ou

O Vida Organizada é um blog pessoal com dicas de organização. A “vida organizada”, no caso, é a minha, mas a ideia é que todos possam ter uma vida organizada com medidas simples e práticas no dia-a-dia. A perfeição é a pior inimiga da organização e ser organizado não significa ser neurótico com isso – é saber aproveitar o tempo, deixando espaço na vida para as coisas que são realmente importantes.

Quando vivemos escravos do relógio ou em meio a uma confusão de tarefas, isso não é viver – é sobreviver a uma situação caótica que nada acrescenta de bom em nossa vida. Então, seja você ultra-mega organizado(a) ou super bagunceiro, esses dois extremos só têm a atrapalhar a sua vida e a vida das pessoas que o(a) rodeiam. A solução para uma vida organizada, ao meu ver, é justamente o equilíbrio e o foco no que for prioridade. Eu nunca deixo de brincar com o meu filho para limpar a minha despensa, mas com certeza acho que a melhor solução é estar com ele em todos os momentos do meu dia, envolvendo-o até nas tarefas domésticas. Então, se ele puder estar comigo dando pregadores enquanto eu penduro a roupa no varal, é um tempo que aproveitamos juntos, além de eu estar completando as tarefinhas domésticas do dia-a-dia. O mesmo vale para o meu marido – conversamos muito enquanto um lava a louça e o outro cozinha, por exemplo. Piração é deixar de ficar com as pessoas que você ama para limpar a casa. Eu prefiro ter uma casa cheia de pequenas imperfeições com relação à bagunça que deixar de ficar com a minha família. E já perdi as contas de quantas vezes eu já deixei de fazer uma tarefa doméstica para ter mais tempo com eles ou simplesmente para descansar.

O segredo, para mim, é justamente equilibrar tudo. Ter uma lista básica de tarefas diárias que podem ser distribuídas entre todos os moradores e que pode ser concluída sem estresse, aos pouquinhos. Ter um controle geral das contas, despensa, lavanderia – tudo isso sem neuras – só suficiente. O mesmo vale para o trabalho e outros projetos de vida.

Cada casa é de um jeito, com seus problemas e particularidades. Cada família também. Mais do que isso, cada morador. A melhor forma de organizar uma casa é conhecer bem quem mora ali, suas manias, suas preguiças, suas tarefas preferidas. Somente com essa observação básica é que você conseguirá chegar a um modelo de organização muito particular mas, por isso mesmo, adequado para vocês.

Regras são chatas, mas eu acho que a única que realmente vale a pena reforçar é aquela boa e velha: se sujou, limpe; se bagunçou, arrume, e por aí vai. Lembro que a minha bisavó tinha na casa dela um quadrinho na cozinha com essas regrinhas, então elas são mais uma daquelas coisas antigas que valem a pena conservar, porque aparentemente dão certo. A grande verdade, porém, é que se todos fizessem isso, não haveria brigas em casa. Geralmente, quem mais bagunça em casa é porque não coloca a mão na massa, então você deve se perguntar porque isso acontece. Quando uma pessoa limpa a pia, dificilmente será ela a que sujará ou deixará o prato sujo lá dentro. Por isso é importante envolver todos nas tarefas domésticas. Não tem por que uma única pessoa fazer tudo se outras pessoas moram na mesma casa. Todos devem fazer a sua parte.

E como fazer isso sem estresse? Como eu comentei antes, observe os hábitos da sua família. Muitas vezes, as pessoas simplesmente não sabem o que fazer. Não tem por que deixar a roupa suja no chão do banheiro se lá tiver um cesto para colocar a roupa, por exemplo. Não tem por que deixar a chave em cima da mesa se antes dela tiver um aparador com uma cestinha para colocar essas coisas. Arrumar a entrada de casa é um bom primeiro passo, porque a entrada filtra tudo o que chega (veja aqui dicas para organizar a sua entrada).

Outra coisa que você pode fazer é acordar um pouco mais cedo que os seus filhos e preparar o café-da-manhã, por exemplo, ou se vestir com calma. Ter rotinas facilita a sua vida tanto de manhã quanto de noite. Sobre a organização no geral, leia um post com dicas básicas para organizar a sua casa. Este post aqui é mais para estimular uma reflexão sobre você, sua família, sua casa, a bagunça e a rotina do dia-a-dia. Cuidar da casa é importante porque é o “lugar sagrado” da sua família – quando nossa casa está bem, nós também ficamos bem, e vice-versa. É uma relação mútua mesmo, e nunca se esqueça que a casa é como se fosse um organismo vivo, que precisa de cuidados e carinhos tanto quanto você e a sua família.

Thais Godinho
08/07/2012
Veja mais sobre:
9
Hangout: Evernote para tarefas e projetos (foco GTD)
Selo de aprovação: amaciante Comfort Concentrado
Como limpar itens específicos do banheiro

 

  1. Ro Archela 08/07/2012

    Thais, parabéns, seu blog está cada dia melhor! Ótima semana!

  2. Poliana 08/07/2012

    Nossa adorei o blog, minha primeira visita foina sexta feira…enfim estou proveitando muito as dicas…. muitoooo bom…Parabéns..

  3. […] post de domingo do Vida Organizada está excelente! Só consegui ler hoje, pois ontem fiquei off line para aproveitar o domingo, que […]

  4. Mariana 09/07/2012

    O duro é fazer tudo isso sozinha, como é o meu caso. Moro só e adoro ter a minha casa organizada, mas às vezes bate um “pra que tudo isso? Já que ninguém vai ver mesmo”, nessas horas é bem difícil manter a disciplina.

  5. Kathia 09/07/2012

    Parabéns, seu blog está cada vez melhor, aprendo muito com você.
    Abraços

  6. Alice Santos 15/07/2012

    Sempre a aprender! Obrigada!

  7. Paula 14/08/2012

    Deparei com este blog esta manhã e ainda não consegui parar de ler. Grandes dicas. Este texto resume muitos bons conselhos não só para a casa como para nossa vida, nosso equilibrio. Genial! Vou recomendar seu blog. Parabéns.

  8. Rose 30/10/2013

    Muito legal o seu blog!!!Estou aprendendo muitas coisas com você!