ou

Os documentos necessários para dar entrada no casamento civil são:

Para quem nunca foi casado:
Certidão de Nascimento – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Para quem é divorciado:
Certidão do Divorcio – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Para quem é viúvo:
Certidão de Óbito do cônjuge falecido – Certidão de Nascimento – Título de Eleitor – Carteira de Identidade (RG) – CPF – Certificado de Reservista para os noivos e Comprovante de residência

Segundo o Código Civil Brasileiro (págs. 48 e 49), estão impedidos de casar:

  • Os ascendentes com os descendentes, ou seja o parentesco legítimo ou ilegítimo, natural ou civil.
  • Os afins em linha reta, seja vínculo legítimo ou ilegítimo.
  • O adotante com o cônjuge do adotado e o adotado com o cônjuge adotante.
  • Os irmãos e os primos até terceiro grau; este último com ressalvas e a apresentação de exames de sangue.
  • O filho adotado com o filho legítimo do pai ou mãe adotiva.
  • O cônjuge sobrevivente com o condenado por homicídio, ou tentativa de homicídio, contra o seu consorte.
  • As pessoas por qualquer motivo coatas e as incapazes de consentir.,ou manifestar,de modo inequívoco, o consentimento.
  • O raptor com a raptada, enquanto esta se ache fora do seu poder em lugar seguro.
  • Os sujeitos ao pátrio poder, tutela, ou curatela, enquanto não obtiverem, ou não lhes for suprido o consentimento do pai , tutor, ou curador.
  • As mulheres menores de 16 anos e os homens menores de 18 anos.
  • O viúvo ou a viúva que tiver filho do cônjuge falecido, enquanto não fizer inventário dos bens do casal e der partilha aos herdeiros.
  • A viúva ou a mulher, cujo casamento se desfez por ser nulo ou ter sido anulado, até dez meses depois do começo da viuvez, ou da dissolução da sociedade conjugal, salvo se antes de findo esse prazo der à luz algum filho.
  • O tutor ou curador e os seus descendentes, ascendentes, irmãos, cunhados, ou sobrinhos, com a pessoa tutelada ou curatelada, enquanto não cessar a tutela ou curatela, e não estiverem saldadas as respectivas contas, salvo permissão paterna ou materna, manifestada em escrito autêntico ou testamento.
  • O juiz, ou escrivao e seus descendentes, ascendentes, irmãos, cunhados ou sobrinhos, com órfão ou viúva da circunscrição territorial, onde um ou outro tiver exercício; salvo licença especial da autoridade judiciária superior.
  • Até a celebração do matrimônio podem os pais, tutores e curadores retratar seu consentimento quando os nubentes forem menor de 21 anos .

 

Thais Godinho
25/11/2006
Veja mais sobre:
0
Prepare-se para as festas do ano que vem
Organizando um piquenique
Dicas para organizar os presentes de Natal

É realmente tão difícil assim organizar um casamento? Difícil não é, pois de um jeito ou de outro todos que se propõe a isso, acabam conseguindo, noivas de todos os estilos, com diferentes personalidades, orçamento e tempo disponível.

Atualmente, as noivas já têm todo o seu dia ocupado, são profissionais modernas, que procuram conciliar trabalho com a organização e o planejamento de um dia especial no caminho de ida e volta do trabalho, agendando compromissos para a noite e finais de semana e fazendo compras em seus horários de almoço. Ou seja, esta correria toda, durante aproximadamente seis meses, só favorece a você ficar complemente estressada. O que fazer?

A necessidade de tempo dedicado ao próprio casamento nos seis meses que antecedem a data é a maior dificuldade que hoje em dia as noivas encontram, por isso, na maioria das vezes esta experiência inédita em sua vida pode ser tornar angustiante.

Aqui estão algumas estratégias para você ficar mais calma e relaxada e por que não, curti esta fase, tornando-a a mais agradável possível, com deve ser.

1. Informe seu chefe e colegas de trabalho

É um ato de sabedoria deixar que todos que passam grande parte do seu dia com você, saibam que está às voltas do planejamento do seu casamento. Você se sentirá bem melhor expondo suas ansiedades do que desejando ardentemente que ninguém perceba que você está falando com o florista, e não com o fornecedor ou cliente da empresa em que trabalha. Uma explicação aberta e franca de suas necessidades e expectativas trará uma cumplicidade de todos.

2. Adote os “Três Ps” – Planejamento, Prioridade, Participação

Para reduzir o stress nos preparativos do cerimonial de seu casamento, reorganize seu tempo da forma mais eficaz possível. A chave para isto é a aplicação dos 3 ps: Planejamento, Prioridade, Participação

Comece sua lista relacionando todos os itens a serem vistos: igreja, decoração, vestidos, convites, fotos, lua-de-mel, buffet, enxoval e tantos outros. Conheça os profissionais, faça seu orçamento, e defina o quanto antes, assim o seu planejamento estará quase pronto.

Uma vez escolhidos os profissionais que irá trabalhar, enumere-os por Prioridades em relação ao tempo que falta, definindo e resolvendo detalhes com cada um individualmente. Faça suas Prioridades, de acordo com o tempo desempenho de sua atividade, determinando assim um calendário realista e com bastante folga para que cada item fique bem resolvido.
Use e abuse das Participação, principalmente do noivo e agregue amigos e família se possível, que estejam disposto a ajudar em selecionar profissionais, fazer orçamentos, pegar endereços, etc. Lembre-se que, eles irão ajudar e não tomar decisões por você. Faça sempre sua vontade prevalecer e a sua palavra ser a final.

3. Use suas férias

É muito sedutora a idéia de usar todas as férias para a lua-de-mel, entretanto, conciliar as tarefas dos preparativos com sua rotina normal e ininterrupta de trabalho, pode se tornar difícil.
Reserve poucos dias de suas férias, aproveitando o máximo para resolver assuntos ligados ao casamento. Isso diminuirá muito o nível de stress, pois assim, você preservou alguns finais de semana e não, tendo também que sair todas as noites.

4. Simplifique sempre que possível

Verifique cuidadosamente todos os itens de seu cerimonial e determine quais podem ser simplificados, reduzindo assim consideravelmente problemas e frustrações. Questione a real necessidade de serviços fora de sua cidade, evite escolher flores para decoração que estejam fora da estação, não marque vôo para a viagem de lua-de-mel para o dia seguinte bem cedo, faça a mala com antecedência, não faça regimes milagrosos nos últimos três meses, contrate um serviço de entrega de convites, ou deixe alguém de confiança com esta tarefa, e aqueles que são necessários serem entregues por vocês, planejem com antecedência as visitas e façam um roteiro. Antecipe seu vestido de noiva para que esteja pronto, em casa, pendurado, pelo menos uma semana antes do casamento, reconfirme horários já marcados como cabeleireiro, maquiador, etc…

5. Espere algum stress

Parece mentira mas, infelizmente é a mais pura das verdades afinal, vocês estão organizando um dos eventos mais marcantes de uma vida a dois. Nesse momento anterior ao casamento, você que viver cada momento como uma antecipação gratificante, quando na verdade surgem tensões e ansiedades, trazendo dificuldades inesperadas. O que fazer então?

Respire e tente relaxar e coloque em sua mente que este é um momento para curtir e que voc6e está fazendo tudo da forma correta e portanto, vai dar tudo certo. Confie em seu planejamento e na sua organização.

6. Dê um tempo à você mesma

Separe um momento tranqüilo todos os dias para você. Faça qualquer coisa que seja realmente relaxante para você, ou que faça esquecer todo o resto. Uma caminhada, uma leitura, escutar aquele CD que nunca dá tempo, um filme, ginástica, o que quiser.

7. Descanse e alimente-se adequadamente

Dois pontos chaves que contribuem muito para o stress, é uma alimentação inadequada e poucas horas de sono. Não cometa o erro de fazer suas refeições correndo, em horários alternados, abusando de sanduíches e lanches rápidos. Evite também perder horas de sono, procure manter seu ritmo normal.

8. Visualize positivamente

Dê toda a tenção possível a cada detalhe, porém lembre-se que estes fazem parte de um todo. Este conjunto final, que é o que todos desfrutarão, deve sempre formar uma imagem agradável e positiva. Não deixe que cada detalhe, que não saiu como você queria, destrua tudo que deu tão certo. Quanto mais estiver perto da data do casamento, focalize cada vez claramente de profunda alegria que todo o cuidado, carinho e trabalho do preparativo irão proporcionar.

9. No dia do casamento: Proteja-se!

· Não deixe nada planejado ou sob sua responsabilidade para ser resolvido na véspera ou no dia. Tarefas corridas no final só trarão pânico e histeria.
· Dê a você mesma tempo extra, mais do que suficiente para maquiagem, cabelo, arranjos, manicure e vestuário.
· Relaxe e respire fundo! Você e tomou todas as precauções e tudo será maravilhoso.

 

Thais Godinho
25/11/2006
Veja mais sobre:
1
Sua roupa suja mandou um abraço!
Como viajar com animais de estimação
Como decorar o quarto do bebê

 

  • Evite lavar o carro durante a estiagem – se necessário, use um balde e pano, nunca a mangueira;
  • Não use a mangueira para limpar a calçada, use uma vassoura;
  • Prefira o uso de regador ao da mangueira para regar as plantas;
  • Escove os dentes com a torneira fechada;
  • Feche o chuveiro quando for se ensaboar;
  • Ensaboe toda a louça com a torneira fechada;
  • Tente não passar dos dez minutos no banho;
  • Feche bem as torneiras após o uso;
Thais Godinho
25/11/2006
Veja mais sobre:
1
Dicas que você nunca imaginou para economizar energia em casa
Organize seus documentos para a declaração do Imposto de Renda
Em busca do apartamento perfeito