ou

Sempre quando penso em organizar algum ambiente da minha casa, fico de olho em como os profissionais fazem. Mas não só os profissionais de organização, e sim aqueles que trabalham em algo que demande organização do mesmo ambiente que eu quero organizar.

Ninguém está falando em ser profissional, mas em obter ideias para implementar no dia-a-dia.

Assim, eu venho observando alguns programas na TV sobre restaurantes e a dinâmica quando vou almoçar em algum lugar para ver o que posso tirar de lição. E, nesse caso, o que eu aprendi foi o seguinte:

  • O que é usado o tempo inteiro não deve ficar em prateleiras fechadas, pois o processo de abrir e fechar só atrapalha. Você sabe qual é a atividade na sua cozinha e o que você usa mais – deixe os itens bastante usados com fácil acesso. Guarde somente o que pode empoeirar, como batedeiras, por exemplo.
  • A qualidade dos equipamentos é fundamental, assim como dos materiais das cozinhas planejadas. Vale a pena pagar um pouco mais caro para investir em material de boa qualidade que durará bem mais tempo e atenderá melhor as necessidades diárias.
  • Com uma rotina tão corrida, o objetivo é otimizar tudo o que puder. Assim, sempre descubra novas técnicas para cozinhar mais rápido ou congelar alimentos.
  • Pense no processo de cozinhar como uma linha de produção: separar os ingredientes, cortar, prepará-los, montar os pratos. Não deixe para fazer tudo ao mesmo tempo quando pode antecipar e deixar tudo pronto para cada etapa.
  • Coifas são essenciais para “limpar” a fumaça.
  • A iluminação é a melhor possível e as lâmpadas são protegidas para que não caia nada nos alimentos caso alguma estoure.
  • O piso precisa ser antiderrapante para evitar acidentes.
  • Definir um cardápio é essencial. Veja como você pode fazer em casa.
  • Não tenha nada na cozinha que você não use ou seja desnecessário. Se ganhou um jogo de pratos que detesta, é melhor doar para alguém a manter ocupando espaço e atrapalhando. O mesmo vale para eletrodomésticos. Tem gente que tem dois liquidificadores, por exemplo. A não ser que exista um motivo de verdade, não vale a pena.
  • Da mesma forma, tenha todo o equipamento necessário para o dia-a-dia.
  • Divida a cozinha por áreas: área de preparo, área de cozimento, área de servir e área de limpeza. Tenha todo o equipamento necessários em cada uma delas. Um carrinho para servir, talvez?
  • Pendure tudo o que puder para liberar espaço nas bancadas.
  • Use avental, chapéu e luvas, quando necessário. Higiene é fundamental.

Eu acho divertido observar os hábitos de organização das pessoas e em lugares variados, pois acabo tirando diversas lições. Eu recomendo a você que faça o mesmo, pois às vezes a ideia mais simples está embaixo do nosso nariz e não conseguimos enxergá-la!

Thais Godinho
25/10/2011
Veja mais sobre:
6
Cuidados com os animais de estimação no inverno
Organização com cara de revista: o mito
Acabe primeiro com a desordem visível

Assim fica organizado e fácil para encontrar tudo na despensa: comidinhas devidamente guardadas em potes e rotuladas. Daqui.

Thais Godinho
25/10/2011
Veja mais sobre:
3
Acessórios de limpeza que eu recomendo
Móbile de pinheirinhos
Checklist para arrumar a casa antes de viajar