ou

Já recebi diversas vezes pedidos para falar sobre como eu organizo os meus feeds. O post não será muito grande pois a resposta é muito simples:

1. Eu utilizo o Google Reader para agregá-los. Existem outros leitores de feeds por aí, mas por enquanto a ferramenta do Google foi a forma mais fácil e simples de fazer isso no dia-a-dia. Gosto bastante do Bloglines também, mas ele demora para atualizar os feeds e isso eu considero morte certa para uma ferramenta desse porte.

2. Eu organizo os feeds por categorias. Antes, eu separava por categorias dedutíveis, tipo “decoração”, “mídias sociais” e “moda”, por exemplo. Há algum tempo, resolvi otimizar esse processo separando por projetos em andamento na minha vida. Logo, tenho uma categoria “trabalho”, outra “pós”, outra “vida organizada” e por aí vai. A grande sacada dessa minha descoberta é que você 1) pode categorizar um mesmo feed em várias categorias e 2) fica muito mais fácil acompanhar as leituras de acordo com a área de atuação. Mas o principal: dá foco e permite que eu só mantenha os feeds realmente interessantes para o meu dia-a-dia, evitando aquele monte de sites e blogs que eu costumava adicionar antes e mal tinha tempo de ler. Essa nova categorização resolveu esse problema.

3. Só mantenho feeds atualizados. Não tenho uma frequência certa para fazer isso, mas ocasionalmente eu costumo dar uma olhada nas pastinhas e deletar feeds que não são atualizados há algum tempo. Não tem motivo para manter um blog ou site que não é mais atualizado, visto que eu dificilmente confiro arquivos antigos.

4. Tenho uma rotina de leitura de feeds para conseguir dar conta de tudo, mas nem sempre dá e eu aceito isso. O que eu faço é ler pela manhã os feeds relacionados ao meu trabalho, que continuo acompanhando ao longo do dia. De noite, antes de dormir, leio os feeds mais informais, o que inclui blogs diários. Precisa ter um certo desapego e “marcar tudo como lido” quando a rotina não permite a leitura de tudo. Quando é assim, eu passo os olhos para ver se não tem nada importante chamando a atenção e marco tudo como lido mesmo.

5. Abro em novas abas ou envio por e-mail os posts que quero comentar ou fazer algo a respeito, como postar na Inspiração do Dia aqui no blog ou no Twitter. Não fico perdendo tempo salvando nos favoritos, por exemplo. Quando tenho um tempinho para comentar nos blogs, abro a minha pastinha “comentar’ do e-mail (onde guardo todos) e vou comentando à medida que consigo. Quando o tempo aperta, infelizmente não consigo fazer isso.

6. Adiciono todo site ou blog que me interesse, desejando mantê-lo ou não. As atualizações futuras dirão se fiz certo ou errado, e se o blog for ruim, eu cancelo a assinatura na hora. Isso também evita o acúmulo de sites nos favoritos pois, se são favoritos, quero acompanhá-los diariamente, correto? Melhor deixar como feeds.

Bom, é basicamente assim que eu me organizo. Acho que a melhor dica que posso dar é a de categorizar segundo seus projetos, pois isso determina todo o foco restante.

E você, como organiza seus feeds?

Thais Godinho
20/10/2011
Veja mais sobre:
Como eu me organizo
19
Meu novo aparador
Utensílios e produtos de limpeza que eu uso
Andamento da mudança em 2016

Se você mora em um imóvel pequeno, objetos multiuso podem facilitar o seu dia-a-dia sem pecar na decoração. Veja alguns exemplos:

1. Sofá-cama

Sofá-cama é coringa porque você pode sempre receber algum amigo para dormir em casa ou esticar a noite cinéfila sem destruir suas costas. Esse aí de cima é da Mia Home Corner, mas existem diversos modelos nacionais.

2. Estante com escrivaninha

Se você não tem um home-office para chamar de seu, improvise em uma parede da sala com um móvel semelhante. Essa estante é da Baby Shop, mas há móveis semelhantes em grandes lojas como a Evolukit, Tok&Stok e Etna, ou mesmo a opção de encomendar com um marceneiro, sob medida.

3. Banco baú

Um banco charmoso, dando todo aquele ar rústico ao ambiente, e que ainda pode ser usado como centro de armazenamento de brinquedos, roupa de cama e o que mais você desejar. Esse é da Móveis Piloni.

4. Carrinho como mesa lateral

Estou apaixonada por esses carrinhos, pois eles fazem bonito na hora de servir a mesa do jantar – basta colocar tudo ali e trazer direto da cozinha. Esqueça as idas e vindas para pegar talheres, copos, travessas etc. E ainda pode ser usado na sala, como mesa lateral. Esse é da Minimal Home, mas já vi vários aqui no Brasil em lojas de móveis.

5. Cesto-pufe

Por que usar um pufe normal se você pode ter um cesto-pufe? Esse pode até ser feito em casa! Daqui.

E você, conhece mais coringas desse tipo?

Thais Godinho
20/10/2011
Veja mais sobre:
4
Guarde dinheiro para a matrícula escolar
Inspiração do dia: livros na sala de jantar
Bolo de chocolate da Julia Child