ou

{Imagem: Getty Images}

Desde o meu post sobre o Seminário Crescer e as mães sem tempo, além de todo o contato que tenho com mães através do Portal da Maternidade, eu vi a necessidade que algumas mulheres enfrentam no dia-a-dia para se organizar. Eu já dava alguns pitacos antes de engravidar, mas só vivenciando a mesma realidade para entender e falar com certo respaldo. Por isso, eu sei como a situação é sempre potencialmente caótica se deixarmos um dia sem “fazermos o que precisa ser feito”.

Sim, eu passei a pegar mais leve com a organização depois que me tornei mãe, mas não dá para deixar de ser organizada, pois a rotina pede isso. Então eu elaborei este post para você, mãe, que precisa muito se organizar e simplesmente não sabe por onde começar. Eu sei que essas dicas funcionam porque eu as aplico em minha vida já como um hábito. E, se são um hábito para mim, podem ser para você também. Basta ter força de vontade, diminuir a preocupação com a perfeição e estar sempre em movimento – mas isso eu sei que você já está, querendo ou não.

Vamos às dicas:

Pare de dizer que não tem tempo

Ninguém tem tempo. O dia tem 24h para todo mundo. Dizer que não tem só faz suas amigas revirarem os olhos a cada atualização de status no seu Facebook (só que elas nunca lhe dirão). Ser uma pessoa organizada significa arranjar tempo, pois sabe quais são suas prioridades e instaura processos que facilitam o dia-a-dia, gerando o tempo necessário para fazer o que precisa ser feito. Logo, se você diz que não tem tempo, na verdade está dizendo que não sabe priorizar suas atividades e não tem o menor controle sobre a sua vida. Se é a imagem que deseja passar, ao menos que seja com consciência.

Tenha uma agenda

Comece com o básico. Tenho certeza que você tem uma série de compromissos martelando na sua cabeça (“não posso esquecer disso ou daquilo”), porque todas nós temos. Passe para a agenda. A diferença entre ter ou não uma agenda é que a agenda é uma ferramenta que você pode confiar mais do que a sua cabeça. Anote lá e pare de se preocupar com o medo de esquecer. Não é possível que você consiga se lembrar das reuniões escolares de todos os filhos, das consultas médicas, das provas, das vacinas, dos aniversários de coleguinhas de escola, do telefone do pediatra. Se você consegue, não é motivo de parabéns, mas de preocupação – esvazie sua mente e seja uma pessoa mais tranquila! Ninguém merece ter todos esses dados decorados na cabeça. Muita informação para pouca necessidade. Use uma agenda.

Troque de roupa

Se você trabalha fora, já faz isso por obrigação, mas e aos finais de semana? Vista-se no momento em que acordar para dizer a si mesma que já está pronta para outra. Pode perceber que, quando você fica de pijama o dia inteiro, o pique nunca vem ou demora horas até chegar. Não postergue! Confie em mim e vista-se assim que acordar, especialmente se você trabalha em casa ou está de folga aos finais de semana. Você já deve ter percebido isso, mas mãe não tem folga. Deixe o pijama para a hora de dormir! Esse simples passo faz uma grande diferença na hora de começar o dia.

Crie uma rotina

Você pode me dizer que odeia rotinas e gosta de fazer cada dia de um jeito diferente. O nome disso é desculpite. Ter uma rotina não significa ser rígida com os horários nem transformar sua casa em um quartel general, mas ter ações previsíveis para o que é realmente rotineiro: fazer almoço, janta, lanche, dar banho nas crianças, colocá-las para dormir, levar e buscar na escola. Se você não tiver uma rotina, será sempre caótico mesmo. Talvez seja mais fácil se você tem somente um filho, mas com mais de um criar uma rotina é questão de sobrevivência.

Ter uma rotina é saudável também para as crianças, pois elas se sentem seguras, sabendo o que virá a seguir. Aqui em casa, por exemplo, meu filho sabe que, depois do banho, é hora de tomar o leitinho e dormir. Quando eu estou vestindo seu pijama, ele já está bocejando. Imagine se eu o tirasse do quarto e o levasse a uma festa? Ele ia ficar irritado e confuso, com razão. As crianças ficam mais tranquilas com uma rotina e vocês, pais, também. Você pode se planejar melhor e fazer algumas coisas no piloto automático.

Defina um menu semanal

Você pode definir que todo domingo criará um menu semanal com o que tem na despensa. Basta fazer uma lista com os pratos preferidos da sua família e distribuí-los ao longo da semana. Você não precisará prepará-los com antecedência (Deus me livre) – apenas garantirá que não chegará na terça-feira à noite, cheia de coisas importantes para pensar, tendoque perder tempo definindo o que irá fazer, procurando ingredientes, se estressando à toa. Você não perderá tempo nem deixará de ter um jantar saudável por causa da pressa e da desorganização.

Conheça o método FLY Lady

A ideia do menu é uma das ideias. Existe um método americano chamado FLY Lady que tem rotinas, dicas diárias, listas detalhadas de limpeza etc. Eu o utilizo há anos em uma escala mais low profile, mas funciona super bem para mim e para todas as outras mães que o utilizam. O site e as dicas estão em inglês, mas eu posto bastante no blog sobre o método, além das dicas no Twitter. Talvez seja uma boa para você.

Faça uma lista diária de tarefas

Eu também sempre recomendo às mães que façam uma lista diária de tarefas absolutamente necessárias, com aquilo que, se você não fizer, a casa cai: lavar a louça, arrumar a cama, esvaziar as lixeiras, recolher a roupa suja, guardar o que está fora do lugar etc. Cada casa tem suas necessidades. Não é para colocar “lavar a garagem” pois não é algo que você precisa fazer todos os dias. Coloque somente o necessário. Ao longo do dia, vá fazendo um pouquinho aqui e um pouquinho ali, para chegar ao final do dia com a lista inteira riscada. Eu garanto que dá certo porque faço assim aqui em casa. E lembre-se de que você não precisa (nem deve) fazer tudo sozinha.

Fuja da ideia da perfeição

Muitas mães não conseguem se organizar justamente porque têm um ideal de perfeição inatingível, do tipo: “se eu não vou limpar a casa inteira, não vou limpar só o banheiro” ou “para que eu vou arrumar a cama se todo o resto está uma bagunça?”. Bem, é por isso que a situação está como está. Você precisa entender que a sua casa (e a sua vida) não ficou bagunçada da noite para o dia, nem ficará arrumada nesse período de tempo. Você precisa ir aos poucos. Arrumar a sua gaveta de meias hoje pode não parecer ter significado se o armário inteiro está um caos, mas é melhor isso do que não fazer absolutamente nada. Hoje, você arruma uma gaveta. Amanhã, tira as roupas que não usa mais, e assim por diante. O que faz diferença é não se acomodar e cada dia fazer um pouquinho.

Livre-se da tralha

Não dá para organizar o que é tralha. Você precisa ter em sua casa somente o que ama e tem utilidade. Mas, mais uma vez, vá aos pouquinhos. Pegue 15 minutos hoje e jogue fora embalagens vazias, recibos que não valem mais, folhetos vencidos de supermercados etc. Você pode jogar fora, doar ou reciclar o que tem em casa. Que tal doar aquelas roupas que você, seu marido e seus filhos não usam mais? Elas podem ser úteis para outras pessoas e liberarão espaço na sua casa. Se você olha para o canto da sala, vê aquela pilha de revistas velhas e solta um suspiro, está na hora de fazer alguma coisa a respeito. Mas não de uma vez – sua casa não ficou cheia de tralha da noite para o dia e não ficará destralhada de um dia para o outro. A mesma filosofia. Pegue 15 minutos por dia para cuidar disso.

Tenha um tempo para você

Eu sei que ser mãe é um trabalho de 24h por dia, sete dias por semana. Mas, se você não arranjar esse tempo, ninguém arranjará para você. Pegue uma noite da semana para ir ao cinema, sair com as suas amigas, ir a uma livraria que gosta, fazer um curso ou simplesmente tomar um banho mais demorado, com direito a todos os cremes do mundo. Depende bastante da rotina da sua casa e das necessidades de todos, mas você precisa encarar a si mesma como prioridade tão quanto encara seus filhos e seu trabalho.

Pelo menos uma vez por dia, tenha o seu momento, não importa o que você escolha fazer com ele. Se você e o seu marido trabalham fora, vocês podem fazer uma espécie de rodízio – se você sai uma vez por semana, ele também pode sair e fazer o que quiser. É importante e faz diferença. Você volta com a cabeça arejada.

Aproveite o vínculo com outras mães

Quantas mães você conhece pela internet? E quantas mães você conhece pessoalmente? Aproveite as idas ao supermercado ou ao parquinho para fazer amizades. Sabe o motivo? É fundamental saber que não está sozinha. É difícil e trabalhoso para todas as mães. Todas sentem culpa, tristeza, alegria, satisfação, frustração. Conversar faz bem. Fazer isso ocasionalmente (em vez de nunca) te dará uma dimensão melhor de tudo e fará você mudar suas perspectivas, dar boas risadas e viver bem. O que isso tem a ver com organização? Se você estiver desequilibrada, o máximo que conseguirá organizar é o seu calendário de consultas médicas. Cuide-se.

Preste atenção nos seus filhos

Pode parecer uma dica absurda, mas a verdade é que, na correria do dia-a-dia, podemos nos esquecer de parar, brincar no chão com as crianças, prestar mais atenção a elas mesmo. Não deixe isso acontecer. Aproveite o tempo que tem para ficar com eles e faça com que esse tempo seja de qualidade. Se estiver dando almoço para o seu bebê, concentre-se nisso. Nada de ficar mexendo a panela de comida ou telefonando para alguém. Concentre-se, faça uma coisa de cada vez, senão não fará nada direito – além de ser uma tremenda falta de consideração.

Tenho certeza que, com essas poucas dicas, você conseguirá se organizar pelo menos um pouquinho, se tiver força de vontade. O resto acaba vindo como consequência. Você pode acompanhar o blog para conferir novas dicas e tentar implementá-las no seu dia-a-dia mas, por experiência própria, eu recomendo que você faça o mínimo, pois nossa vida é trabalhosa. Fazer um pouco já é melhor que não fazer nada. Tenha isso em mente.

Mas eu preciso que você me responda: qual sua maior dificuldade na hora de se organizar? Vamos discutir soluções!

Thais Godinho
08/07/2011
Veja mais sobre:
107
FLY Lady serve para quem trabalha fora e é ocupado(a) para caramba?
A cozinha reformada da Wanice
{Vídeo} Arrumação se faz todo dia

 

  1. bruna chaul 16/08/2015

    Minha maior dificuldade e fazer as coisas sob pressào crianças chorando e ter que fazer inumeras tarefas ao mesmo tempo tenho 3 filhas 12 ,4 e 1 aninho as vezes penso que vou enlouquecer ….

    • Ana respondeu bruna chaul 25/09/2015

      Nossa minha dificuldade e que meu bb de nove meses so quer saber de mim chora, nao posso passar por ele que ja chora.

      • Dominique respondeu Ana 14/08/2016

        Ana,vc já leu sobre a sindrome do abandono?Nessa idade,a partir dos 8 meses,por ai,os bebês começam e se perceber como indivíduos,a perceber que eles não são as mesmas pessoas que as mães (porque antes era isso que eles achavam).E aí eles ficam com medo,o que é super natural Eles ficam com medo da mãe sumir,de deixá-los sozinhos,de não ter mais a mãe.Então nesse momento o melhor é dar muito colo mesmo,muito carinho e muito aconchego.E aos poucos vai falando com ele aonde vai e que volta rapido (e volte) pra ele começar a ter confiança em você e saber que vc sempre voltará pra ele.Dá uma lida no site “Baby Center” que lá eles falan sobre isso e mais tudo o que vc precisa saber sobre os bebês.Espero ter ajudado.

  2. jussara 20/08/2015

    adorei seu blog minha maior dificuldade esta sendo nesse momento com meus filhos um tem 02 anos e o outro tem 12 anos. muita coisa pra resolver ao mesmo tempo, trabalho, filhos, eu não estou conseguindo me organizar, tenho lavar, passar, cozinhar, trabalhar e dar atenção aos meus filhos…

    obrigada pela atenção

    jussara – porto seguro bahia

    • Jaciara respondeu jussara 29/05/2016

      Nossa, não sei como vc consegue. Eu tenho uma filha, trabalho dois turnos e quatro dias na semana. Mas me vejo tão atarefada, q me estressa a toa…

  3. debora 13/09/2015

    eu tenho dificuldadespara tudo principalmente organizar a minha cozinha

  4. Andrea 16/09/2015

    Boa Tarde
    Por gentileza trabalho fora e preciso me organizar com as coisas de casa, comida, e criança
    Saiu de casa as 07:00hs deixo minha filha de 02 anos na creche e só chego em casa as 19:30da noite
    E não estou conseguindo dar conta… cuidar da minha filha, da casa, roupa, comida…?
    Quando chego em casa minha filha quer ficar comigo … e eu com ela
    Me ajuda por favor
    Muitiiso obrigada

  5. Lilian 21/09/2015

    Olá Thais! Parabéns pelo Blog!! Obrigada por compartilhar seus conhecimentos e nos ensinar muitas coisas! Eu sou mãe de 3!! Todos os dias fico perdida e eu me reconheci em varias das situações citadas… Que triste, mas isso só vai me ajudar a melhorar. Eu ainda nao vi todo o conteúdo do Blog, por isso, gostaria de saber se você postou algo sobre como organizar as finanças da casa.
    Obrigada.
    Beijos e muito sucesso!!!!
    Lilian

  6. Lisiane 22/10/2015

    Boa noite Thais,
    suas dicas são ótimas vou tentar segui-las. E você tocou em pontos que deixei passar despercebido, como, o perfeccionismo, o fato de querer ser uma mãe perfeita faz com que pelo menos eu cometa muitos erros, e o principal dele é que eu queria tanto ser uma mãe presente que agora percebo que não sou presente apesar de estar varias horas do dia e da noite com minhas filhas. Me preocupei tanto com isso que não brinco com elas, não saio com elas e to tão estressada que nem paciência pra ta com elas eu tenho mais.
    Por isso preciso mais do que nunca começar a por em pratica as suas dicas

  7. Keula 23/10/2015

    Olá, gostei muito do seu texto e das suas dicas.
    Porém não sei porque ainda leio e procuro essas matérias.
    Eu nunca consigo me organizar; é o meu maior sonho (me organizar para ser uma boa mãe).
    Fico feliz, só pelo fato de ler e saber que as pessoas conseguem (tenho esperanças de um dia ser normal também).
    Mas,eu cresci sem responsabilidades e hoje não consigo aplicar isso na minha vida, choro por pensar que minha filha seguirá meu exemplo.
    Não gosto de serviços domésticos( faço por obrigação, quando não tem mais jeito de lidar com a situação),tenho muito sono(muitos chamam de preguiça, mas preguiça ou não, o que eu sei é que durmo até tarde, durmo durante o dia e a noite estou morrendo de sono de novo) Aff!
    Já senti muita vergonha de ser assim, mas agora o que eu sinto é tristeza.
    Beijos e que Deus continue abençoando a sua vida.

    • fernanda respondeu Keula 07/12/2015

      Eu tenho 38 anos 4 filhos e esperando o quinto.Acho que pelo menos a 28 anos sonho em ser organizada e pior que tenho certeza que e possível. Caramba …eu não trabalho fora.Que desculpa eu tenho? Muitas..desculpas e o que eu mais tenho.Eu só penso em dormir e nem sei se quero acordar..me sinto péssima!! Mas resolvi lutar..lutar até conseguir.Não quero que meus filhos olhem pra mim e pensem:Não quero ser igual a você.. Você não se importa com nosso bem-estar..etc.Você e capaz..por favor não desista!

      • Thais Godinho respondeu fernanda 09/12/2015

        Fernanda, obrigada por comentar. Infelizmente não tenho como ajudar pessoalmente todos os leitores da maneira como gostaria, e minha forma de ajudar é com o blog, postando diariamente as dicas. Espero que ajude você fazer esse acompanhamento diário. Vá aos pouquinhos.

    • Dominique respondeu Keula 14/08/2016

      Sei bem o que é isso amiga.Tenta ajuda médica se nada melhorar.Às vezes a gente precisa de um empurrãozinho.Um Targifor tambem ajuda.Eu tambem sou uma negação nesse quesito.Arrumo a casa por obrigação,pra minha bb não ficar num ambiente perigoso e sujo,arrumo e limpo todos os dias,mas que tenho preguiça eu tenho.Só não durmo muito porque ela só tem a mim,ai eu não posso me dar esse luxo.Mas é bom sempre que acordar tomar um banho.Me ajuda bastante a espantar o sono.

    • Flavia respondeu Keula 02/10/2016

      Você pode procurar orientação médica. Eu tinha problema na tiróide e por isso também viva assim com sono, cansada sempre. Pode ser isso.

    • Isa arantes respondeu Keula 22/11/2016

      Ola gostaria de t poder ajudar ! Eu penso k no teu lugar procurava um médico e contava o k sinto , tentar sair o mais possível de casa e fazer o k gosta para não custar tanto fazer o não gostas como a lida depois segues as dicas k São fundamentais !!acredita em ti por s não acreditares k es fortes nunca cais conseguir confia!!!!

  8. ANDREIA 03/11/2015

    OLA, GOSTEI MUITO DAS SUAS DICAS, EU ATE TENTO APLICAR NO MEU DIA A DIA, VOU FAZENDO UM POUQUINHO ALI,OUTRO ALI E ASSIM VAI, O PROBLEMA MAIOR E A FALTA DE ORGANIZACAO, NAO CONSIGO MANTER NADA ORGANIZADO, POR CONTA DISSO VOU FICANDO CADA VEZ MAIS ATAREFADA E IRRITADA COM MINHA FALTA DE ORGANIZACAO, TENHO UM FILHO DE 2 ANOS QJE NAO ME DEIXA FAZER NADA, QUER ATENCAO TODA HORA, GOSTARIA DE DICAS DE COMO SER ORGANIZAR COM HORÁRIOS E COM BAGUNCAS.

  9. Edilene 20/11/2015

    Olá!!!
    Adorei suas dicas.
    Mas a minha maior dificuldade é fazer as coisas estando sempre com meu filho de dois anos, o Davi. Tenho sempre que estar com a atenção dividida, o que me deixa muito cansada, por exemplo: preparar o almoço e olhar ele para que não faça alguma arte e se machuque. Então demoro o triplo do tempo na cozinha e em outras tarefas. Optei por não colocá-lo ainda na escola.
    Sempre trabalhei fora e fui muito organizada, mas depois que o Davi nasceu e eu optei por ficae em casa, minha vida virou um caos! E tenho uma sensação de inutilidade e incapacidade constante.
    Grata!

    • Thais Godinho respondeu Edilene 21/11/2015

      Repense.

      • Dominique respondeu Thais Godinho 14/08/2016

        Repense em colocar ele na escola?Desculpa me meter,é que eu me vi na situação dela.A minha pequena vai começar agora na escolinha,tem 2 e meio,mas mesmo assim,a escola dela é das 13 as 17.Nesse tempo eu quero fazer algo produtivo.Eu não tenho ninguem pra pedir ajuda,somos eu e ela só.O que eu faço pra ter sempre comida pronta,casa limpa,tempo pra mim,tempo pra brincar?Porque a minha vida se resume a arrumar casa,cuidar dela e cozinhar.Nem dormir durmo direito,porque o tempinho que tenho pra mim eu vejo uma série ou entro na net.Me ajudaaa!

  10. Cilene 18/12/2015

    Olá, gostei muito das dicas, e muitas delas eu já pratico. Mas ainda tenho muitas dificuldades, faço praticamente tudo sozinha, meu marido e eu trabalhamos em casa, mesmo assim ele não consegue me ajudar muito, fica tudo por minha conta

    • Cilene respondeu Cilene 18/12/2015

      Olá, gostei muito das dicas, e muitas delas eu já pratico. Mas ainda tenho muitas dificuldades, faço praticamente tudo sozinha, meu marido e eu trabalhamos em casa, mesmo assim ele não consegue me ajudar muito, minha maior dificuldade, está sendo descansar, tenho trabalhado até de madrugadafica tudo por minha conta

      • Thais Godinho respondeu Cilene 19/12/2015

        Diminua as expectativas, foque no essencial (o que inclui seu descanso) e delegue o que puder.

  11. Cilene 18/12/2015

    Olá , meu bebê tem 11 meses e nunca dorme de dia, só cochila 20 minutos, meia hora , duas vezes, então tento fazer as tarefas com ele acordado mesmo, vou cantando, ai dou tampa se panela , paro vou dar uma volta na rua, volto faço mais um pouco, sempre dou algo p ele comer, uma maçã , ou boazinha

  12. Tania 20/12/2015

    Excelente artigo. Minha grande dificuldade no dia a dia, é a dinâmica do jantar. Trabalho o sua todo, e quando chego em casa, as crianças e o marido aguardam para jantar. Faço o jantar, depois verifico as tarefas escolares, outras demandas do dia escolar, e plin! acabou a noite. Nova batalha: colocar as crianças pra dormir.

  13. ELAINE 07/01/2016

    Olá,
    Adorei porme estou na mesma situação da Jussara, nao consigo administrar tenho uma de3 e outra de 11 anos a diferença entre elas eh grande e a pequena quer fazer tudo o q a grande faz e ao mesmo tempo minha filha maior nao quer me ajudar em casa.
    Se junta c a pequena ao invés de ajudr a organizar bagunca mais e mais e ai o serviço fica dobrado e surto fácil infelizmente não esta fácil…me sinto impotente com toda essa situação.
    Fiquei viuva ha quase 2 anos , pelo fato da pequena ainda ter sua imunidade baixa nao posso voltar a trabalhar e fico presa a essa situação. 🙁

  14. Cassia eugenio 20/01/2016

    São muitas coisas…
    Trabalho muito…
    Não consigo ter tempo pros meus filhos pra casa pro meu marido e pra mim e isso esta cada dia me deixando mal

  15. Brenda 26/01/2016

    Olá, adorei as suas dicas…
    Hoje minha dificuldade maior está entre trabalhar, estudar e cuidar da minha filha.

    Minha pequena tem 4 aninhos, estuda em período integral, e após a escolinha pago uma pessoa para olhar ela, porém esta pessoa não cozinha, de modo que tenho que deixar a comida sempre pronta para o dia seguinte, acordo as 5 da manha para poder arruma-la e também para poder ir ao trabalho.

    Estou numa rotina exaustiva, porem estas dicas já me ajudam a clarear as ideias e ver no que posso melhorar para ajustar meu tempo.

  16. Sara Souza 31/05/2016

    Olá Thais. Lendo as dicas a cima, a princípio fiquei mais revoltada do que aliviada, imaginei como assim não adianta reclamar que não tem tempo! É fato que temos tantas atividades fora e dentro de casa….mas continuei lendo. Ao final , fui percebendo que realmente ficar reclamando da falta de tempo só torna a situação ainda mais difícil. Então pensei, vou colocar as dicas em prática primeiro e vê os resultados.
    Agora percebo que sofrer e reclamar não vai ajudar, só vai aumentar a tristeza, principalmente no meu caso que tenho 3 filhos, trabalho e estudo ( Especialização e Inglês).
    Agora preciso arrumar tempo pra fazer atividade física e quero aplicar essa metodologia pra arrumar um tempinho….hehehehe!
    Obrigada pelas dicas e continue firme e forte com o seu propósito. Bjs.

    Sara

    • Thais Godinho respondeu Sara Souza 01/06/2016

      Eu que agradeço. Obrigada.

  17. Tatielly 21/06/2016

    Olá, sou Tatielly tenho 02 filhos sou separada, trabalho 40 horas semanais, faço faculdade on line, Minhas dificuldades esta no tempo com tudo, preciso organizar a parte financeira,casa,vida escolar dos meus filhos,pareço perdida….Uma luz aqui por favorr!!!!

  18. rosane 28/06/2016

    Olá, sou Rosane tenho dois filhos, um menino de 4 e uma menina 10 meses,também estou sem tempo pra nada,estou perdida, nem sei por onde começar…

  19. Roseli Silva 29/06/2016

    Amei o blog. Este post me ajudou até me acalmar e enxergar q nem tudo está perdido. Tenho dois filhos (04 e 01 aninho)…e agora pouco pensei q ia ter um treco, enlouquecer ou coisa parecida. Minha casa está um certo caos…todos os cômodos tem coisas para organizar. Não trabalho fora e acredito que por isso meu esposo joga tudo “nas minhas costas”. Só reclama q a casa está uma desordem e que só olho para as crianças. Me sinto bem cansada e um tanto desorientada. Não faço nada por mim. Estou num ponto em que uma ida ao hortfruit é uma super diversão. Desculpem o desabafo.

    • Rafaella respondeu Roseli Silva 29/06/2016

      Ótimo post Thais!!

      Meu nome é Rafaella, tenho 18 anos e uma filhinha de 5 meses…

      Eu e o pai da minha filha estamos juntos, namoramos, vos vemos quase todos os dias, porém eu e a nossa filha moramos aqui na casa dos meus pais e ele ainda mora na casa dos pais dele…

      Terminei o ensino médio e tenho planos de cursar uma faculdade, porém confesso que não sei se em algum momento darei conta de conciliar tudo em minha vida…
      Não trabalho, eu e minha filha praticamente não saímos de casa, mas não dou conta de fazer quase nada além de cuidar dela…

      Compreendo que com quase 6 meses ela ainda é muito dependente de mim e a maioria do meu dia é toda voltada para ela, porém, como ela não dorme nada, nem de dia e acorda muito durante a noite eu fico extremamente cansada, sem energia pois tem vezes que nem consigo almoçar, tirando as coisas dela, que eu arrumo, o resto está uma enorme ZONA, agora são 17:26 e eu nem tirei o pijama, não tomei banho e nem ao menos lavei o rosto 😭😂 perdão pelo desabafo e sinceridade…

      Meu maior problema é que eu sou perfeccionista, ou eu faço, exemplo: arrumo os armários, roupas por ordem de cor e tamanho ou eu não arrumo nada!! Eu reconheço que isso está errado e eu devo ser mais prática, desencanar desse perfeccionismo e simplesmente ir e resolver as coisas o mais rápido que eu conseguir, mas eu não consigo, não sei o que fazer, o que colocar na minha cabeça para executar as tarefas sem frescuras!! Sou muito vaidosa e nem tenho tempo direito e me arrumar, secar meu cabelo, não lembro quando foi a última vez em que fiz as minhas unhas, isso está acabando comigo…

      Esses dias disse à minha sogra: “Não é fácil. Preciso estar linda, bem humorada, feliz, simpática, prestativa, ser boa filha, boa mãe, boa namorada, boa nora, pensar nos estudos… E AINDA ARRANJAR TEMPO PARA DORMIR…”

      O que eu faço, por onde começo???
      Tirando o papel de ser mãe no qual modesta parte tenho me saído muito bem, no resto estou completamente perdida!!

      • Dominique respondeu Rafaella 14/08/2016

        Te entendo amiga!Daqui a pouco vai dar tempo de fazer as unhas e raspar metade das pernas.É complicado mesmo.A minha tem 2 e meio e ta naquela fase de correr,brincar muito e pedir pra eu brincar com ela junto.Ai a gente acaba ficando mais sem tempo ainda.Mas quanto aos banhos,compra um balde de banho pra bebês.A minha usa até hoje,ai dou o banho dela junto com o meu,ela fica brincando no balde,que é bem estreito e não tem perigo de afogamento (claro,fique sempre de olho) e ai vc consegue ao menos um banho decente,raspar as pernas e axilas,ficar mais tranquila…Boa sorte!

  20. Ariana 03/07/2016

    Minha maior dificuldade é ter uma rotina sendo que meu marido trabalha em turnos diferentes em dias diferentes então terá dias que ele chega 6 da manhã depois dois dias dias chega às 2 da tarde e dois dias as 10:30 da noite e os dias da folga ele tem que dormir pois trabalhou o dia anterior de madrugada eu trabalhava em horário comercial e cheguei a sair do serviço e trabalhar por conta pois quase não o via e agora com nossa filha de 5 meses eu mal consigo cumprir com as básicas

  21. Kellianda Nunes 06/07/2016

    Tenho 22 anos, e desde quando tive minha filha, aos 19, não trabalho, fiz cursos rápidos de coisas que gosto. No meu caso, meu marido trabalha a semana toda no estado vizinho, vem aos fins de semana. Durante a semana fico em casa com minha filha de 2 anos e 9 meses, não trabalho, não estudo, não tenho rotina definida, pelo contrario, tento encontrar uma, pois me sinto perdida, super estressada com a fase da minha filha, mas em parte entendo, pois ela fica o dia todo dentro de casa como eu, deve ser exaustivo tanto quanto é pra mim. Moro em apartamento, e no meu condomínio não tem parquinho, nem perto. Acordo tarde, durmo tarde, e minha filha acaba acompanhando minha rotina, as vezes com uns cochilos fora de hora. Não tomo cafe da manha , nem almoço, nem janto em horas certas, mas sempre os faço, independente se eu acordar na hora do almoço, tomo café da manha ( o máximo que acordo é 10:00). Exatamente por não ter o que fazer(como eu digo: não tenho nada pra fazer, pelo menos que eu diga, algo útil, para meu crescimento), além de afazeres domésticos, cuidados com minha filha. Tanto que, quando meu marido vem aos fins de semana, procuramos sair para esparecer e mudar a rotina, se eu ficar em casa também aos fins de semana, fico estressadíssima; mas nem sempre meu marido quer sair ou o orçamento permite; e nossa filha quer atenção dele tanto quanto eu quero, já que não temos hora pra dormir e acordar, ela dorme na mesma hora que agente vai .. enfim, muito a se falar. Minha casa é organizada, mas na minha vida, estou totalmente perdida.

  22. Renilma 25/08/2016

    Oi, gostei muito de suas dicas e vou tentar colocar em prática. Minha maior dificuldade é cuidar bem, ser uma ótima mae e ao mesmo tempo deixar a casa bem arrumada e limpa. Ultimamente vivo agustiada por nao comseguir realizar as tarefas diarias, tanto que até deixei de lado se nao vou ficar um palito de tanta preocupação. Meu bb ainda não senta e nao consigo deixar ele sozinho pra fazer coisas, meu marido também só desarruma as coisas e nao me ajuda a arrumar, e quando tem tempo foca nas redes sociais, isso me irrita muito, me estressa. As vezes fico depressiva e isso atrapalha o bom humor no trabalho. Acabei deixando acumular as tarefas de casa que agora está um caos, olho e me da um desânimo. Queria saber se todas as maes passam por isso ou so eu que nao consigo me organizar.

  23. Sara Azevedo 07/10/2016

    Tenho uma menina de 5 a anos e um menino de 20 meses…. NAO CONSIGO BRINCAR COM NENHUM DOS DOIS!!!! Chego a casa as sete da noite , banho , jantar lida da casa, ando constantemente atrás do mais novo que passa a vida a fazer asneiras , etc… Ele agora para dormir não me quer deixar sair de perto dele tenho que me deitar com ele e acorda se tento sair da cama… Como é possível!!?? No meio disto tudo não sobra nada para a mais velha e o comportamento dela anda um bocado alterado (talvez para chamar a atencao?) 🙁 … O que faço??! Isto contado assim é difícil perceber mas ando mesmo desesperada…

  24. Renata 19/10/2016

    tenho 35 anos, quatro filhos com idades de 17,16,14 e 10 três meninos e uma menina (14), sou separada do pai deles e não tenho ajuda dele nos cuidados de pai, depois de dois anos separada comecei a namorar e ele também é separado mais ele tem total controle em sua vida. Já a minha vida financeira e pessoal, casa, trabalho e como mãe realmente está uma bagunça em questão de organização, de tempo e rotina zero. E estava sem rumo sem saber como resolver, então comecei a pesquisar assuntos e dicas e li as suas dicas e agora estou vendo o quanto isso é verdade, irei agora mesmo por em prática! OBG. espero que melhore por que não está fácil é muita coisa pra uma cabeça só, e meu namoro está ótimo mais sinto que se eu não me organizar irei acabar estragando até meu relacionamento.

  25. Cristiane 30/11/2016

    Nossa muito boa suas dicas ando no limite do estresse eu só estou conseguindo lidar com a minha vida de dona de casa mãe de uma bebê e marido. Vou começar já a colocar em prática suas dicas.

  26. yasmin 19/12/2016

    estva agora pensando nisso pois meu filhos de 11 anos ta vindo morar comigo e tbm teho 1 de 6 anos minha mãe tem um avc há 14 anos e tenho um irrmão especial é muito dificil lher com isso tudo e só ter 26 anos queria ajuda e esete psot foi de grande ajuda vou tentalacoloca em pratica vc é um amor obg deus abençoe vc

  27. hallyme cezar 27/12/2016

    Minha maior dificuldade ta sendo da atençao pros meus 2 filhos mais velhos qui e uma 4 anos e outro de 2 anos tivi bebe e os procuram chamar atenção de qualquer jeito brigando um com outro ou esta toda hora mi chamando ai fico chateada e acabo brigando com os 2 e nao to conseguindo ter mais controle dentro de casa ta ficando muito cansativo

  28. Giselle 08/01/2017

    Sou mãe e estudante, até o ano passado eu também trabalhava, mas estou grávida de novo, minha bebê tem 1 ano e 8 meses e estou gestante de 3 meses, tenho perdido peso e sono, ando muito preocupada por conta da faculdade, estudo de tempo integral, e não coloquei minha filha em creche pq não confio em ninguém para ficar com ela, moro em uma cidade sozinha com meu marido, ele trabalha até a noite, então tenho que levar minha filha pra faculdade comigo, mas este ano está mais complicado pq estou na reta final, com TCC é estágio, é isso tem me preocupado muito, o que vou fazer? Como vou fazer isso? Com a chegada do novo bebê o curso se adiara um pouco mais. Minha formação era previsto para 2018. Já pensei em trancar a faculdade para cuidar dos filhos, e em outro momento quando já estiverem na escola eu retomo as atividades universitárias.

  29. Patrícia 31/01/2017

    Olá. Adoro seu site. Minha maior dificuldade está sendo me adaptar à nova rotina do meu filho de 2 anos indo a escolinha e eu trabalhar, cuidar da casa e de minha família. Não está sendo fácil. Sou vencida pelo cansaço e estresse. Obrigada.

  30. Andrea 18/02/2017

    Tenho 2 filhos excelentes,um de 15 e outro de 6 anos,mas que não me ajudam ,então praticamente sobra td pra mim e para meu esposo, estou muito cansada e pra ajudar tbm trabalho fora, não sei o que fazer…..

  31. Lhaiane 28/03/2017

    Oi…. Boa tarde. Então eu estou esgotada e não sei mais por onde começar. Minha casa nunca para arrumada.
    Eu tenho um filho de 7 anos e uma menina de 1 1 mês. Moramos em apto .
    Secar roupas não é fácil aqui. Eu nunca consigo deixar meu guarda roupas arrumado.
    Eu levo na escola, cozinho, limpo, lavo faço tudo. E eu não consigo montar uma rotina.

    • Thais Godinho respondeu Lhaiane 28/03/2017

      Amiga, você está no lugar certo.

      Comece definindo o que é essencial. Aquilo que, se você não fizer, a casa cai.
      Deixe todo o resto de lado até se organizar nessa parte.

      Utilize uma ferramenta que te ajude a ter controle dessas tarefas. Sugiro o Todoist. Você pode baixar no celular ou no site: http://todoist.com

      No domingo, planeje sua semana de acordo com as atividades.

      E vá testando. A organização é um hábito que a gente vai construindo dia a dia.

      Qualquer coisa estou por aqui. Boa sorte.

  32. Ester 05/04/2017

    Sou mae de 5 filhos sou super dederganizada,as vezes a casa ta uma bagunça me encorajo e limpo tudo rapidinho boto tudo no lugar ms quando me dou conta ja esta tudo fora dos lugares. Sou uma mae que nao estou conseguindo ter ordem e encinar as crianças ter ordem nas tarefas diarias nos horarios. Realmente minha vida esta um caos fico en depresao so deitada escrevendo pensando e nao agindo fico com medo da situaçao e olho pra eles e choro pq eles sao crianças e presizam de mim. Meu espozo me ajuda a cuidar da casa e deles tambem. Mas ele nao pode fazer o papel que e pra mim fazer estou dezesperada procurando ajuda pra ter uma vida saudavel e normal e feliz!!!! Me sinto uma inutil de ter feitos tantos filhos e nao ser responsavel