ou

Imagem: Getty Images

Realidade constante de pais que trabalham fora: as crianças de férias enquanto os pais precisam trabalhar. E aí? Os bebês ainda conseguem permanecer na escolinha, nos cursos de férias. As crianças maiores precisam de outras alternativas. Veja algumas dicas:

Legenda

$ = opção barata
$$ = opção com certo gasto
$$$ = opção mais cara

  • Combine com outras mães uma reuniãozinha das crianças na casa de um dos amiguinhos. Vocês podem fazer um rodízio, onde cada dia a reunião é na casa de alguém. Provavelmente não dará para fazer sempre, mas já é uma opção. $
  • Aproveite os cursos de férias e cadastre seus filhos. Existe uma série de cursos bacanas de artesanato, música, artes marciais, línguas, teatro, entre outros. Já ocupará uma ou duas tardes durante a semana. $$$
  • Outra opção são os acampamentos de férias. Pesquise os lugares mais indicados e faça uma pesquisa com quem já tenha deixado os filhos com determinado grupo. Também é importante conhecer os profissionais e ver se as atividades do acampamento combinam com a personalidade dos seus filhos. $$$
  • Que tal deixar os filhotes na casa dos avós durante alguns dias? Essa pequena estadia costuma deixar todos os envolvidos felizes. $$
  • Se você paga uma faxineira que costuma ir mais de uma vez por semana e confia nela para deixar os seus filhos, combine alguns dias a mais para que ela fique com eles. Também vale a pena contratar uma babá. $$$
  • Se algum parente estiver de férias, verifique a possibilidade de passar alguns dias na sua casa cuidando das crianças. $

Opções para se precaver da próxima vez:

  • Procure tirar férias na mesma época que seus filhos.
  • Alterne as férias com o pai das crianças, morando juntos ou separados. Pelo menos ficará mais fácil de administrar.
  • Tente entrar em acordo no trabalho para trabalhar mais horas antes ou depois e trabalhar somente meio período durante as férias dos pequenos.

Organize-se!

Aproveite seus dias e períodos de folga para passar bastante tempo com eles. Afinal, eles estão de férias mas mãe e pai nunca tiram férias de seus papéis. Toda atenção é bem-vinda.

Organize a sua agenda para sair com eles, passear, ir ao cinema, visitar museus, viajar (nem que seja somente nos finais de semana!), ou mesmo fazer brincadeiras diferentes em casa, como sessões de cinema e concursos de desenho. Você está construindo a memória afetiva dos seus filhos.

E lembre-se: nunca, em hipótese alguma, deixe seu filho sozinho em casa! Mesmo sendo mais velho e mais independente (como adolescentes), há sempre o risco de assaltos. Não vale a pena arriscar.

Thais Godinho
05/01/2012
Veja mais sobre:
De férias/folga
6
Observe as pistas oferecidas pela bagunça
Checklist para a chegada do bebê
FLY Lady e GTD: Foco do dia