ou

>Cada dia que passa eu fico mais tentada a comprar um rotulador. Muita gente me diz que é inútil e que eu posso imprimir no computador as etiquetas, mas a questão é que ele é muito mais prático, as etiquetas não descolam e tem uma padronização. Eu sei que ele é caro (e as fitas também), mas eu sinceramente acho que vale a pena e, além do mais, não vou gastar tudo assim.

Update: Eu comprei há cerca de um ano o meu rotulador da marca Brother (igual à imagem acima). Recomendo, mas ele não é indispensável. Eu ainda não precisei trocar as pilhas nem a fita, pois fico regulando seu uso. Uso para etiquetar as pastas do GTD, pastas genéricas e o que mais for necessário. Quebra um bom galho sim e é bom tê-la sempre que precisar.

Vejam este excelente artigo sobre o uso ou não do rotulador:

Thais Godinho
29/01/2009
Veja mais sobre:
0
Meus recursos preferidos do Todoist
Habitica: A minha produtividade me tornou um mago nível 30!
Google agora encontra tempo na agenda para que você trabalhe em seus objetivos