Uma das lições do Jamie (Oliver) que eu sempre me lembro é sobre a qualidade dos ingredientes. Em um dos seus livros, ele fala como é importante ter bons ingredientes, porque assim nenhuma comida preparada pode ficar ruim. Como ele foi criado “em escola italiana” para comida, sei que esse é um dos preceitos.

E, com isso em mente, eu pensei em escrever um post sobre os ingredientes que sempre tenho em casa, pois são meus preferidos. Ao fazer a última compra no supermercado, percebi como nossos pratos do dia-a-dia são influenciados por eles e certamente o mesmo acontece com você na sua casa.

Eleger seus ingredientes preferidos significa tê-los sempre em casa (são os nossos “básicos”) e da melhor qualidade possível. Os meus são os seguintes:

Massas. Quando eu era solteira, costumava fazer massas frescas, coisa que eu não fiz até hoje desde que nos mudamos para o apartamento novo! E faz uma diferença tremenda comer a massa que você mesma fez – porém, as massas industrializadas são boas também para o dia-a-dia.

Queijo branco. Eu amo queijo branco, puro ou grelhado na chapa, ou mesmo cortadinho em saladas. Uma salada verde com queijo branco e uma boa dose de azeite extra-virgem vira outra coisa!

Limão. Tudo se transforma com uma pitada de limão!

Alecrim. Nós usamos tanto alecrim que até tivemos que nos policiar para parar de usar um pouco, pois tudo tinha gosto da erva. Mas adoramos para temperar peixes e carnes no geral.

Alho. Para mim, não existe cheiro melhor do que o de alho sendo refogado. Não consigo imaginar o que seria da minha comida sem esse ingrediente. Temos sorte por ter um hortifruti aqui perto de casa que vende os alhos mais gordinhos e apetitosos que eu já vi! Mesmo sendo mais caros que os alhos “magrinhos”, valem muito a pena porque usamos menos e o sabor é incrível.

Queijos no geral. Gorgonzola, brie e parmesão ralado na hora são os meus preferidos.

Arroz. Gostamos de todos os tipos de arroz: branco, integral, preto, vermelho, selvagem, para risoto etc.

Tomate. Para mim, o tomate é uma das frutas mais versáteis que existem. Quando quero fazer um lanchinho leve, corto um tomate ao meio e como com um pouquinho de sal. Para saladas, é básico. Para fazer molhos, essencial.

Maionese. Não vivo sem maionese. Não me julguem.

Azeite de oliva extra-virgem. Para temperar e para cozinhar. Tenho também uma versão com dentes de alho dentro que uso mais que a tradicional.

Mostarda de Dijon. Usamos tanto que não sabemos mais viver sem.

Vinagre balsâmico. Eu não ligo muito, mas meu marido simplesmente não fica sem um frasco em casa.

Enfim, esses ingredientes acima estão sempre por aqui e nos permitem transformar qualquer prato básico em algo extremamente saboroso e até com um gostinho diferente. Assim como temos nossos “básicos” no guarda-roupa, precisamos ter nossos ingredientes básicos na cozinha – da mesma forma que precisamos de um jeans ou um vestido preto para usar aquela echarpe verde linda, a echarpe sozinha não seria nada sem uma boa base por baixo. E é isso o que os ingredientes fazem pela comida da sua casa.

Missão para você: eleja os ingredientes básicos da sua cozinha e veja se você não está gastando com outros ingredientes não tão necessários em vez de ter sempre em casa aqueles que mais gosta e fazem diferença no seu dia-a-dia para transformar aquele prato básico em algo mais especial.

8 Comentários

  1. Concordo, amo temperos e acho que eles deixam qualquer comida mais simples com graça, já elegi meus preferidos e estão sempre à mão!

  2. Olá, Taís, tenho lido o Vida Organizada há cerca de um mês e estou completamente influenciada por ele. Nunca tinha distinguido a diferença entre organização e arrumação. Este espaço me proporcionou um incrível crescimento como pessoa mesmo, me ajudando a ser uma mulher organizada e criativa em soluções. Tenho até mesmo criado muito gosto pelas atividades domésticas que nem são minha prioridade, uma vez que sou solteira e vivo com meus pais. Esse é um excelente treino pra quando tiver minha própria casa e família. Parabéns pelo excelente blog! Continue sempre alimentando esse espaço com suas dicas maravilhosas. Beijos!

  3. Oi Thais! Isso tudo aprendi com minha mãe e minha avó a ter sempre em casa (vindo de família libanesa, mantemos também sempre hortelã para chás e alguns temperos). Alho eu compro o desidratado em fatias (vai um potinho por mês e eu moro sozinha! Adoooro alho), mantenho na geladeira e toda refoga ele ‘tá lá presente (além de gostoso, faz bem pra saúde, olha que beleza!).
    O vinagre balsâmico aprendi a gostar quando fui pra Espanha. É um trequinho meio caro aqui no Brasil mas que rende muito: por ser forte, não carece encharcar os alimentos com ele (é tipo shoyu, um pinguinho já deixa o sabor bem marcado; pelo menos comigo é assim: um garrafinha dura meeeses).
    Adorei este post! =)

  4. Ôoo blog abençoado! Minha vida não é a mesma de 15 dias atrás, desde que entrei aqui! Parabéns! Sucesso e obrigada!

  5. Aqui em casa não vivemos sem os molhos pra salada. Rosé e Italiano são os preferidos. Shoyu e azeite de oliva extra virgem tbm sempre estão presentes. Ah, e as massas, claro!

    Vou fazer essa lista! Será interessante ver o que a gente gosta e não anda comprando ou cozinhando =)

  6. Tais, Preciso muito te dizer isso, minha vida mudou completamente depois que conheci o seu blog abençoado,é sério mesmo, tenho um bebe de dois anos também, cuido da minha casa e tenho um atelie de artesanato em casa, por isso a organização é fundamental, confesso que já estava completamente perdida e desanimada,pois queria arrumar mas não sabia nem por onde começar, agora estou fazendo um pouquinho a cada dia, destralhando muuuuito, organizando e o resultado chega a ser incrivel. Até o nosso humor melhora muito.Obrigada mesmo, do fundo do meu coração!!!!!!Muitos beijos e que Deus te abençoe e sua familia também!

DEIXE UMA RESPOSTA