esse seu blog me ajuda ! Tenho um filho de quase 2 anos , trabalho fora e cuido da casa ! E tudo isso aconteceu meio que no susto na minha vida ! No começou foi muito dificil me adaptar , morava sozinha e da noite para dia , chegaram mais dois ! Pai e filho rs e seguindo suas dicas mudei muito … Sinto orgulho de ver minha casinha arrumada ! Ate meu consumismo que era grande melhorou , sabendo melhor onde estão as coisas ! rs Ai hj vejo vc falando sobre as brincadeiras , meu filho ama cozinhar , fogão e tudo mais , e minha sogra odeia que ele brinque ! Ando passando apertado ! Sinto vontade de comprar um fogão para ele ! Para ele brincar o maximo ! Seu blog é maravilhos e não vejo a hora de poder ler o seu livro ! Bjoooo

    • Thais Godinho respondeu Wanessa 03/08/2012

      Ai Wanessa, essas sogras só dão trabalho!

  14. MARIANA ALVES IBARR 31/07/2012

    Olá Thais!
    Há mais ou menos um mês achei seu blog na internet quando eu estava produrando algo para deixar minha casa mais organizada!

    Já revirei o seu blog de frente pra trás e de trás pra frente, e só tenho a elogiar!

    Comecei a destralhar a minha casa, e, nossa quanta tralha!
    Sinto que minha vida melhorou muito só de sentir que tudo esta organizado e que não tenho bagunça em casa!

    Felicidades com seu blog!

  15. GÉSSICA 31/07/2012

    Adorei o post Thais, eu moro em Ilhabela-SP e adoro a semana de vela daqui.

  16. Carol 31/07/2012

    Awnnn, seu filho é muito lindo! Gostaria de saber se vais responder nossos comentários do post passado.
    Beijos!

  17. Carmelita Machado 31/07/2012

    Adorei os posts e os comentários, vida de mãe é uma delícia, né? Mas, meninas, vamos deixar a culpa de lado!!! Eu sei que ela bate na porta a cada minuto, mas não pode abrir! Rs…
    Thais, que filhote lindo!!! Parabéns!

  18. Narinha 31/07/2012

    ah, mto fofo e cabeludo mesmo… lindo.
    eu tenho um espécime desses poraki, 2 anos e quase 8 meses (faz dia 9/ago). espalha tudo pela casa, mil brinquedos. ta na fase dos meios de transporte tbem, se encanta com caminhoes enormes.
    tem fds que se sai o dia todo mesmo. é ótimo pra familia, embora haja o ônus de ter que redistribuir o serviço ao longo da semana. eu apelo pra secretaria que chega na seg. cedinho. heheh…

  19. mariana ... 31/07/2012

    Oi Thais, tem uma mãe-blogueira que criou um grupo no facebook que está movimentando a rede, se chama: infância livre do consumismo.
    Ela tem um blog bem bacana e escreve um livro interessntíssimo chamado “Culpa de Mãe”. Aqui está o blog dela com o link para baixar o livro.
    Penso que possas gostar.
    http://www.maeetudoigual.com.br/p/baixe-aqui-o-livro-culpa-de-mae.html

    • Thais Godinho respondeu mariana ... 03/08/2012

      Obrigada pela indicação, Mariana!

  20. Fabiola 31/07/2012

    Thais, oi!

    O filhote está muito fofo, parabéns!
    O nome do barco tem tudo a ver 🙂
    Bjs,

  21. Lys Marie 01/08/2012

    Nossa, seu filho é uma gracinha! A foto está meio longe, mas ele é a sua cara ou é impressão minha?? Que bom que apesar de toda a correria do dia à dia você consegue dedicar um bom tempo à ele. Acho que nesses dias, é mais do que essencial. É bom também pelo que você falou sobre os deveres… É bom conscientizar a criança desde cedo, porque nesse caso se torna algo mais natural e não tão forçado.
    Mais uma vez, parabéns pelo blog!! 🙂

    Um Abraço!

    • Thais Godinho respondeu Lys Marie 03/08/2012

      Lyz, ele é a minha cara sim, haha.

  22. Marcela 01/08/2012

    Ai que coisa mais linda teu filho Thaís!!! Parabéns, pelo filho e pela educação! bjss

  23. Lis 01/08/2012

    Oi, Thais, parabéns pelo post!
    Eu também trabalho o dia todo, e minha filha fica na escola durante 10h (7h às 17:30h). Me culpo, pois gostaria de ficar mais tempo com ela, mas no momento presente nossa situação financeira não me permite deixar de trabalhar. Tento lidar com a culpa, dedicando-lhe tempo de qualidade. Mas ainda assim sinto um peso enorme, dúvidas e mais dúvidas, inclusive, dúvidas quanto a ter mais um filho.
    Então, obrigada por compartilhar sua rotina! Fiquei muito feliz e um pouco menos culpada.
    Bjs. Lis.

  24. Luks Vieira 03/08/2012

    Belas dicas, haja tempo em… Mas notasse o prazer em todos os momentos da tua escrita, amei o post.
    Att.,
    Luks