ou

A técnica Pomodoro é famosa, mas extremamente simples. Basta dividir seu tempo em períodos de 25 minutos (chamados de “pomodoros”), trabalhar em suas tarefas nesses períodos e, a cada quatro ciclos, fazer uma pausa de 15 minutos para descansar. A ideia é que você trabalhe ininterruptamente durante cada ciclo de 25 minutos.

Essa técnica foi inventada por um italiano no final dos anos 1980 e seu principal objetivo é evitar distrações enquanto se trabalha em alguma tarefa. O nome pomodoro vem de “tomate” em italiano. Os timers de cozinha tradicionais têm o formato de um tomate, e esses timers são utilizados para marcar os períodos de 25 minutos.

Como utilizar

Você deve ter uma lista de tarefas que precisa executar. Então, ajuste o timer no celular, no computador ou mesmo aqueles timers de cozinha para tocar o alarme em 25 minutos e trabalhe nas suas tarefas. Quando o timer tocar, faça uma pausa curta (5 minutos) e parta para outra tarefa. A cada quatro “pomodoros”, faça uma pausa mais longa.

Se tiver uma ideia ou se lembrar de outra coisa que precisa fazer, não interrompa o que está fazendo – escreva uma nota para ler posteriormente e continue trabalhando. Caso você termine a tarefa antes do timer tocar, aproveite para fazer tarefinhas mais rápidas, como responder um e-mail.

No início do dia, você deve fazer uma lista de tarefas a serem realizadas para saber quais são as tarefas mais fáceis e as mais difíceis. Isso te orientará para onde deve focar.

É importante fazer um registro das suas atividades para ver quanto tempo demorou em cada uma delas e de quantos pomodoros foram feitos o seu dia.

Minha opinião

Muitos usuários da técnica dizem que é legal ter um timer de cozinha mesmo para aplicar. Particularmente, acho meio inviável se você trabalha com outras pessoas (deve incomodar absurdamente) e eu mesma não consigo trabalhar com aquele “tic-tic-tic” na orelha! Além de me distrair, impôe uma pressão bem desnecessária ao meu trabalho, pois fico com aquela sensação de tempo correndo e eu tendo que fazer tudo com pressa. Talvez funcione para quem é desorganizado e não consegue de forma alguma focar em suas tarefas, mas para mim é trazer estresse a um dia-a-dia já cheio de preocupações.

No mais, a simplicidade da técnica é o seu principal triunfo. Quem não tem o menor interesse em métodos como o GTD para se organizar e quer somente uma melhoria básica no seu dia-a-dia, pode tentar sem medo de ser feliz. Eu só aconselho o uso de um timer menos barulhento.

Como eu faço

Eu utilizo o método GTD e costumo trabalhar nas minhas listas de tarefas no decorrer do dia. Faço 1h30 ininterruptas e então paro para tomar um café, um chá, ir ao banheiro, dar uma volta. Não é super rígido, tipo “faltam 5m para dar 1h30 então não posso levantar agora, mesmo tendo terminado minhas tarefas”. Claro que não. Como tudo, é somente uma orientação e me ajuda a calcular quanto tempo tenho para realizar minhas tarefas.

Também escrevi um post sobre como definir prioridades e executar tarefas, além de um mais recente com dicas para organizar seus horários e tarefas.

E você, o que acha desta técnica?

Thais Godinho
24/07/2012
Veja mais sobre:
35
Dica da leitora: sapateira reciclada
O que organizar no final de semana de Natal?

 

  1. Eu nunca tinha ouvido falar da técnica pomodoro, mas aqui há uns tempos fizeste uma referência a ela, fui ver o que era, encontrei o site e o livro, comecei a usar e estou a adorar!! Consigo concentrar-me no trabalho durante os 25 minutos, sem me distrair. É fantástico! Também vou fazer um post sobre esta técnica e sobre como a uso.

  2. Mari 24/07/2012

    Thais,

    eu já tinha ouvido falar da técnica pomodoro e baixei um aplicativo no meu smartphone que é android para aplicar a técnica (tb não faz barulhinho, pq me irrita absurdo…rs)

    não uso o tempo todo porque como ferramenta de organização uso o neotriad, que usa o conceito do Christian Barbosa sobre tríade do tempo(desde que comecei a ler o blog dele na voce sa e alguns livros, acho que consegui melhorar meu gerenciamento do tempo e ser mais produtiva).

    uso o pomodoro em tarefas que exigem muita concentração e demandam um tempo comprido pra realizar, como produzir trabalhos, ler artigos técnicos… pra mim o pomodoro funciona nestes casos pq nao consigo me concentrar mt tempo, então ter pequenos ciclos com interrupções para descanso me dá mais tranquilidade para fazer as coisas…

    mas sempre q posso divido tarefas grandes em pequenas tarefas de no máximo 15min e pra mim funciona mt melhor…

    queria uma dica sua ou do pessoal que lê o blog: vc trabalha em sala aberta com mt gente? como faz para se concentrar com tanta gente falando ao mesmo tempo? eu to com uma dificuldade enooorrrmmmeee…

    • Thais Godinho respondeu Mari 24/07/2012

      Mari, trabalho em sala aberta sim. Uso fones de ouvido quando preciso escrever, mas no geral já sou acostumada a entrar na thaisolândia e desligar a audição para o resto quando preciso me concentrar.

      • leonor respondeu Thais Godinho 04/03/2015

        olá thais! como vc faz pra entrar na thaisolandia? rs

        • Thais Godinho respondeu leonor 11/03/2015

          Geralmente coloco alguma playlist para ouvir e me concentro em algum assunto específico.

  3. Gabi 24/07/2012

    encontrei a pouco tempo a tecnica e estou amando! estudo para concursos e tenho que ficar 8, 9h lendo, lendo, lendo! o mais legal é que vc tem noção exata das horas líquidas que estudou e nao se ilude apenas pelo tempo em que permaneceu sentado! pra mim está funcionando como nenhum outro metodo havia funcionado!! recomendo mtooo! bjos,

  4. Lorena Leandro 24/07/2012

    Sou tradutora e a técnica é uma benção! Principalmente por usar períodos curtos, pois tenho dificuldade de me concentrar por longos períodos, o que minha profissão mais exige.

    É muito útil para medir minha produtividade, saber quantas palavras traduzo por hora e quanto tempo cada tipo de tradução me exige.

    Mantenho a simplicidade da técnica. Uso timers online para não ouvir o tic-tac, e alguns deles, como o orkanizer.com, ainda trazem recursos interessantes, como anotar quando interrompemos um pomodoro e dividir as atividades (assim fica legal saber quanto tempo levamos para cada uma delas e seu progresso).

    Adaptei algumas coisas. Há tarefas em que uso cronômetro em vez de timer, só para medir o tempo de execução mesmo.

    Muito bacana você falar disso aqui, até agora só conhecia outros tradutores que usavam a técnica, mas sei que ela é bem abrangente e muita gente pode se beneficiar, especialmente estudantes que precisam ler muito.

  5. Fátima 24/07/2012

    Olá Thais!
    Eu não conhecia a técnica…mas curiosamente tenho feito algo parecido… Ultimamente coloco no temporizador períodos de 30 minutos e não paro enquanto ele não tocar. O resultado é sem duvida de sucesso, mas psicologicamente senti meio desgastante (apesar da cabeça estar sempre a puxar pela razão!). Vou experimentar com períodos mais curtos sim, obrigado pela dica 🙂

  6. Janete 24/07/2012

    Oi Thais!
    Essa técnica ajudou a me concentrar quando precisava escrever minha monografia. Recomendo para quem tem dificuldade de concentração e precisa iniciar uma rotina mais “rigida”. Baixei este aplicativo e deixo no volume baixinho para não atrapalhar ninguem quando uso no trabalho. http://www.focusboosterapp.com/
    Estou viciada no Vida Organizada, leio sempre, mas é a primeira vez que te escrevo. Obrigada pelas ótimas dicas e sugestões para conduzir a vida de maneira mais leve e sem neuras.

  7. Patrícia 24/07/2012

    Oi Thaís!

    Não vou falar muito sobre a técnica pomodoro pois acho que funciona mais, pelo menos pra mim, a outra de focar de 1 hora a 1 hora e meia em uma tarefa e depois ter um descansinho..rs , e voltar a focar denovo.
    Que te parabenizar pelo blog, essa nova carinha dele ficou linda e mto ORGANIZADA, venho acompanhando há uns 2 meses e algumas coisas na minha vida mudaram mesmo.. Obrigada por compatilhar coisas boas conosco.
    Deus abençoe.

    Paty

    • Thais Godinho respondeu Patrícia 24/07/2012

      Gente, acho que eu escrevi de forma confusa o lance da 1h30. Eu não fico fazendo UMA tarefa durante 1h30. Eu faço umas 120 tarefas nesse meio tempo! Eu tenho as minhas listas de tarefas por contexto (por isso indiquei o post sobre como utilizo o GTD) e vou trabalhando nelas nessa período. Faço a pausa só para descansar a cabeça um pouco mesmo.

      Bjnhos

  8. Livia Braga 24/07/2012

    Eu li sobre esta técnica há poucos dias e experimentei os 25 minutos, depois experimentei as suas 1h30min e acho que a gente precisa encontrar um ritmo pessoal. Percebi que depois de 1h concentrada, preciso dar uma parada. Então escolhi este tempo para começar o dia. Depois acho que fico com períodos de 40 minutos. Eu trabalho em casa, então preciso de muita disciplina, mas ao mesmo tempo, tenho uma roupa para pendurar no varal ou uma louça para lavar, o que ajuda a dar uma espairecida. Ainda estou escolhendo o melhor ritmo, mas acho que tem a ver com nosso ritmo pessoal.
    bjos

  9. Helena 24/07/2012

    Thais, encontrei o blog sem querer faz mais ou menos um mês e venho fuçando, fuçando nele desde então. Hoje tomei coragem e tirei o dia para destralhar. Super difícil no começo mas está fluindo, quando se toma consciência das coisas que a gente acumula dá um susto enorme.
    Não queria deixar de comentar porque acho legal que saibas o quanto o blog ajuda, pelo menos a mim e quando li o post sobre o Julie & Julia coloquei na cabeça que vou começar a comentar aqui ao invés de comentar só comigo mesma hehehe. Comprei um dos livros que tu indica em um dos posts, o “Organize-se num minuto”. Ele chegou faz pouco e depois da limpeza nas tralhas vou começar a ler e a me organizar. Parabéns pelo blog, pela forma com que tu consegue dar uma força pra quem precisa muito desse empurrãozinho pra dar uma virada na vida! 🙂
    Um abração,

    Helena 🙂

  10. Ana 24/07/2012

    Acho a técnica pomodoro super útil com os estudos para concursos…principalmente para quem não consegue ter uma concentração plena.
    Mais uma vez, ótimo post Thais
    Bjs
    Ana

  11. ronise 24/07/2012

    tem uma extensão para o chrome também que é legal, eu uso:
    https://chrome.google.com/webstore/detail/mipdbifffceniaiejmikimkmnobmefke

    • Thais Godinho respondeu ronise 24/07/2012

      Adorei as sugestões de vocês, pessoal! Obrigada!

  12. Izabel Soraia 24/07/2012

    Conheci seu blog faz um Mês mais ou menos, uma noite olhei para as coisas a minha volta, não epenas as visíveis, mas a vida com um todo, e pensei não é possível, tenho que melhorar, e me lancei em organizar as coisas.Sseu blog foi muuuuito importante, sobretudo porque me mostrou que qualquer pessoa pode melhorar, pode se tornar organizada, eu tinha aquela ideia de que sempre fui uma bagunça então p mim não havia solução, e seu site tirou isso. Muuuuita coisa melhorou, destrallhei, tudo ao meu redor tem um lugar adequado e sempre encontro tudo com facilidade, e claro não vivo em função da perfeição. Agora estou me aperfeiçoando em usar de forma mais produtiva meu tempo.
    Um abraço, o que tem feito aqui no site é ótimo.

  13. Elvis 25/07/2012

    Oi, Thais! Fazia tempo que eu não aparecia por aqui 🙂
    Eu acho a técnica Pomodoro fantástica pela sua simplicidade!

    O nosso cérebro fica confuso no meio de incertezas, de quanto tempo vai durar uma tarefa, e é por isso que procrastinamos! Depois que comecei a usar essa técnica, percebi que eu teria que colocar em mente “que era só uma questão de tempo (25 minutos)” para que eu pudesse levantar e, por exemplo, ir pegar um café ou dar uma esticada nas pernas. Eu prometia pra mim mesmo (e o timer me obrigava hehehe) a focar. E dá resultado! Eu me sentia muito bem. Comecei com 25 minutos, depois passei para 1h30, o que, de acordo com as minhas tarefas, dava mais resultado.

    Eu parei de usar faz alguns meses, perdi o hábito, mas vou voltar a usar, pois tenho o programa instalado aqui. Para mim, o melhor é o Tomighty, desenvolvido por um brasileiro 😀 (http://www.baixaki.com.br/download/tomighty.htm).

    Eu acho que a grande sacada dessa técnica é dar certezas ao nosso cérebro que depois de determinado tempo, teremos uma folguinha, e que as tarefas tem um fim, que são objetivos repartidos em metas. Desse modo, nos forçamos a combater maldita procrastinação. E funciona!

    • Thais Godinho respondeu Elvis 03/08/2012

      Obrigada pelas dicas de aplicativos, pessoal.

  14. Dani 26/07/2012

    Eu sou super adepta da técnica de Pomodoro! Mas a utilizo cheia de adaptações, para se adequar às minhas necessidades. Além de adaptar o tamanho dos intervalos, também uso uma outra variação do método. Geralmente, divido grandes tarefas (como estudar para uma prova, fazer um trabalho, limpar o apartamento, etc) em sub-tarefas. Assim, foco em uma sub-tarefa completamente até cumprí-la totalmente, independe do tempo que isso levará. Uma vez realizada aquela parte, tiro um intervalo de 5min antes de partir para outra. 🙂

  15. Mari 26/07/2012

    sorte sua Thais… eu brinco que pareço um celular captando tudo o que ouço…rs

    resolvi ter uma conversa com minhas chefes e pedir pra alguns projetos fazer de casa msm… saio mais cedo ou dps tiro as horas… pq lá não tinha condições…

  16. Ivana 27/07/2012

    Oi Thais… eu uso o pomodoro a uns seis meses… e ele tem sido muito útil quando se trata de fazer aquela tarefa chata… Tenho uma grande tendência a cair na procrastinação e quando me proponho a fazer os pomodoros consigo finalizar a tarefa sem dispersar, coisa que acontecia com muita frequência antes….

  17. Aline 05/03/2014

    O link do método Pomodoro: http://e.ggtimer.com/pomodoro

  18. […] O que é a técnica Pomodoro e como utilizar […]

  19. […] um pouquinho mais sobre a técnica Pomodoro, citada pela Mirelle na entrevista, basta conferir esse post bem didático da Thais Godinho, do blog Vida […]

  20. […] para perder o foco e não estudar. Existem muitas teorias e técnicas a respeito, uma delas é a Pomodoro, inventada por Francesco Cirillo, no final dos anos 1980. Segundo ele, a cada 25 minutos é […]

  21. […] o site Vida Organizada, se trata de uma técnica onde dividimos o nosso tempo de trabalho focado em grupos de 25 minutos […]

  22. […] de tempo para arquitetos é limitar as distrações. Uma das maneiras de fazer isso é usar a técnica Pomodoro, que consiste em trabalhar por blocos de tempo. Cada bloco possui 25 minutos, durante os quais […]

  23. […] vamos à técnica!  Eu gosto de utilizar a técnica pomodoro de estudo. Como é essa técnica? Essa técnica foi desenvolvida por um italiano pra conseguir […]

  24. Rosana 04/07/2016

    Thais,

    Muito bom seu post, era exatamente o que eu estava precisando!
    Como alguns leitores disseram, vou adaptar de acordo com a complexidade das tarefas a serem executadas, com um intervalo adequado entre elas.

    Boa semana!

  25. GLEUBER C. 24/07/2016

    OI THAIS,
    EU SOU MARCENEIRO, É JÁ USO ALGO PARECIDO: DENTRO DO MEU OFÍCIO DEFINO UMA META (QUE SEJA ESCULTADO EM MAIS OU MENOS UMA HORA.) SÓ APÓS CONCLUÍDA FAÇO UMA PAUSA.

  26. […] o site Vida Organizada, se trata de uma técnica onde dividimos o nosso tempo de trabalho focado em grupos de 25 minutos […]

  27. […] O que é a técnica Pomodoro e como utilizar. […]

  28. […] Com a nossa cabeça a mil por hora, é muito comum termos dificuldade para concentrar em uma tarefa por vez. Uma técnica muito interessante que pode funcionar para você é a Técnica Pomodoro. […]

  29. […] sei que existem métodos que utilizam pausas programadas (como na técnica Pomodoro), porém eu tenho me dado bem com os meus blocos de atividade que contei acima. Sei quanto tempo eu […]