ou

 

Imagem: Getty Images

Lúcia era uma mulher de 37 anos, divorciada, com um filho de oito anos e um emprego estável. Ela era uma mulher bonita, mas vinha deixando de se arrumar há algum tempo. Na verdade, todos ao seu redor notavam suas roupas manchadas e suas olheiras de cansaço, dia após dia. Quando conversava com as colegas de trabalho, sempre dizia que não tinha tempo para se arrumar no dia-a-dia e que não cortava o cabelo há séculos. Manicure? Há tempos não ouvia falar. Tinha vergonha de sair à noite por nunca ter o que vestir. Até que um dia seu filhinho perguntou: “mamãe, por que você só usa roupas velhas?”. Ela queria dizer que não tinha dinheiro para comprar roupas, mas a verdade é que ela nunca tinha visto isso como prioridade.

Márcio tinha um bom emprego, que lutou para conseguir. Sempre estudou muito e abdicou de diversas atividades na vida pessoal para chegar onde está. Em um cargo de confiança em uma grande empresa, ele vivia estressado. Nunca tinha tempo para sair com os amigos, nunca se casou e mal se lembrava do último filme que tinha visto no cinema. Até que sentiu dores no peito e foi parar no hospital, com princípio de infarto. Na cama do pronto-socorro, não se lembrou da última vez que tinha dado uma gargalhada. Sobreviveu ao incidente, mas foi trabalhar na segunda-feira seguinte com um sentimento de culpa por ter deixado sua saúde chegar àquele ponto.

Todos os dias, damos desculpas para tudo. Eu sei que existem pessoas que se vigiam e não fazem disso um hábito, mas ele acaba nos atingindo de todas as formas. Mesmo sendo você uma pessoa muito ativa e que nunca dê desculpas, fatalmente será atingida por outra que aja de forma diferente. A desculpite está por toda a parte.

Esse post não é para condenar quem faz isso. Claro que não! Sinceramente, não conheço ninguém que não use desculpas para deixar de fazer uma coisa ou outra. O que eu quero com este post é despertar em você um sentimento que você talvez não tenha percebido, que é o de que muitas coisas que não acontecem na sua vida podem ser em decorrência de uma desculpa que você vem dando há muito tempo. Emagrecer, por exemplo. Mudar de emprego. Fazer um curso. Aprender alguma forma de artesanato. Investir em algum hobbie. Identifique as desculpas que você sempre costuma usar e vigie-se para não usá-las mais. Somente essa mudança de pensamento pode incentivar uma nova atitude, e assumir algo não é vergonha para ninguém.

Descubra o que precisa ser feito e simplesmente faça. Não dê mais desculpas – isso é mentir para si mesma(o).

Thais Godinho
20/03/2012
Veja mais sobre:
17
Facilitando a rotina de lavanderia para quem não tem máquina de secar (e ainda economizando água)
Como organizar: Feriado em casa
Quando as desculpas nos dominam

 

  1. Claudia 20/03/2012

    Ótimo post, Thais!!
    Adorei!
    Pretendo fazer um post sobre este assunto e gostaria da sua autorização para incluir seu post e o link do seu blog.
    Adoro o blog, ele é um dos melhores sobre organização, além de dicas super práticas. Parabens!
    Grande beijo

  2. Martha 20/03/2012

    Olá Thais. Você sempre nos presenteando com um post bacana. A procrastinação é um defeito de carater meu e que já me colocou em péssimas situações, inclusive com minha própria consciência. As vezes quero tudo, mas ainda finco o pé no lugar e não tiro por nada. Que comece por mim a mudança, seja para ter uma vida saudável, para ter uma vida mais simples, seja para alcançar a tão sonhada independência financeira ou um emprego público. Depende quão disposta estou a dar os passos e ultimamente tenho usado da procrastinação e ai é mais fácil culpar a temperatura, o cachorro do vizinho, a tragédia do outro lado do mundo, enfim…. ótimo ler isso. Obrigada 🙂

  3. rosana 20/03/2012

    valeu thaís!!! vc tem razão em cada palavra…tenho dado muitas desculpas mesmo…pra muitas coisas…preciso e quero vencer a procrastinaçaõ, com fé em Deus, o Meu poder superior, vou conseguir. Não aguento mais ser assim…qualquer avanço conto pra vc. Abraço

  4. Swy Teófilo 20/03/2012

    Acho incrível como nós acabamos por ser nossos piores inimigos quando passamos a nos esconder atrás de desculpas para nos sabotar… e muitas vezes sem nem mesmo perceber! Criemos vergonha na cara e sejamos felizes, né?! xD

  5. marivone 21/03/2012

    Olá! Tenho duas coisas a dizer. A primeira é que ontem fui a minha médica ginecologia fazer todos os exames possíveis e, a princípio, está tudo perfeito. Acho que toda mulher deve a cada 6 meses visitar sua médica para fazer um check-up, certo? Importantíssimo esse post! E a segunda é a seguinte: seu blog é incrível. Não consigo mais viver sem ele. Eu sou viciada em listas e você acabou me mostrando que tou no caminho certo! Quero aprender sempre mais! Parabéns de verdade, verdadeira!!!!!!

  6. Nair 21/03/2012

    Aiiii… Identifiquei-me 100% com este post!! Minha vida tem sido procrastinação total!! Em todos os sentidos… E de pensar que há uns 15 dias atrás deixei passar uma oportunidade de ouro pra mudar de vida… Por puro medo da mudança!! A cada dia, sinto-me mais e mais frustrada por ter deixado a oportunidade voar… E minha vida continuar na mesma!! Ô, Deus!!

  7. Sara 21/03/2012

    Olá! Que post fantástico! Para mim o tema não é novo, pois luto todos os dias contra as desculpas que tento arranjar para isto ou para aquilo… Acho que sofro de desculpite aguda.. mas ando a tratar-me! E o teu blog (e este post em particular) é uma ótima forma de começar a pensar no assunto e arregaçar as mangas. Obrigada!

  8. roseli 21/03/2012

    Olá Thais, gosto muito do seu blog e ele tem me ajudado muito , mas gostaria de dar minha opinião construtiva: com a mudança no lay-out não aparecem mais as datas dos posts e muitas vezes não consigo acessar o blog ( os seus blogs são diários, não?).
    Qual foi o resultado do sorteio do Ferro do dia 18???
    Obrigada por todas as dicas e continue postando. Seu blog É ÓTIMO!!!
    Roseli

    • Thais Godinho respondeu roseli 21/03/2012

      Oi Roseli, a data está ao lado do post! =)

      O resultado do sorteio foi anunciado no Facebook e em breve atualizo no post.

      Obrigada!

  9. d 21/03/2012

    Sofro de desculpite crônica desde que nasci. =/

  10. Hellen 21/03/2012

    Nossa caiu como uma luva esse post. Estou numa dieta severa e toda uma mudança de hábitos generalizados. Só quem precisa passar por isso e realmente se propõe a fazer isso acontecer é que sabe como isso é cansativo, desgastante e nossa as crises de abstinência ( dos hábitos antigos)podem fazer ruir todo um plano de modificar a vida. Isso é muito alem de procrastinação, isso é sair da zona de conforto, dar a cara a bater e ainda chamar a atenção pra si porque Todo Mundo nota a diferença, então até para isso precisa estar preparado.
    Ótimo post!

  11. Narinha 22/03/2012

    Eita que essa foi um tapinha com luva de pelica em todos nós…
    deixar para amanhã… tão cômodo e tão prejudicial.
    venho há meses protelando meu check-up anual — hehe, de 2011.
    emagrecer então? desde meu baby que tento (oi?)
    vamos tentar de verdade, mudar de verdade, arriscar, lutar e conseguir. =D

  12. Déborah 23/03/2012

    as datas tb não aparecem pramim…estão cortadas…não sei se o problema eh aki…rss

  13. Ana Paula 29/03/2012

    Olá Thais, sigo o seu blog e também muitas das suas ideias. Mas por excesso de trablho nem sempre leio os posts. Só hoje li este. tive um acidente de carro a semana passada, foi feio, o carro vai para a sucata, mas eu tou viva.
    O stress não pode continuar a ser desculpa,e levar um ritmo de vida alucinante, eu já vim viver para o campo, para abrandar esse ritmo… mas acho que foi preciso isto acontecer para eu parar mesmo e deixar me de desculpas. Este post acertou na “mouche”… Valeu.

  14. […] Fonte: Vida Organizada Gostou? […]

  15. Neanderthal 10/08/2012

    Olá Thaís.
    Vim aqui porque uma amiga blogueira recomendou o seu blog e achei muito interessante. Estou lendo os posts e achando muito bacana! Parabéns!
    Sobre o que postou, eu acho que todos nós temos desculpas para não dar conta de algo. Eu, por exemplo, tenho as minhas para não me cuidar, como descreveu no post. Isso serviu para rever minhas prioridades e reavaliar o meu dia-a-dia.
    Nunca é demais lembrar que nós também precisamos cuidar de nossa vida pessoal né!
    Um dia eu vi uma mulher falando sobre organização pessoal e ela deu a seguinte dica para as pessoas que não acham tempo para arrumar o próprio quarto ou guarda-roupas: Tire 5 minutinhos antes de dormir e bote as coisas no lugar. Pode parecer pouco a primeira vista, mas com o tempo eu fui vendo que consegui organizar tudo o que havia deixado de lado e sempre achava que não daria conta por causa do volume. Costumava dizer que só dava para entrar no meu quarto com uma equipe de exorcismo, tamanha era a bagunça! =)
    São dicas super úteis né!
    Beijos e parabéns!

  16. Keith Helena 27/02/2015

    Esse post definiu exatamente o que quero evitar. Ano passado perdi minha faculdade e meu emprego. Como fiquei sem muito o que fazer, voltei a tocar violão, coloquei meu blog no ar, comecei a correr e se preocupar com minha saúde… em seguida Deus me contemplou com uma bolsa de estudos e voltei a estudar e trabalhar. Porém não perdi meus antigos hábitos, voltar a tocar violão me fez lembrar o quanto eu amava música e que quis prosseguir e começar a aprender violoncelo (esse ano comprei o violoncelo), perdi 5 Kg, não tenho mais anemia, mudei meu visual e sempre que dá me refugio em meu blog. Não imaginava que coisas como essas iriam me fazer tão bem, talvez se eu n tivesse perdido o emprego e a faculdade naquela não abriria os olhos para as desculpas q eu estava dando e não estaria bem como estou hoje.