Categoria(s) do post: Estudos, Universidade Pessoal

Eu tenho um método de estudos pessoal que chamo de universidade pessoal. Esse método está sendo descrito e detalhado passo a passo no livro que estou escrevendo (previsão de lançamento para o segundo semestre). De qualquer maneira, tem bastante material aqui no blog para quem quiser saber mais a respeito, bastando pesquisar sobre “universidade pessoal” na busca de posts. Assim você conseguirá entender melhor o que estou fazendo aqui.

Gosto de reorganizar esse ciclo de estudos por semestre pois funciona para a minha vida. De início, assim o fiz por imaginar um novo semestre de faculdade (se eu efetivamente estivesse cursando uma) mas, com o tempo, acabou se mostrando um período acertado. Claro que isso não exclui a possibilidade de fazer ajustes. Se eu sentir que preciso mudar, não fico com um ciclo ineficaz só para que ele dure o semestre inteiro. Não vejo sentido nisso.

À medida que vou refinando o meu método, durante a escrita do livro, ele vai amadurecendo com os meus próprios estudos também, o que é fantástico. Eu fiz um brainstorm pensando então, de acordo com tudo o que estou estudando, preciso me aperfeiçoar, e até com relação aos cursos que eu estou fazendo, o que preciso estudar mais.

Vale dizer que, neste semestre, começo o Doutorado. Isso significa que eu vou ter uma carga alta de estudos voltada para o curso e a pesquisa, então os estudos autodidatas não terão tantos temas, e sim o estritamente essencial. Aquilo que eu TENHO QUE estudar nesse momento, mesmo com o Doutorado em andamento.

Também vale reforçar que o ciclo não é algo engessado. Se eu sentir que preciso mudar ao longo dos meses, ajusto sem problemas.

Os assuntos que entram no meu ciclo para este primeiro semestre são:

  • Francês. Eu pretendo fazer a prova de proficiência do Doutorado em francês (poderia escolher entre francês e espanhol). Apesar de espanhol parecer mais fácil, estudar francês era uma coisa que me agradava mais, que sempre quis me dedicar a aprender, e que também será um estudo com retorno interessante para a minha área de pesquisa. Vou fazer um post sobre o estudo do idioma em breve. Propósito: aprender o básico para passar na prova de proficiência.
  • Lançamentos. Alcancei um nível de proficiência nessa categoria de marketing digital que me qualificou como “faixa preta”. Por isso, fui convidada pela equipe do Érico Rocha para realizar análises de lançamentos na mentoria dele. É muito gostoso de fazer porque é algo que me mantém aprendendo constantemente, mas também tem a responsabilidade de continuar estudando o método que ele ensina. Propósito: aprofundar, treinar.
  • Metodologia de pesquisa em Ciências Sociais. Como mudei de área (relativamente) para o Doutorado (de Comunicação para Ciências Sociais), e não vou cursar a disciplina de Metodologia neste semestre, eu sinto essa necessidade de estudar esse assunto de maneira autodidata. Tenho alguns livros, que me darão respaldo no momento. Propósito: aprender o básico da área.
  • Finanças. É a minha área de foco para 2021, então todo material relacionado a finanças me interessa e entra no ciclo de estudos. Propósito: aprofundar.

O ciclo não tem a ver com horários, mas com sequências. Ele está mais ou menos assim:

  • Francês: blocos de 1 hora.
  • Lançamentos: blocos de 1 hora e meia.
  • Metodologia: blocos de meia hora.
  • Finanças: blocos de meia hora.

Então eu estudo nessa sequência. Por exemplo, se eu estudei 1h de francês hoje, quando for estudar novamente (hoje ou amanhã), eu vou para o próximo assunto. Quanto mais eu estudar, mais rápido “giro o ciclo”.

Saiba mais sobre o estudo por ciclos aqui.

Em média, giro o ciclo pelo menos uma vez por dia, ou no máximo em um dia e meio, pois estudo de três a cinco horas por dia.

Meu nome é Thais Godinho e eu estou aqui para te inspirar a ter uma rotina mais tranquila através da organização pessoal.

Categoria(s) do post: Novidades

Sair da “rodinha do hamster” é ir na contramão do mundo.

Em uma sociedade 24/7 que ninguém pediu para estar, precisamos decidir se vamos responder mensagens antes de dormir – ou logo ao acordar.
Um mundo onde dizer NÃO para dizer SIM à família, ao autocuidado, à saúde… é visto como egoísmo. Incompreendido.
Não estar disponível 100% do tempo para atender quem quer que seja se tornou um absurdo. Não é absurdo.

O mundo está caótico.
Somos muito mais exigidos do que nossos pais foram, e do ano passado para cá, mais ainda. Quem aí já pensou em como será o mundo que exigirá dos nossos filhos que são pequenos hoje?

Dizer NÃO para isso é dizer SIM para muitas outras coisas que são importantes também. Sono reparador, alimentação decente, atividade física sem piração, tempo de qualidade com a família, sentar para ler um livro, curtir a brisa que entra pela janela, ver o sol se pôr, dar risada, enfim, as coisas simples que passam correndo nessa realidade que nos colocaram.

Mas dá pra mudar. Não é fácil, mas basta começar. Um pouco hoje – 1% que seja. Um pouco amanhã. E assim vamos mudando o mundo. Para nós, para os nossos filhos, para as pessoas que trabalham com a gente, para as famílias das pessoas que trabalham com a gente – para o atendente no mercado, o motorista do ônibus, a enfermeira em plantão: TODOS.

Se você se identifica com esse movimento, vem com a gente. 😉 Deixa um comentário aqui me dizendo que #tamojunto?

Categoria(s) do post: Diário da Thais, GTD™, Tecnologia

Aparentemente me entendi com o Notion e, depois de alguns meses, consegui até sair do Todoist para organizar minhas listas nele. Sempre considerei o Todoist imbatível para essa função, e ainda é excelente, mas os testes que eu tenho feito no Notion me deram vontade de levar essas informações para lá também.

Atualmente, toda a minha divisão é feita assim:

Eu faço uma distinção fundamental entre o que são informações organizadas e aquelas que uso para fazer planejamentos. Essa distinção mudou completamente a maneira como eu me organizo e delineia grande parte do que eu ensino com o meu método de organização.

Vale dizer que o meu método NÃO É GTD, mas nada do que eu ensino com ele vai contra o GTD, de modo que tanto eu quanto qualquer pessoa que use o GTD consegue conciliar ambos, se quiser. Tomo um super cuidado com isso em primeiro lugar por respeito à criação do David, em segundo porque acredito que o MVO possa complementar o GTD em algumas frentes, especialmente no que diz respeito ao planejamento.

Como todo sistema, o meu está em constante construção mas, hoje, é assim que o Notion está configurado.

A ideia desses ícones veio da Marie Poulin, que tem um canal bem interessante (em inglês) no YouTube, com muitos conteúdos sobre Notion. Ela usa essa distinção de ícones para mostrar quando a página é um database (banco de dados), quando é uma página comum, ou quando é uma página com databases dentro. Isso fez muito sentido para mim e apliquei.

Sobre calendários, quero falar que, para mim, a agenda padrão é a do Google. Ainda não sinto a necessidade de migrar para cá (até fiz um post sobre isso), mas na página de calendário dentro do Notion eu mantenho os calendários editoriais, pois fazem sentido para mim. Já tentei usar no próprio Google, e fazia assim até o ano passado, mas sentia a falta de deixá-los em uma ferramenta com mais recursos para subir imagens, visualizar por categorias etc.

Penso que cada item mostrado aqui valeria um post ou vídeo por si só, e é o que eu pretendo fazer daqui em diante. Tem bastante conteúdo vindo por aí mostrando como eu faço. Agora me sinto amadurecida com o programa para ensinar coisas que vêm dessa vivência e não de testes rápidos que não mostram como ser consistente.

A página de próximas ações está bem legal e eu coloco alguns datasses dentro dela: próximas ações em si, rotina diária, lista de compras, conversas, ler / ouvir / assistir e follow-up. Como eu falei acima, pretendo fazer conteúdos em breve sobre cada um desses elementos, pois sei que geram curiosidade.

Este foi apenas um post inicial para mostrar como tenho usado, mas, como falei, ainda tem bastante coisa para mostrar. Se você tiver curiosidade sobre algum aspecto ou quiser sugerir algum conteúdo relacionado ao Notion, poderia sugerir nos comentários? Assim vou me organizando para postar o que for mais prioritário para todos. Obrigada!