June 2012

Posts no mês June 2012.

30 Jun 2012

Aplicativos com receitas para facilitar o dia-a-dia

Eu adoro livros de receitas! Para falar a verdade, adoro livros no geral, mas os livros de receitas têm aquele toque especial e tradicional, de cozinhar segurando-os com a outra mão, além dar marcas e anotações, muitas vezes passando de geração para geração. Mas a “vida moderna” também traz algumas facilidade para a gente, e uma delas são os aplicativos de receitas para celular. Eu criei este post então para indicar alguns para vocês:

Com um asterisco eu marquei os apps que eu uso mais, mas recomendo todos.

E você, tem algum aplicativo de receitas que recomenda?

29 Jun 2012

Tapete na sala

Ontem começou a liquidação da Etna e eu fui até lá conferir o que tinha de bom. Muita coisa! Para não abusar muito, comprei somente alguns itens menores e a melhor aquisição de todas, que foi o tapete da sala:

Pausa para a explicação: em primeiro lugar, me desculpem pela foto via Instagram (depois posto uma melhor). Em segundo, eu venho procurando um tapete ideal para a sala há muito, muito tempo. Nem acreditei quando me deparei com ele lá, perdido em meio a tantos outros beges e marrons. O melhor de tudo? O preço: R$169,90.

Essa semana a Tok&Stok também está em liquidação. Vou tentar dar uma passadinha lá no final de semana.

28 Jun 2012

Das coisas que deixamos de fazer

Imagem: Tumblr

Há algum tempo venho notando que cheguei a um momento da vida onde vou deixando muitas preocupações desnecessárias para trás.

Não sei exatamente quando isso começou. Talvez há uns três ou quatro anos, antes de engravidar, quando me deu aquele estalo de minimalismo na vida e eu abri mão de tantas coisas. Mas certamente hoje, com a minha idade, me vejo extremamente desapegada de uma série de coisas. E, toda vez que me desapego de algo, fico me perguntando por que nos apegamos a atitudes sem sentido? Mas assim, sem sentido para nós. Acho que isso é o que as pessoas chamam de “encontrar a identidade”. Sim, eu sinto que seja isso.

Um dos meus blogs preferidos atualmente (e que foi apresentado por uma amiga <3) é o da Consuelo Blocker, que vive em Florença e, além de ter as postagens mais legais sobre moda e viagens, traz muito sobre a pessoa que construímos enquanto a vida vai passando. Uma coisa que pode parecer uma bobeirinha sem tamanho, mas me causou uma libertação enorme, foi descobrir, por exemplo, que eu não preciso pintar as unhas. Toda vez que eu ficava sem pintá-las me batia uma culpa terrível, achava que estava descuidando do visual para o trabalho. Sempre hidrato as mãos, empurro as cutículas, corto, limpo, lixo etc. Mas pintá-las me dava preguiça porque nunca ficavam 100% boas e depois eu achava uma perda de tempo enorme ficar tirando com lencinho ou acetona. E, de repente, eu simplesmente parei de pintar. Isso já faz uns dois meses, pelo menos, e a sensação de libertação é tremenda. Estou contando isso porque outro dia li um post no blog da Consuelo onde ela diz exatamente que não gosta de fazer as unhas, que não vê necessidade. E é isso. Olha só quanto tempo eu ganhei na vida só por deixar um hábito de lado.

Absolutamente nada contra quem pinta as unhas. Adoro unhas pintadas também e isso não significa que nunca mais vou pintá-las. Mas que deu um alívio por perceber que eu não tenho a obrigação, isso deu.

Outro hábito que eu deixei para trás foi a preocupação com a comida. Vocês já pararam para pensar em como nossa vida gira ao redor disso? O que prepararemos para o jantar, o que vamos almoçar, precisamos comer de três em três horas, beber dois litros de água por dia etc. Depois que eu comecei a minha dieta, eu comecei a respeitar o meu corpo e a comer somente quando tivesse fome, e a beber quando tivesse sede. Percebi com isso que eu sentia muito menos fome do que eu imaginava! Fiquei várias vezes sem almoçar porque tinha tomado um café-da-manhã bacana e fui comer só à noite, por exemplo. Em casa, precisamos fazer comida todos os dias porque temos nosso filho que depende da gente e da nossa estrutura, mas eu sinceramente viveria de petiscos para o resto da vida se não fosse por isso, e numa boa. Quer fazer uma carne assada? Faça, mas quando tiver vontade, e não pela obrigação de preparar uma refeição. Quer sair para jantar? Vá! Sem a obrigação de “sair todas as quintas-feiras”.

E é claro que tudo isso que eu estou escrevendo é uma declaração pessoal. Cada pessoa vai se descobrindo com o passar do tempo, e eu tenho estado tão surpreendentemente feliz ultimamente com essas novas descobertas a respeito de mim mesma. Acho que oficialmente virei adulta. Aprendi a relaxar mais, a fazer mais do que realmente me faz bem, aproveitar melhor o tempo, a vida, as relações. Discutir menos. Comer menos. Dar mais valor ao comportamento, porque ele reflete todo o resto.

Gostaria de postar aqui um vídeo da Costanza Pascolato que vi na semana passada, onde ela fala sobre estilo. E se engana quem ainda associa estilo somente a moda. É quem você é, e é uma construção. Vejam o vídeo. Garanto que vocês não irão se arrepender.

 

Então é isso. Mais dois hábitos tirados da vida porque não acrescentavam em nada. Vida simplificada mais um pouquinho e uma identidade cada vez mais forte.

Uma das melhores coisas de envelhecer, é ter mais segurança de ser quem você é.
- Consuelo Blocker

27 Jun 2012

Itens do meu banheiro

Como eu comentei anteriormente, estou dividindo a organização e o básico da decoração do apartamento por cômodos e meses. Em junho, foi a hora de organizar o meu banheiro. Ainda faltam algumas coisinhas (que ficarão para o começo de julho), mas estou satisfeita com a maneira como ele está agora. A imagem acima mostra alguns dos itens que eu escolhi e, quando ele estiver prontinho, eu posto as fotos aqui também.

O que ainda falta fazer:

  • imprimir em gráfica as imagens que quero colocar nos quadrinhos (são cinco, com moldura colorida, e as imagens serão em preto e branco). os quadrinhos ficarão em cima do vaso.
  • colocar uma moldura no espelho (só não fiz porque não consegui ir até onde preciso ir para comprar).

Em breve posto fotinhos do resultado final.

26 Jun 2012

A arte de fazer as malas pela Louis Vuitton

Quem acessar o site da Louis Vuitton vai se deparar com uma novidade que tem a cara do Vida Organizada: uma experiência interativa para fazer as malas! Como é uma ação de marketing, você interage com os modelos de malas e outros produtos da marca.

Dependendo do tamanho da sua mala, você aprende como dobrar camisas, armazenar calças, camisetas, fazer tudo caber e ser utilizado de forma prática quando você chegar ao seu destino. A experiência é uma graça e, melhor de tudo, super útil!

Veja no vídeo abaixo uma pequena demonstração, caso você não queira brincar no próprio site:

Boas ideias merecem ser compartilhadas. Ainda mais se tiverem a ver com organização.

Este post não é um publieditorial. ;D

25 Jun 2012

Planejando o menu semanal (de 25 a 29 de junho)

Eu gostaria de falar um pouco sobre a dieta que eu estou fazendo, pois algumas pessoas têm me perguntado. É a dieta Atkins que, a grosso modo, significa a redução drástica de açúcares e carboidratos para que seu corpo queime a gordura mais rápido. Existem diversas fontes por aí a respeito, mas o livro continua sendo a mais confiável (“A dieta revolucionária do dr. Atkins”). Mais para a frente vou fazer um post especial sobre ela, mas posso adiantar que, em um mês de dieta, emagreci mais de 7kg (me pesei só com três semanas e tinha emagrecido os sete, e ainda preciso me pesar atualmente para conferir o total certinho).

Pois bem. E essa dieta se reflete no dia-a-dia, porque não posso comer muitos alimentos que faziam parte da minha rotina, como pães e leite. Como meu marido e meu filho não estão fazendo essa dieta (né), precisamos pensar em algo que fique bom para todos. E aí chegamos ao seguinte planejamento para esta semana (eu como só o que estiver na linha de cima de cada dia):

Segunda
Fajitas de carne com cebola e pimentão
Sopa bem grossa de músculo com legumes

Terça 
Frango grelhado com molho de mostarda
Capeletti quatro queijos

Quarta
Frango assado com bacon
Batatas assadas, feijão e arroz branco

Quinta
Filé de alcatra à fiorentina com salada verde
Arroz e feijão

Sexta
Filé de alcatra à fiorentina com salada verde
(repete porque só eu almoço em casa na sexta)

Não almoçaremos em casa no final de semana, então não há planejamento para esses dias.

Confesso que tem sido extremamente difícil não comer coisinhas gostosas, especialmente agora que estamos no inverno. Mas como proteína sustenta bastante, não tenho sentido tanta fome como poderia, e isso me ajuda a comer menos e, então, emagrecer.

Ah, só para constar! O menu costuma ser bem básico em casa, viu. Às vezes tentamos fazer as semaninhas especiais, que dão uma agitada na rotina (e também porque gostamos de cozinhar), mas chegar em casa e já ter tudo definido e fácil de fazer ajuda de tal forma que nem consigo descrever. Por exemplo, quando fazemos alguma carne assada, já preparamos alguns petisquinhos antes porque demora mais para a comida ficar pronta e a gente não morrer de fome. Enquanto a carne está no forno, aproveitamos para fazer um monte de outras coisas em casa.

A preparação para cada dia é a seguinte: congelamos a carne (ou fazemos a que compramos no dia, fresca), então descemos do congelador para a geladeira um dia antes, meu marido tempera durante o dia e deixa tomando gosto na geladeira, e fazemos juntos quando eu chego em casa, de noite. Se ele estiver inspirado ou com muita fome, acaba fazendo antes. =) Geralmente ele consegue fazer feijão, arroz, essas coisas, durante o dia, porque de noite fazemos somente o que é gostosinho comer fresco, como saladas e carnes. Costumamos guardar um pouco para ele preparar no dia seguinte, no almoço, para ele e o filhote. E eu guardo um pouco do jantar para levar para o trabalho.

É claro que nem sempre sobra e aí eu preciso comer fora durante o expediente, ou combinamos de almoçar juntos em algum lugar gostoso, mas tento evitar isso porque gasta-se MUITO com almoço aqui em Campinas.

24 Jun 2012

Blog fora do ar e um fim de semana proveitoso

Nosso blog ficou fora do ar durante um tempo. =/ Quero explicar para vocês o motivo de isso acontecer de vez em quando: estou há anos, anos mesmo, hospedando todos os meus blogs em um servidor muito bacana, que sempre indicava aos meus clientes (quando eu trabalhava em agência). Assim, sem receber comissão alguma por isso, porque eu realmente acho o serviço deles muito bom, desde sempre. Mais especificamente, desde 2004.

Todo site tem uma espécie de limite de transferência de dados, que funciona mais ou menos assim: quando você acessa o meu blog, você está transferindo os arquivos do servidor para o seu computador, temporariamente, para que você leia os textos, veja as fotos etc. Quando esse limite é ultrapassado, o site sai automaticamente do ar. Não é culpa minha, nem do pessoal do servidor, mas uma especificação que existe mesmo. E aí eles têm que entrar e configurar manualmente para o blog voltar ao ar.

Só que todo mundo tem sua própria vida, né gente? Então, no sábado bem cedo, quando vi que o blog estava off, já entrei em contato com eles e esperava a resposta somente na segunda pela manhã. Mas hoje, um domingo, dia em que estamos todos descansando, eles viram minha mensagem e restauraram o blog de volta. E é por esse motivo que eu continuo com eles. Eles são ótimos. Obrigada, pessoal do servidor. <3

E peço desculpas a todos vocês que acessaram o blog nessas horinhas em que ele esteve fora do ar, porque sei como isso é chato.

Bom, mas esclarecimentos feitos, gostaria de contar um pouco como foi o meu final de semana. =)

Na sexta-feira, depois do trabalho, fui para São Paulo para sair com o meu marido. Como alguns de vocês já sabem, ele é músico e não saímos tanto aos finais de semana (ele sempre tem shows), então toda vez que ele não toca nós aproveitamos para fazer algo. Na última sexta, fomos assistir “Prometheus” em 3D! Já tínhamos feito uma maratona “Alien” nos últimos dias para entrar no clima e adoramos o filme. Fomos jantar no Burdog depois e ficamos discutindo mil teorias a respeito do que virá a seguir. O filhote ficou na casa da sogra até o dia seguinte. Ah, também aproveitei para comprar o presente de aniversário da minha amiga no shopping.

No sábado, tive minha penúltima (OMG) aula da pós-graduação durante o dia todo, como tenho feito todos os sábados desde março do ano passado. Meu marido levou nosso filho para a casa da minha avó e eu fui para lá depois da aula. Consegui tomar um banho rápido antes de eles chegarem e, depois de brincar um pouco com a vovó, fomos para o aniversário da minha amiga (que mora na mesma rua), que foi uma mistura de festa de aniversário com festa junina. Não dêem risada, mas meu filho se divertiu arrastando a vassoura por toda a festa. Eu ainda pensei: “se o pessoal que lê o blog vir isso, estou perdida com a minha fama de mania de limpeza”.

Tirando isso, ele comeu muuuito e brincou com a única criança na festa até então, que era a sobrinha da minha amiga (que tem 10 anos de idade, mas ele adora). Nós tivemos que ir embora cedo porque estava muito frio e ficaria muito tarde para ele. Uma pena, porque não cheguei a ver todas as minhas amigas (que chegaram depois), mas faz parte. Ah, e também foi bom porque eu não podia comer absolutamente nada na festa (por causa da dieta). O Guaraná zero me salvou durante algum tempo, mas depois eu fui para casa comer o meu queijinho.

Ainda ficamos um tempo com o filhote acordado pois minha mãe nos fez uma visita, mas eu fui dormir logo depois de colocá-lo na cama. Queria aproveitar para descansar um pouco e, como ele acorda cedo, não poderia me dar ao luxo de dormir muito tarde.

Hoje pela manhã ficamos mais com a minha avó, para que ela pudesse aproveitar bastante o tempo com ele. Aproveitei alguns minutinhos para conferir minha to-do list de amanhã no Toodledo para não ser pega de surpresa com nenhuma tarefa. Depois do almoço, fomos ao parquinho. Meu marido tinha tocado na noite anterior e nos encontrou lá. Deu pra brincar bastante e, para variar, nosso filho não queria ir embora.

Também passei na banca para fazer a minha “compra do mês”:

Eu digo para o meu marido que é pesquisa para o meu TCC (cof), mas a grande verdade é que eu tiro muita inspiração para o blog e adoro ler, é claro. Não deixa de ser verdade  minha justificativa. =)

Viemos para a nossa casa e, enquanto meu marido ia até o mercado, eu aproveitei para dar uma geral: tirar o pó, limpar as privadas, trocar as lixeiras, arrumar o que estava fora do lugar. Filhote ficou junto comigo, brincando com o alfabeto. Eu dizia “A de..?”, e ele “de amor!”. E assim fomos. Quando meu marido chegou, ele foi preparar o jantar e eu fiquei com o filhote na sala, brincando. Dei a janta para ele e ficamos juntos até a hora de dar banho e colocá-lo para dormir. Aí eu aproveito para responder alguns e-mails e atualizar o blog antes de começar a minha rotina noturna de preparar a marmita para levar amanhã, separar minha roupa, tomar banho etc.

Eu estava lendo o desabafo da Joanna, e achei tão “pertence a todas nós” que resolvi postar aqui:

Portanto, tem um montão de coisas que quero botar em prática aqui no blog e queria a ajuda de vocês. Começando com um pedido: vamos começar de novo? Lembrar sobre o que é esse blog? Um blog feito por uma menina normal e para meninas normais. Que trabalham, se viram nos 30, amam, odeiam e ficam com preguiça de vez em quando. Mas que querem se sentir lindas com o que tem, e com o que podem comprar.

Porque sabe, eu poderia reescrever da seguinte maneira: o blog ficou fora do ar nessas horinhas, por exemplo. Ou, às vezes, eu simplesmente não consigo escrever um texto legal para atualizá-lo em tal dia. Essas coisas acontecem. Também sou “uma menina normal” e o blog também é “para meninas normais” (meninos, amo vocês e sei que também estão por aqui o tempo todo – não se ofendam <3). E todas nós, eu, vocês, somos pessoas “que trabalham, se viram nos 30, amam, odeiam e ficam com preguiça de vez em quando”. Apesar de eu amar a Martha Stewart e admirar seu trabalho, sei que quem faz o trabalho bruto dela, de atualizar blog, site, fotografar, é uma equipe gigantesca que está por trás. Ela não faz tudo sozinha. E a graça dos blogs é justamente ter só uma pessoa por trás deles escrevendo, se dedicando àquilo para que fique com a sua cara, mas longe demais de ser uma produção mecânica e sem paixão. Eu queria que vocês sempre se lembrassem disso, tá bem? <3

Isso também fica como desabafo para todo mundo que acha que eu sou um robô com mania de organização extrema. Gente, eu bagunço bastante também. Ser organizada não é ser perfeita, é ser suficiente. Eu amo a tia Martha, mas eu não quero ser comparada com ela. Ela está em um pedestal, e eu me assemelho mais à pessoa que limpa a base da estátua com carinho mas tem um cantinho colorido na janela de casa. E a caixa de entrada vazia. =)

Isso foi um pouquinho do meu final de semana. Espero que vocês tenham uma segunda-feira legal.

23 Jun 2012

Sala de jantar com parede preta

Tive que postar esse antes/depois porque é realmente inacreditável:

Um belo exemplo de como paredes escuras muitas vezes proporcionam uma sensação de aumento de espaço, ao contrário do que diz o senso comum. As outras paredes em um tom bem claro de cinza + a estante branca grande ajudaram muito. Quem tem cômodos pequenos em casa também pode pintar com cores fortes e/ou escuras – basta saber usar. Daqui.

22 Jun 2012

Sweet Paul Magazine (summer 2012)

Uma das revistas que eu mais gosto é a revista Sweet Paul, que é disponibilizada online gratuitamente.

Essa revista é uma espécie de Martha Stewart Living, com assuntos em torno de comidinhas, decoração, atividades, jardinagem etc. A diagramação é bem clean. Nesta edição, há muitas receitas para o verão (lá no hemisfério norte), ideias de decoração lindinhas como sempre, um editorial de verão na praia, receitas de sorvetes, uma matéria sobre piqueniques, ideias para jardins em pequenos espaços (perfeitas para varandas de apartamento), inspiração para festas ao ar livre e receitas de hambúrgueres diferentes. Nhamy!

Para ler a revista, basta acessar aqui.

21 Jun 2012

Mudanças estruturais no blog

Quem entrou de ontem para hoje no blog deve ter percebido as mudanças não só no design, mas na estrutura de categorias. Estou modificando tudo de acordo com o meu projeto de TCC e ainda vai levar um tempo para que tudo fique da maneira como eu acho que deva ser. A principal mudança é que vou falar um pouco mais da minha vida e da minha casa aqui, sempre focando no assunto organização. Afinal, um blog nunca pode deixar de ser pessoal e esse sempre foi o diferencial do Vida Organizada para todos os outros blogs de organização que existiam por aí. Quando eu comecei a escrever em blogs, mais ou menos em 2001, todos os blogs eram pessoais. Não tinha essa coisa de blog profissional. Com o tempo, os blogs pessoais foram vistos com preconceito e todos queriam lucrar com blogs. Acho que, atualmente, estamos chegando a equilíbrio. Blogs podem ser focados em um determinado tema sem necessariamente perderem a identidade de seus autores, e é isso o que eu venho tentando fazer aqui.

Espero que vocês gostem das mudanças e, quando tudo estiver estruturado certinho, eu venho aqui para explicá-las totalmente. Os posts continuam diários, não se preocupem. =)

Um beijo.