ou

{Imagem: Getty Images}

O problema da maioria das pessoas que não conseguem se organizar chama-se excesso de bagunça. Veja como acabar com ela:

1 – Assuma a bagunça. Assuma que a situação está fora de controle e que você precisa tomar uma providência. Pare de dar desculpas como “meu bebê nasceu há um ano” ou “chego muito tarde em casa”. Simplesmente assuma que está uma bagunça e você fará o melhor que puder daqui em diante, com o tempo e a disponibilidade que tem.

2 – Sua casa (ou a situação) não ficou assim da noite para o dia. Vá aos poucos. Não adianta pirar na organização e depois “voltar ao normal”. Tudo faz parte de um processo que vira hábito. Não sabe por onde começar? Marque 15 minutos no timer (você pode usar o alarme do celular ou um despertador também), pegue uma sacola de plástico e ande pela casa, recolhendo o que for lixo: embalagens vazias, propagandas, papéis espalhados, folhetos, enfim, tralha no geral. É assim que você deve começar e esse hábito deve ser mantido diariamente, pois a tralha nunca acaba. Sempre compramos coisas novas que geram embalagens vazias e mais lixo. Comprar menos ajuda também, é claro.

3 – Depois de se livrar da tralha, ficará mais fácil manter a casa arrumada. Por isso é tão importante se desfazer do que é inútil. Até lá, concentre-se nessa atividade.

4 – Não tente organizar a casa se ainda há muita tralha. Você só vai trazer mais objetos para a sua casa, achando que eles ajudarão em alguma coisa: caixas organizadoras, pastas etc. Isso só aumenta o número de objetos em casa e você gastará dinheiro para organizar tralha. Não compensa. Primeiro reduza. Se você acha que não tem espaço para as suas coisas, significa que você tem coisas demais, e não falta de espaço.

5 – Cada coisa que você decidir manter deve ter uma “casa” – ou seja, um lugar para ser guardada. Se não tem, veja se precisa providenciar (ex: sapateira para sapatos) ou se vale a pena realmente manter o objeto.

6 – Não se prenda a “regras” de organização ou decoração. Elas podem ajudar e inspirar, mas quem deve saber o que deve ter em sua casa é você e as pessoas que vivem com você.

7 – Quando tudo estiver um caos, não se desespere. Lembre-se que fazer um pouco é melhor do que não fazer nada. Colocar a roupa suja que está espalhada em um único cesto não resolve o problema, mas já melhora a situação. Essa é a ideia.

8 – Procure não bagunçar mais. Se seu guarda-roupa já está cheio de roupas amassadas, não jogue mais uma blusa naquele monte – guarde-a no lugar certo. Se a pia já está cheia de louça e você acabou de beber um copo d’água, lave-o em vez de colocar lá dentro com o resto da louça suja.

9 – Uma casa extremamente organizada, onde nada está fora do lugar (nem pode ser tirado, com risco de ira profunda do dono), é uma chatice. Não tenha um ideal desses de organização na sua cabeça. Bagunça dá um certo borogodó a qualquer residência, mas não bagunça demais. Pense que ideal mesmo é estar contente na situação em que está e deixar a perfeição de lado às vezes nos dá um respiro. Faça o suficiente, só isso. Não deixe que a neura pela organização atrapalhe a sua vida. Nem a bagunça. Encontre o seu equilíbrio.

10 – Tudo em nossa vida é integrado. Se a sua casa está bagunçada, é provável que outros setores em sua vida estejam também. Não devemos nos livrar somente da tralha em nossa casa, mas em nossa vida. Falsas amizades são tão opressivas como uma pia cheia de louça suja na segunda-feira à noite. Talvez você queira fazer uma lista de providências que queira tomar no geral: na vida, no trabalho, no casamento etc. Sempre é bom escrever, porque exteriorizamos nossos objetivos. Daí é só ir riscando, à medida que vai fazendo, e deixando para trás o que é tralha, seja material ou não.

Talvez você tenha certa dificuldade de se livrar da tralha. Trabalhe nisso para não ficar presa(o) ao que é puramente material. Ter somente o que se ama ou tem utilidade em casa é a única maneira de acabar com a bagunça. Faça esse pequeno esforço para libertar a sua casa e a sua vida.

Thais Godinho
14/07/2011
Veja mais sobre:
26
Checklist anual
Destralhando a casa: o que é para jogar fora, o que é para doar e o que é para vender
Aprenda a fazer mapas mentais