ou

Imagem: Getty Images

Janeiro é o mês ideal para iniciar um planejamento de gastos. Veja alguns passos que você pode dar para se organizar nesse sentido:

Monte uma planilha com gastos e ganhos

O primeiro passo é montar uma planilha para as suas finanças. Não precisa ser complexa: basta listar o que você ganha e o que você gasta. Na parte onde está o que você ganha, inclua seu salário, vale-alimentação e outras receitas. Na parte de gastos, entram as despesas fixas (aluguel, TV a cabo, condomínio), variáveis (luz, água) e eventuais (presentes, jantares, cinema).

Tenha uma pasta para as contas do ano

Eu tenho uma pasta com 12 divisórias onde coloco as contas pagas divididas por mês. De todos os métodos que eu já utilizei, esse é o que funciona melhor para mim. Talvez você queira dividir as contas por categoria – tudo bem! O importante é organizá-las direitinho para nunca ter problemas com algo que você pagou e foi cobrado novamente, por exemplo.

Anote o que você gasta

Ande com um caderninho por aí para anotar tudo o que você gasta, ou utilize algum aplicativo para seu celular com este mesmo fim. Para os que não conseguem fazer isso, vale tirar todo mês um extrato detalhado da conta para saber para onde foi o seu dinheiro. Porém, se você não costuma pagar muitas coisas com o cartão de débito, isso pode não ser eficaz.

Faça um calendário de gastos

Tenha um calendário com os gastos previstos para o ano inteiro, mais ou menos assim:

  • JAN: IPTU (pagamento à vista com desconto), material escolar
  • FEV: IPTU (pagamento à vista com desconto), IPVA (pagamento à vista com desconto), material escolar
  • MAR: IPTU (pagamento parcelado sem desconto), IPVA (pagamento parcelado sem desconto), início do prazo de entrega do IR
  • ABR: Prazo final para a entrega do IR
  • MAI: –
  • JUN: Pagamento da restituição do IR
  • JUL: Pagamento da restituição do IR, rematrícula dos estudos
  • AGO: Pagamento da restituição do IR, licenciamento anual de veículos (placas final 1 e 2)
  • SET: Pagamento da restituição do IR, licenciamento anual de veículos (placas 3, 4 e 5)
  • OUT: rematrícula escolar, pagamento da restituição do IR, licenciamento anual de veículos (placas 6, 7 e 8 )
  • NOV: Pagamento da restituição do IR, licenciamento anual de veículos (placas 9 e 10)
  • DEZ: Pagamento da restituição do IR, décimo-terceiro salário

Se tiver dívidas, faça um acordo

Estabeleça um plano de quitação. Dívidas devem ser prioridade na hora de pagar para evitar o aumento dos juros.

Comprometa-se a gastar menos

Eu sequer ia colocar esse item nesta lista, pois geralmente ele figura em todas elas e já temos isso em mente. Porém, é importante sempre reforçar: gaste menos. No dia-a-dia, quando estiver tentado(a) a comprar algo, pergunte-se se aquele objeto vale mais que o valor do dinheiro que você tem. Veja também se não será mais uma tralha na sua casa. E ainda: encontre lugares mais baratos para fazer suas compras.

Invista no que importa

Se você tem uma sobra de dinheiro todo mês, não gaste. Invista em alguma aplicação, nem que seja somente na caderneta de poupança. A médio e longo prazo, essa nunca é uma solução da qual você irá se arrepender. Outra opção é fazer cursos de aperfeiçoamento profissional.

Lembre-se sempre dos seus objetivos de vida e use seu dinheiro a seu favor para alcançá-los o mais rápido possível!

Thais Godinho
17/01/2012
Veja mais sobre:
7
Separe a sua papelada para o imposto de renda
Cuidado com as liquidações
Colecione fotos do que deseja comprar, em vez de comprar