1. Eu não tenho tempo para fazer nada de manhã, porque nós temos que sair de casa bem cedo. Organizar a casa é fácil para quem fica em casa!

Não é verdade! Se você levantar-se 15 minutos antes do resto da família, pela manhã, e se vestir no mesmo instante em que seus pés pisarem no chão, você vai encontrar tempo suficiente para fazer um pouquinho a cada dia. Eu sei que pela manhã é difícil tirarmos até 5 minutos do nosso sono, mas procure ir dormir mais cedo para acordar menos cansado(a).

Não tem importância o horário que você precisa sair. No presente você fica tão ocupada(o) correndo de um lado para o outro, vestindo todo mundo e tentando não se esquecer de nada que você não percebe quanto tempo você terá se você simplesmente se concentrar em uma tarefa de cada vez e começar a implementar uma rotina noturna para fazer antes de dormir.

Essa rotina vai facilitar as suas manhãs de uma forma que você não imagina. Chega um tempo em que você precisa parar com essa correria viciosa para a porta pela manhã e isso começa com um simples planejamento e pouca coisa feita na noite anterior. A não ser que você realmente queira viver no caos para o resto da vida. Tudo bem. Tem gente que gosta de viver assim.

2. Quando eu chego em casa do trabalho, tem tanta coisa a ser feita que eu nunca termino e não dá tempo de fazer absolutamente nada, quanto mais ter uma rotina noturna.

Você está num circulo vicioso e está difícil de sair. Você consegue fazer isso, mas será necessário um pouco de boa vontade para mudar. Tudo o que eu estou sugerindo é que você faça pequenas tarefas na noite anterior para garantir que as suas manhãs sejam mais tranquilas.

Faça uma simples lista de coisas a fazer e então pegue as sacolas, mochilas e outras coisas que você vai precisar e coloque o mais próximo possível da porta de entrada. Desse jeito você vai ter o que precisa e só vai ter que fazer pouca coisa antes de sair de casa, como por exemplo, pegar garrafa ou mamadeira na geladeira e terminar de embrulhar os lanches para as crianças, ou simplesmente se vestir e tomar café-da-manhã. Você pode escrever a lista em um post-it e colar no seu espelho do banheiro ou na porta da geladeira.

Uma tarefa que eu sempre insisto para que seja feita é separar a roupa que você vai usar no dia seguinte. Não adianta o papo de “não sei que tempo estará”, pois basta criar uma opção com camadas de roupas – se estiver mais frio, use mais roupas. Simples. Olhe a previsão do tempo para ter um parâmetro. Enquanto estiver separando, repare na quantidade de tempo que estará economizando de manhã fazendo isso, sem o nervosismo de ter que fazer tudo com pressa.

3. Eu não tenho tempo de pensar sobre o jantar, muito menos de prepará-lo. Como posso preparar refeições saudáveis para a minha família e ainda trabalhar?

Você não pode se não fizer um esforço para fazer um certo planejamento antes de ter que realmente entrar na cozinha e começar a cozinhar suas refeições. Desse jeito você não vai jogar a toalha antes de ficar com a cabeça cheia e decidir pedir uma pizza, passar num fast food de novo ou comer cereais no jantar.

Eu sei que você está cansada(o) de viver desse jeito. Veja como planejar um menu semanal (esse é um guia para pessoas realmente ocupadas!).

4. Minha casa é muito grande para limpar e eu não consigo dar conta de tudo sozinho(a)!

Então você ainda está tentando ser perfeccionista e foi isto que deixou sua casa na bagunça que está. Deixe o perfeccionismo de lado e trabalhe apenas por 10 ou 15 minutos em cada coisa chata. Limpar pela metade é melhor do que deixar para lá e acabar não limpando nada.

Antes de pensar em ter um esquema de limpeza em casa, você precisa destralhá-la. Você precisa pegar 15 minutos por dia e ir tirando de sua casa tudo o que você não usa mais ou não gosta. Você pode doar, dar de presente, vender, reciclar ou jogar fora esses itens, mas não os deixe ocupando o precioso espaço do seu lar. Somente depois de fazer isso é que você encontrará pique para limpar sempre tudo. Até lá, trace um plano paralelo de pequenas tarefas diárias.

Por exemplo, faça uma lista com as tarefas que precisam ser feitas todos os dias. Esqueça o perfeccionismo aqui! Liste somente as tarefas realmente emergenciais, que mantêm sua casa em pé e minimamente limpa, como lavar a louça, lavar as roupas, varrer o chão. Cada casa tem sua necessidade – encontre a sua. Faça uma lista com todas essas tarefas que precisam ser feitas diariamente, cole a lista na porta da geladeira e divida com os outros moradores da sua casa.

Trabalho doméstico, mesmo quando incompleto, ainda é melhor do que nada! Lembre-se sempre disso e não desanime.

5. Eu não tenho um minuto de sobra no dia para limpar a casa.

Isto acontece porque você ainda não implantou suas rotinas, porque mesmo as rotinas pequenas vão dar a você os 15 minutos extras por dia para fazer algumas coisas. Escreva suas rotinas em um papel, assim você não vai precisar pensar sobre elas. Em breve elas se tornarão automáticas, se você as fizer todos os dias. Uma coisa de cada vez, aos pouquinhos, sem focar na perfeição. Você consegue!

6. Quando eu chego em casa, tudo o que quero é desabar na cama!

Nós sabemos que você está cansada(o), mas muito desse cansaço vem do fato de você estar estressado(a). Eu sei que você não acredita em mim, mas uma vez que você comece a colocar em prática pelo menos um pouquinho do que eu sugiro, você vai ficar tão surpresa(o) com quanta energia ainda sobrou depois de um dia inteiro de trabalho.

Agora, quando você chegar em casa, troque de roupa. Coloque uma roupa mais confortável (sem ser seu pijama…), pois isso é um sinal para o seu cérebro que a segunda parte do seu dia está começando. Essa transição é psicológica e desencadeada pela simples troca de roupas. Veja o primeiro item da sua listinha de tarefas diárias e faça-o. Faça o melhor que puder. Lembre-se: um pouco é melhor do que nada. Casa é um ser vivo que precisa de manutenção constante, diária! Não adianta deixar a louça para amanhã que a situação só vai piorar. Isso é algo que, quanto antes você aceitar, mais fácil ficará sua vida e seu dia-a-dia.

7. Não consigo dormir mais cedo porque o fim da noite é o único horário que eu tenho só para mim, quando eu posso fazer o que eu quiser. Eu não durmo mais tarde porque eu quero, mas porque preciso fazer outras coisas.

Você precisa saber quantas horas por noite são necessárias para você ter uma boa noite de sono (cada pessoa tem sua necessidade). É de sua inteira responsabilidade dormir essa quantidade diariamente para ficar bem no dia seguinte. Eu não sei vocês mas, quando eu durmo mal, fico com 40% da minha energia no dia seguinte, sem conseguir fazer direito tudo o que eu tenho para fazer. Dormir é uma necessidade básica, assim como comer e fazer xixi. Procure ter um sono de qualidade, sem desculpas. Se você não cuida bem de si mesmo(a), como espera cuidar bem da sua família, estar bem-humorado(a) todos os dias pela manhã?

Se você costuma dormir à meia-noite para acordar às 6h, e isso sempre te deixa cansada, você sabe que precisa ir dormir um pouco mais cedo. Mais um motivo para você ter suas listinhas e rotinas bem estabelecidas – você não perde tempo com bobagens, resolve logo o que precisa resolver e rapidamente tem seu tempo livre para fazer o que quiser. Mas um esforço de sua parte sempre será necessário, e dormir cedo é um deles.

Atente para o uso do computador (eu me incluo nessa). Sei como é entrar às 22h, dizer que vai só ver uns e-mails, ver o relógio às 22h40 e falar que ficará até às 23h, mas aí você olha novamente e já são 23h17… Policie-se.

8. Meu marido não ajuda em nada na casa, ele é muito bagunceiro. O que eu posso fazer? (vale também para maridos com mulheres bagunceiras)

Você não pode mudar uma pessoa, mas pode mudar sua atitude com relação a ela. Nada de reclamações. Nós temos visto isto acontecer milhares de vezes, quando você pára de agir feito um(a) mártir e implicar. Ninguém ganha nada com essas discussões e você só ficará mais estressada(o). A primeira coisa que você tem que fazer é dar o exemplo. Quando ele (ou ela) vir que você está se esforçando, isso causará uma nova impressão. Pois bem. A segunda coisa é observar a bagunça da sua casa e pensar em soluções. Seu marido (ou esposa) sempre deixa a roupa suja no chão do banheiro? Talvez seja mais fácil instalar um cesto ali do que ficar brigando para sempre pelo mesmo motivo. Essas duas atitudes não garantem a solução do problema, mas já melhoram a situação em uns 90%, e só dependem de você!

9. Nunca lembro de pagar as contas. Não consigo ir só uma vez por semana ao mercado fazer compras. Todos os dias aparece uma coisa nova que eu preciso fazer na rua.

Isto acontece porque você não tem um dia para cada coisa. Eu nunca tinha tido tampouco, mas quando eu comecei a marcar os compromissos nos dias em que eu precisava sair de qualquer maneira, isto começou a me economizar muito tempo e dinheiro. Vamos dizer que você precise fazer compras de supermercado, mas aos sábados a loja está muito cheia. Escolha outro horário durante a semana para fazer as compras. Faça a lista de compras durante uma de suas horas de almoço, por exemplo, e faça as compras depois que sair do trabalho, no dia seguinte.

Uma sugestão: estabeleça um dia para cada lugar que você precisa ir durante a semana e respeite essa regra. Se você vai ao banco todas as terças-feiras, na segunda à noite você já terá separado as contas que precisará pagar esta semana. Simples assim.

10. Eu fico tão cansada(o) quando volto do trabalho que tudo o que eu consigo fazer é juntar alguns ingredientes para o jantar, ajudar as crianças com o dever de casa e colocá-las na cama. Meu marido e eu (ou minha esposa e eu) estamos perdendo o interesse. O que podemos fazer para salvar nosso casamento?

Bom, você precisa definir quais são as prioridades na sua vida. Se você está tão cansado(a) que não consegue sequer ter tempo para a pessoa com quem você vive, é porque chegou a hora de lembrar do amor que sentem um pelo outro e porque estão juntos. Faça algo todos os dias, nem que seja por somente 5 minutos.

Tire um tempo por dia para vocês dois conversarem um com o outro. Conforme você reduzir o estresse de sua vida praticando suas rotinas, você será capaz de encontrar mais tempo para os dois e você será capaz de tirar vantagem dos pequenos intervalos de tempo para dar as mãos, sentar juntos na varanda ou se recostar no sofá para assistir seu programa favorito na televisão. Algumas vezes isso é tudo o que conta.

Conforme ele(a) for vendo você mudar sua atitude em relação à cuidar da casa depois do trabalho, ter tempo para você e para os seus filhos, ele(a) vai apreciar o ar de paz que você criou em seu lar. Isto vai fazer uma grande diferença em seu relacionamento. Estabeleça um dia da semana para que vocês façam algo especial juntos. Se você tem filhos, certamente não poderá deixá-los com algum parente toda semana, então seja criativo(a) e pense em programas legais em casa mesmo. Um bom banho de banheira, uma sessão de filmes românticos, uma massagem, enfim, deixe a imaginação rolar solta! No decorrer da semana, você pode fazer pequenas coisas para manter “a chama acesa”. Depende de cada casal, de cada dinâmica de família. Você conhece seu marido (ou sua esposa) melhor do que ninguém, então pense diariamente no que você pode fazer para ter nem que seja um pequeno momento de empatia.

11. Eu tenho filhos e, quando eu chego em casa do trabalho, tudo o que eu quero fazer é dar atenção total a eles. Já me sinto suficientemente culpado(a) por não ficar mais tempo com eles.

Filhos sempre precisam de atenção, mas a atenção também precisa ser dividida em, por exemplo, preparar a comida deles com carinho e cuidado, além de garantir que eles tenham sempre uniformes limpos para ir para a escola. Mais uma vez: rotinas! Quando você tem uma lista e consegue focar nas atividades, termina tudo mais rápido e pode ter o tempo que quiser com seus filhos. Existem mil teorias sobre cuidados com os filhos, mas sabemos que, na prática, precisamos ficar realmente com eles, porém a casa ainda continua ali esperando para ser limpa etc. Você precisa encontrar um equilíbrio e isso é muito pessoal, depende só da sua família.

12. Eu não sou uma pessoa madrugadora, eu tenho problemas para levantar cedo. Para falar a verdade, eu detesto mesmo. Não sou eu mesmo(a) de manhã.

Então você vai precisar pelo menos ir para a cama em uma hora decente para não acordar se sentindo pior ainda. Você já ouviu isso antes. Se você precisa se levantar cedo, então você precisa ir para a cama na hora certa. Nada de “se”,  nada de “mas”. É assim que as coisas são. E se você fica apertando o botão de soneca, então coloque o despertador do outro lado do quarto, pois assim você vai precisar se levantar para desligá-lo. Se isso não funcionar, combine para uma amiga lhe telefonar para acordá-la. Você pode fazer isso se realmente quiser.

13. Eu banco a motorista de táxi dos meus filhos quando chego em casa do trabalho, então não tenho tempo para fazer mais nada.

Então você e mais de 500.000 pessoas estão fazendo a mesma coisa! Esta é uma escolha que você fez e você deve fazer o melhor que puder. Mas você pode usar este tempo para ouvir audiobooks de auto-ajuda, conferir o talão de cheques, pagar as contas ou falar ao telefone, se você tiver um celular. Isto requer um pouco de criatividade de sua parte.

Eu não tenho carro, então passo quase três horas do meu dia dentro de meios de transporte para ir e voltar do trabalho. Eu uso esse meio-tempo para planejar o menu da semana, fazer listas de compras, anotar lembretes no meu caderno, ler trechos de algum livro, ouvir música, ouvir lições de inglês etc! Essas horas que eu “perco” pegando ônibus podem ser convertidas em pequenas tarefas que vou riscando da minha lista, então sempre procuro aproveitar o tempo que eu tenho para fazer o que preciso fazer.

Este texto tinha sido publicado no blog há cerca de cinco anos, mas era a versão integral de um texto da FLY Lady, traduzido por algumas brasileiras. Eu adaptei o texto inteiro para que ele ficasse atual, então tem muita coisa minha e muita coisa delas também. Estou escrevendo aqui somente para dar os créditos da inspiração. =)

30 Comentários

  1. Olá Thais, tudo bem?

    Gosto muito do seu blog e sempre acompanho as dicas de organização.

    Porém, estou com certa dificuldade de implementá-las no dia-dia e gostaria de saber se vc tem alguma sugestão para o meu caso: fico fora de casa o dia todo, saio às 6h20 da manhã e retorno às 23h30 por conta do trabalho e de um curso que faço à noite.

    Nesta minha rotina, não consigo arrumar a casa, muito menos fazer comida. Vou para casa somente para dormir.

    Ficarei muito grata se puder me dar umas dicas.

    Muito obrigada!

    Abraços

    • Andrea, já passei por isso quando trabalhei e fiz faculdade. O negócio é fazer o mínimo mesmo. Como a situação é transitória, é exceção e logo as coisas voltam aos eixos.

  2. Olá Thais!

    Mais uma vez, parabéns pelo texto de hoje e pelo site.
    Hoje gostaria de deixar um depoimento aqui, que foge um pouco de apenas elogios pelo seu trabalho e organização.
    Há duas semanas eu entrei pela primeira vez no seu site e desde então, tenho acessado todos os dias. E mais do que isso, posso dizer sem exageros,que revolucionei desde então minha vida. Meu apartamento era uma desordem total, nada tinha lugar, eu nunca tinha tempo, tinha vergonha de levar meus amigos para lá, brigava constantemente com meu marido achando que a culpa era somente dele…meu trabalho também ia de mal a pior, sempre com prazos estourados e cobranças que me entristeciam muito…E ler suas dicas, seus comentários, o modo como criaste uma rotina que te faz bem, me inspirou a mudar a minha situação. Hoje tenho uma rotina diurna, uma noturna e sem brigas e reclamações, meu marido pouco a pouco vai entrando no esquema. Tenho listas de tarefas, planejamento de vida para os próximos anos, enfim, tudo parece mais calmo na minha vida e realmente parece que tenho mais tempo…até a ideia de criar um blog sobre organização já entrou para a minha lista de projetos. Enfim, já me extendi demais, apenas queria compartilhar o bem que levar uma “vida organizada” tem me feito.
    Continue assim, sendo inspiração para muitas “perdidas” como eu!
    Ótima semana!

    • Cristiane, obrigada por compartilhar. Você não imagina como fico contente lendo relatos como o seu.

  3. Nossa Thais, acho que foram esgotadas todas as minhas desculpas para deixar de ser uma pessoa acomodada e preguiçosa. Depois deste post não tenho mais desculpas… 😉
    Beijos

  4. Oi, Thais.
    Você dá dicas ótimas! Adoro esse espaço… Compartilhando minhas experiências, parte do que vc posta, eu sigo a tempos. Senti a necessidade de buscar estratégias p/ lidar com a(minha) rotina de quem trabalha fora e tem uma casa p/ cuidar. Antigamente, por sair muito cedo e chegar tarde, acabava deixando coisas espalhadas pela casa(a roupa que tirei do varal e não guardei acabava sobre poltrona do escritório ou o braço do sofá, o porta-guardanapos e mais meia dúzia de coisas sobre a mesa do lanche, que ficavam lá até o lanche na noite seguinte…)e na correria antes de sair de casa logo cedo,faltava espaço p/ o que eu realmente precisava. Dia de faxina então, eu era a fúria em pessoa. Irritava mais ter que guardar tudo do que limpar a casa. Até que um dia eu surtei. Hoje deixo à mão só as coisas que realmente uso, o resto foi p/ dentro de armários e gavetas (isso vale p/ todos os ambientes da casa). Por ex, tenho um varalzinho de chão e se estou recolhendo as roupas, é sobre ele mesmo que vou dobrando as camisetas, que já sobem em pilha direto p/ dentro da gaveta – ferro passa longe e não faz a mínima falta. Se o marido largou bermuda ou calça que usou num canto do quarto e estou sem tempo de dobrar, elas vão p/ dentro do armário do jeito que estão (separei um nicho que fica vazio p/ isso), quando der, dobro e guardo. É também no meu quarto que deixo uma decorativa cesta de cizal (com tampa) que faz as vezes de cesto de roupa suja – já que é ali que nos trocamos; todo dia de manhã, desço com o pouco de roupa que foi p/ o cesto na noite anterior e coloco na lavanderia, já que obrigatoriamente passo por lá p/ pendurar as toalhas de banho. As camisas secam no varal acomodadas em cabides e as calças, saem do varal e vão p/ os mesmos cabides, que são pendurados num canto até que eu possa passar essa roupa. Quando chego em casa a noite, revezo com o marido o preparo do lanche. Enquanto um toma banho, o outro adianta as coisas na cozinha. Ao subir p/ o banho, enquanto me livro das roupas que usei durante o dia, estou com as portas do armário abertas, pensando no look do dia seguinte; as roupas vão primeiro p/ cima da cama e depois p/ o outro quarto, onde me troco de manhã. Nesse outro quarto fica uma caixa organizadora (daquelas de plástico)onde “escondo” pijamas, secador de cabelos e outras coisitas que uso diariamente e precisam ficar à mão no ambiente em que uso (não adianta guardar no banheiro ou no meu quarto, não é lá que eu uso e muito anda-anda p/ guardar objetos só vai me fazer perder tempo).Terminado o lanche de todas as noites, damos pausa na tv e em 10 minutos colocamos tudo em ordem: se o marido lava a louça, eu coloco tudo no lugar, com o cuidado de deixar espaço na bancada do armário (tenho uns 50/60cm livre) p/ eu poder acomodar as frutas e lanches que serão preparados logo cedo. A bancada da pia é pequena e enquanto eu não encontro um escorredor de louça de parede com preço decente (!), tenho alí um espaço muito restrito pois de um lado fica o escorredor e do outro, o meu gril (George Foreman), que deixo com a caída na borda da cuba da pia, p/ não espalhar migalhas de pão na bancada – ele é usado como tostadeira (pequenos detalhes como esse de deixar as migalhas p/ caírem já dentro da pia evitam que eu perca tempo passando pano na bancada ou vassoura no chão). Enfeites e bibelôs foram substituídos por caixinhas (poucas), p/ não desperdiçar espaço e não juntar pó. Com exceção da carteira e chave do carro, o que estiver na ponta da escada ou sobre o rack, vai p/ o gavetão (do rack – escolhi o móvel em função desse gavetão). Procurou e não achou? Olhe no gavetão, deve estar lá! Tenho sempre uns paninhos e um produto de limpeza escondidos no banheiro, que uso durante a semana a noite, antes do banho, p/ manter o banheiro limpo (banheiros pequenos têm essa vantagem, são limpos num zás-trás! Como eu já havia te falado em outro coment, os sapatos ficam do lado de fora de casa, o que ajuda muito na conservação e arrumação Não tenho crianças em casa, e isso facilita facilita, mas tive que convocar o marido a ajudar nas pequenas atitudes, ou eu corria o risco de nadar contra a maré e morrer na praia. Uma vez incorporados os novos costumes, meu tempo e o espaço da casa rendem o dobro.
    Beijos, querida. E obrigada pelo espaço p/ eu poder compartilhar minhas experiências…

  5. Thais, você nao sabe como seu blog me ajudou!
    Eu moro na França e aqui nao tem empregada. Ano passado o meu sogro ficou doente e meu marido teve que ir em carater de emergencia pro Brasil. Eu fiquei com as 3 crianças sozinha aqui, com a casa pra cuidar e a rotina pra administrar. Você nao tem ideia de como me salvou!!!
    Tudo isso que você sempre fala: da rotina, de nao buscar perfeiçao, planejamento, me salvaram!!!! Muito obrigada!

    • Meire, obrigada por compartilhar. Fico feliz de ajudar e saber um pouquinho mais de cada um… é a minha motivação para ter o blog.

  6. Post maravilhoso: soluções práticas que realmente funcionam… Os ganhos com a organização e mínimo de disciplina são tão grandes que todo mundo deveria experimentar!! Quem tem criança então, PRECISA de organização senão o caos se instala e a frustração toma conta!!!!! Adorei o comentário da Dora, dicas ótimas também!

  7. Eu acho engraçado que eu era tudo isso aí logo que me mudei.
    Mas precisei me arrumar, compreender que precisava cuidar de mim, da minha casa.
    Eu tenho bicho de estimação e bichos PRECISAM de limpeza, assim como eu.
    De limpeza e de carinho.
    Então sim, eu levanto todo dia um pouco mais cedo, faço uma PORRADA de coisa em 15min, tenho toda uma rotina organizada.
    Chego em casa, faço o planejado pro dia, e durante a tarde, vou pensando no que jantar.
    Só não tenho menu planejado pra semana toda, até pq, muitas vezes a comida de um dia pro outro sobra e eu não gosto de desperdiçar. Sempre dou um jeito de renovar a mistura que sobrou, como, e ainda sobra tempo pra fazer as unhas, ou jogar video game que eu gosto, ou assistir uma série.
    Acompanho o blog porque me organizava sozinha, e achei aqui um jeito de me sentir menos sozinha no mundo. :p

  8. Adorei este post!! Parece dirigido a mim!! Tenho tanto que aprender!!

    Admiro-a bastante!! Onde vai buscar toda essa garra, determinação… motivação?

    Beijinhos, tudo de bom!

    Gosto muito de visitar o seu blog!

  9. De manhã, onde eu trabalho, vejo sempre as pessoas atrasadas, cheias de pressa, estressadas – e são sempre as mesmas. Então eu pensava: ” Que pessoa atarefada, que vida tão corrida!”. Depois de acompanhar seu blog, passei a pensar: “Grande desorganizada!”…kkkk

    Suas dicas são preciosas! Parabéns pelo blog!

  10. hoje senti a necessidade de procurar algo sobre a organização pois minha vida esá um caos e me incentivou muito… começo hj mesmo…

  11. Eu oque fazer tenho varios problemas de saúde,e tenho que cuidar da casa e filhos…mais tem dias que não consigo fazer nada de tantas dores…e ainda tomo medicamentos para poder dormir,ai não consigo acordar cedo para ir fazendo as tarefas da casa…me ajude serei grata

  12. Excelentes dicas. Claro que não é fácil e nem sempre todo mundo se adapta ou deseja realmente mudanças que favoreçam essa organização da rotina. Mas, o importante é tentar e sentir a diferença. Tinha como meta conseguir fazer almoço em casa esse ano. Já estou conseguindo e pretendo me manter firme em meus propósitos. Um grande abraço a todos.

  13. Tentar organizar é o minimo, trabalhar, estudar não é fácil. É a rotina de muitas pessoas que conheço, pra mim está cada dia mais difícil, tenho pouquissimo tempo para fazer as tarefas de casa e isso está me deixando bem estressada e prejudicando no trabalho e na faculdade. Brigo o tempo todo quando estou em casa por conta da desordem, minha filha e meu marido acabam pagando um preço que não acho junto. Hoje procurando um jeito de me organizar achei o blog e gostei. Vou tentar fazer uma rotina para manter a casa em ordem. Volto para contar como foi. Beijos e parabens pelo blog.

  14. Olá, amei o seu trabalho. Nossa me vi em muitos dos seus relatos, eu sou uma pessoa organizada mais quando começo a trabalhar fora e me vejo cheia de coisas, me perco, fico igual barata tonta rsrs.

  15. Bom dia ,ando muito e stressada pois é muita coisa para limpar ,e todo dia tem coisa para fazer e nunca acaba, isso ta me cansado pois meu marido é muito lento para tudo guando eu peço para ele fazer algo ele leva o dia todo para fazer não se planeja para fazer nada e tudo na casa e eu que tenho que resolver,desde na faxina, da pintura ate mesmo se eu for fazer uma obra e para completar tenho três filhos, uma adolescente de 18, outro adolescente de 14 e uma criança de 7 e tudo sobra para mim, tem horas que eu tenho vontade de jogar tudo para alto e sair fora eu só não faço porque sou evangélica e tenho temo a Deus mais ele também conhecer as minhas limitações. .. TODO DIA TEM QUE ARRUMAR CASA TIRAR POEIRA, PASSAR PANO, LAVAR ROUPA E FAZER COMIDA ETC

  16. Ninguém me ajuda em casa meu marido fica em casa e não faz nada, fico muito estressada com isso ,mais não adianta falar sempre foi assim, ja estou desanimada oque posso fazer?

  17. Adorei essa postagem. Tenho tentado há algum tempo me organizar melhor e, de certa forma, tenho conseguido. Mas ainda tem coisas a melhorar e com algumas dicas que vi aqui acho que vou conseguir. Um dos problemas é que sou perfeccionista.

  18. Minha luta pra tentar manter a casa arrumada eh igual de emagrecer, sempre tento mas nunca consigo rsrs, agora vou por em pratica essas dicas

DEIXE UMA RESPOSTA